O Grupo Renova de Floriano vem se reunindo e discutindo meios de se fortalecer. A maioria dos integrantes do Renova foi quem, na campanha do hoje presidente Jair Bolsonaro, lhe deu total apoio, mas nenhum deles está filiado ao PSL, partido do lider do Executivo Nacional. O PSL, hoje no municipio florianense, é presidido pelo ex-vereador Alan Pedrosa.

O que se tem de informação é que a maioria do pessoal que fez campanha para Jair Bolsonaro, à presidência, não gostou que o ex-vereador Alan assumisse o partido local. 

leandro

Leandro  Damião, um dos líderes do Renova, numa entrevista ao Piauí Notícias, afirma que o grupo tem procurado fazer o melhor e lembra, que é oposição aos governos municipal e estadual.

O Renova está nos bastidores da política local conversando com dezenas de pessoas, disse Leandro que acrescentou, "em relação ao partido estamos aguardando um posicionamento do presidente Bolsonaro e o grupo Renova, de Floriano, está presente no Governo Federal e nesta semana, em Teresina, me reuni com o representante do Governo Federal. Estamos pedindo para que ele os explique o que está acontecendo em relação ao governo. Ele, nos pediu calma e vamos aguardar o que vai acontecer", disse Leandro.

A informação de insatisfação de parte dos membros do PSL com o vereador Alan, que está como presidente, não partiu do Leandro a esse portal de notícia. 

 

Da redação