gustvneivO deputado estadual Gustavo Neiva (PSB), líder da oposição na Assembleia Legislativa, discursou na sessão desta terça-feira (30) para repudiar a atitude do Governo do Estado de considerar "fake news" a declaração feita pelo prefeito de Bom Jesus, Marcos Elvas, sobre a falta de estrutura oferecida ao município.

“Há muito tempo nós temos pedido ao Governo do Estado que olhe pela saúde do extremo sul do estado. A saúde pública naquela região é um caos e isso foi amplamente constatado e divulgado em nossas visitas, ainda no ano passado, pela Comissão de Saúde. No último sábado, uma TV fez uma matéria em Bom Jesus e reproduziu entrevista com o prefeito Marcos Elvas pedindo melhorias, um olhar diferenciado para a região e denunciando a falta de oxigênio no hospital do município. Logo após isso, o governo tachou essa denúncia como fake news em suas redes sociais”, lamentou Gustavo Neiva.

Segundo o orador, o pedido de melhorias na saúde é um direito de todos os prefeitos do Território Chapada das Mangabeiras. “São promessas de anos e que agora pioraram com a pandemia. O prefeito colocou que um paciente teve que ser transferido para São Raimundo Nonato porque no Hospital de Bom Jesus nem tinha UTI e nem oxigênio. Quando visitamos os hospitais da região, nós da Comissão de Saude pedimos, imploramos por melhorias e nada aconteceu. Conhecemos a história do prefeito Marcos Elvas, mas o Governo prefere fechar os olhos para tudo o que acontece lá”, reclamou o deputado.

Gustavo Neiva defendeu a declaração de Marcos Elvas e concluiu seu pronunciamento dizendo que “fake news é o tratamento que o Governo do Estado dá à saúde do extremo sul do Estado". “Queremos ver a concretização de toda a propaganda do Governo. Bom Jesus tem mais de 200 casos de Covid-19 e eles não têm a segurança de tratamento. O governo já iniciou o treinamento dos profissionais que vão trabalhar na UTI prometida pelo governo?”, questionou.

Retomada dos trabalhos

Sobre a retomada das atividades na Assembleia Legislativa, o deputado Gustavo Neiva disse que participou de reunião com todos os líderes de partidos da Casa e que a Mesa Diretora seguiu a votação da maioria pela volta aos trabalhos no Legislativo.

 

Alepi