O atual campeão está fora da Copa do Brasil! Após derrota por 1 a 0 no tempo normal, o Palmeiras caiu nos pênaltis para o CRB, na noite desta quarta-feira (9), em pleno Allianz Parque, e se despede da competição.

O grande nome do jogo foi o goleiro Diogo Silva, que defendeu três cobranças, entre elas a última, de Marcos Rocha e garantiu a vitória por 4 a 3 e a vaga para o time alagoano. É a terceira derrota do Alviverde nos pênaltis apenas nesta temporada. Nas anteriores, a equipe foi derrotada por Flamengo, na Supercopa do Brasil e Defensa y Justicia, pela Recopa Sul-Americana.

E para "curar a ressaca", tem pela frente nada menos do que um clássico com o Corinthians, no sábado. Quem não faz, toma Logo aos quatro minutos de jogo, o time da casa teve a chance de aumentar sua vantagem sobre o CRB. Mas Wesley, na pequena área, parou no goleiro Diogo Silva. No lance seguinte, veio o castigo: gol do CRB. Victor Luis errou na saída, Diego Torres avançou pelo meio e deu bom passe para Ewandro tocar na saída do goleiro Weverton. Tudo igual no placar agregado.

Palmeiras pressiona O Verdão foi para cima na tentativa de recuperar a vantagem, com muita posse de bola. Nas melhores chances, Gum salvou incrivelmente uma bola de Rony em cima da linha e Gustavo Scarpa chutou à direita do gol. Nos acréscimos, Raphael Veiga, de longe, ainda obrigou Diogo Silva a fazer grande defesa.

Diogo Silva brilha e leva jogo para os pênaltis Na volta para a segunda etapa, o Palmeiras perdeu uma chance inacreditável. Após bola alçada na área, Gum afastou mal e Luiz Adriano, sozinho, tocou para o gol. Diogo Silva se esticou todo e conseguiu grande defesa.

O CRB também ameaçou. Aos 14, Diego Torres ganhou de Felipe Melo na corrida, recebeu lançamento e bateu. Weverton defendeu.

Os paulistas seguiram pressionando, mas, sem espaço de entrar na área, apostavam em chutes de longe de Gustavo Scarpa. Aos 33, Breno Lopes, herói do título da Libertadores, quase marcou outro gol importante, mas Diogo Silva conseguiu mais uma boa defesa.

Já nos acréscimos, Breno chegou a marcar, em rebote de chute de Marcos Rocha, mas ele estava impedido e o gol foi anulado, levando a decisão para os pênaltis.

Local: Allianz Parque Horário: 19h Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI) Auxiliares: Rogério de Oliveira Braga (PI) e Márcio Iglésias Araújo Silva (PI) Gols: Ewandro (CRB) Cartões Amarelos: Gum, Ewandro, Frazan (CRB); Luan (PAL) Palmeiras: Weverton, Mayke (Marcos Rocha), Luan, Renan e Victor Luis; Felipe Melo (Zé Rafael), Gustavo Scarpa e Raphael Veiga; Rony, Luiz Adriano e Wesley (Breno Lopes). Técnico: Abel Ferreira CRB: Diogo Silva; Reginaldo, Gum, Frazan e Guilherme Romão; Marthã (Claudinei), Jean Patrick e Diego Torres; Erik (Calyson), Ewandro (Dudu) e Hyuri. Técnico: Alan Aal

R7