×

Observação

There is no category chosen or category doesn't contain any items

O Grêmio fez uma reclamação formal e irá até a CBF para ouvir os áudios da comunicação do árbitro Wagner Magalhães e do árbitro de vídeo na análise de um suposto pênalti na derrota para o Athletico, na semifinal da Copa do Brasil, na semana passada. O clube pediu para ter acesso à conversa da equipe de arbitragem e será atendido.

O coordenador da Comissão de Arbitragem, Leonardo Gaciba, propôs que representantes do Grêmio ouvissem o conteúdo na sede da CBF. Os áudios não serão disponibilizados, mas Gaciba, em contato com o GloboEsporte.com, afirmou que "qualquer clube filiado da CBF que queira vir (escutar o VAR) será recebido".


O Grêmio reclama de um toque de mão de Wellington após desvio de cabeça de Pedro Geromel, em uma cobrança de escanteio aos seis minutos de jogo, na Arena da Baixada (reveja no vídeo acima). O árbitro Wagner Magalhães foi chamado para revisar o lance no monitor, na beira do gramado, e não marcou o pênalti reclamado pelo Tricolor.

Depois da vitória sobre o Cruzeiro, no último domingo, pelo Brasileirão, o diretor de futebol Deco Nascimento reclamou de outra jogada com toque de mão. Depois de chute de Alisson, o zagueiro Léo interceptou a bola, que tocou no braço do defensor. Mas o árbitro Rafael Traci nada marcou.

 

GE