duduDudu pediu aos dirigentes do Palmeiras para ser negociado. O Blog apurou que a solicitação foi feita em uma reunião do atacante com dirigentes alviverdes na última semana. Os problemas com sua ex-mulher são o motivo para que o ídolo do torcedor queira se mudar para o exterior - ele tem uma oferta do Al Duhail, do Catar.

O Palmeiras concordou em vendê-lo desde que o Al Duhail oficialize as cifras prometidas pelo empresário de Dudu, André Cury: cerca de 13 milhões de euros ou R$ 76,8 milhões à vista e outros 2 milhões de euros (R$ 11,8 milhões) condicionados ao desempenho do atacante no Catar.
Dudu está em litígio com Mallu Ohana desde o ano passado, mas a relação se tornou ainda pior nos últimos dias. Na segunda-feira, Mallu registrou boletim de ocorrência acusando o jogador de tê-la agredido. Ele nega. Dias depois, a namorada de Dudu afirma ter sido ameaçada pela ex. E agora os advogados de Mallu pedem a retenção do passaporte do palmeirense, para impedir que ele consiga deixar o Brasil.

Caso o martelo seja batido e Dudu vire jogador do Al Duhail, o Palmeiras terá direito a 100% do valor da transferência. Porém, terá precisará repassar cerca de R$ 15 milhões à Crefisa, que bancou a compra metade dos direitos econômicos do atacante, em 2017.

O Cruzeiro, como clube formador, também terá direito a uma fatia do negócio: Dudu esteve na base cruzeirense dos 13 aos 19 anos de idade. O Mecanismo de Solidariedade deve render à Raposa pouco menos de R$ 3 milhões, valor que equivale a praticamente um mês da folha salarial.

 

yahooesportes

Bruno Ulivieri/Agif