• Hospital Clinicor
  • Vamol
  • Roma

love1512013Vagner Love preferiu deixar o Rio de Janeiro mudo durante o seu embarque para a Rússia, na noite desaa segunda-feira. No entanto, o empresário do jogador, Evandro Ferreira, falou sobre a negociação que definiu o retorno do atacante para o CSKA Moscou e afirmou que Love queria continuar atuando pelo Flamengo.

 

"O Vagner queria muito ficar no Flamengo, ele tem certeza que ainda poderia ganhar um título, que é o sonho dele. Ele queria dar esse presente para a torcida, mas infelizmente são coisas da vida. Tem que ver o lado do Vagner, o que ele acabou fazendo pela situação do Flamengo", disse o empresário, que embarcou junto com o atleta para Moscou.

 

Apesar da vontade de continuar no clube rubro-negro, Vagner Love ficou sem opção. Em uma reunião, a diretoria do Flamengo informou ao atacante que não teria condições de pagar os 6 milhões de euros (cerca de R$ 16 milhões) que ainda devia para o CSKA e nem o valor de R$ 1,2 milhão que deve ao próprio jogador, referente a direitos de imagem. Como o clube russo fez uma proposta para o retorno de Love e, em troca, abriria mão do dinheiro que o Flamengo precisaria pagar, as duas partes entraram em acordo e resolveram aceitar a negociação.

 

"Eles nos chamaram, falaram que receberam uma proposta do CSKA, e a gente entrou em um acordo. A gente viu que o Flamengo estava precisando que o Vagner saísse, que estava tendo uma dificuldade. A diretoria nos passou que não teria condição (de pagar), então fizemos um acordo que foi bom para o Vagner, para o Flamengo e para o CSKA", explicou Evandro Ferreira.

 

Love acertou contrato com o CSKA Moscou até o final de 2015, e o seu empresário descartou uma volta ao Brasil antes desse período. Evandro revelou que existe uma cláusula com multa altíssima impedindo o atacante de atuar por outro clube brasileiro no próximo um ano e meio.

 

"Sem chances (de ele voltar), é uma acordo nosso com o Flamengo, tem uma cláusula que ele não pode voltar por 18 meses, é um acordo que ele tem com a diretoria do Flamengo", garantiu.

 

A relação entre Vagner Love e Patrícia Amorim, ex-presidente do Flamengo, era muito próxima, principalmente depois que Patrícia fez um esforço para contratá-lo no início de 2012. Questionado se a mudança na diretoria do clube, com a entrada de Eduardo Bandeira de Mello na presidência, foi o principal motivo de o jogador ter saído do clube, Evandro Ferreira assegurou que não houve influência.

 

"Não, absolutamente. O Vagner é profissional e estava cumprindo tudo normalmente, a saída aconteceu por causa da situação do clube. Foi uma coisa boa para o Vagner também, e ele está indo sem problema nenhum", finalizou o empresário de Love.

 

ESPN