Em meio a uma das maiores crises dos últimos anos, o Corinthians tenta voltar a vencer para se tranquilizar e terá velhos conhecidos pela frente. O Timão recebe o Bahia, de Mano Menezes e Rodriguinho, na Neo Química Arena, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.


Os dois times estão empatados com nove pontos em nove jogos, dividindo a 15ª e a 16ª colocações. O Corinthians fica na frente porque tem o saldo de gols superior (-2 a -5).


O Corinthians vem de três jogos seguidos sem vencer, com duas derrotas nas últimas partidas. Após a demissão do técnico Tiago Nunes, Coelho estrou como interino perdendo para o Fluminense por 2 a 1.


O mesmo acontece com o Bahia, que não vence desde a terceira rodada. O técnico Mano Menezes também estreou na última rodada, mas perdeu para o Atlético-GO por 1 a 0.

CRISE NO TIMÃO
Em meio a confrontos com a torcida, ameaças, atrasos de salários e incertezas sobre o próximo treinador, o Corinthians vive um momento de crise intensa.

Além disso, Coelho terá dificuldade para escalar o time. O volante Gabriel está suspenso pelo terceiro cartão amarelo e Ramiro deve entrar no meio de campo.


No ataque, Jô também suspenso após julgamento no STJD, não pode ser substituído por Boselli, que sofreu uma entorse no tornozelo. Everaldo deve ser o escolhido para atuar ao lado de Otero e Gustavo Mosquito.


BAHIA COM MUDANÇAS
No Bahia, Mano não conta com o zagueiro Juninho, que foi expulso na última partida e cumpre suspensão, e o lateral-direito João Pedro, que segue entregue ao departamento médico.

O goleiro Anderson e o lateral Zeca, que foram liberados para resolverem problemas familiares, também não devem ser relacionados.

Por outro lado, o técnico terá o volante Gregore à disposição pela primeira vez. Na defesa, Lucas Fonseca voltou a treinar normalmente após se recuperar de uma gripe e deve assumir a posição de Juninho.

 

futebolinterior