• Hospital Clinicor
  • Vamol
  • Roma

O Palmeiras não conta mais com Endrick. O jovem atacante foi vendido para o Real Madrid e se despediu da equipe paulista na última semana. Em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva, o ex-jogador Zinho minimizou a saída da joia.

zinho

Na opinião do ex-meia do Verdão, o clube não deve sofrer sem a Cria da Academia. Para ele, o técnico Abel Ferreira tem o elenco na mão e conseguirá suprir a ausência do camisa 9 sem problemas.

“Não (não vai depender do Endrick) porque tem o Abel. A dependência é o Abel, ele que tem que ficar. O Abel tem muitas possibilidades, ele é um ótimo treinador. Ele já está no Palmeiras há quatro anos. Quantos jogadores já chegaram e o Palmeiras segue ganhando, brigando pelos títulos. O Palmeiras já tem um modelo de jogo, uma estrutura, é uma equipe sólida e confiável", disse. palmeiras O tetracampeão mundial também aproveitou para falar sobre a fase do Palmeiras. O clube não vem encantando dentro de campo, mas está conquistando bons resultados mesmo assim.

"Eu escuto que o Palmeiras não encanta há muito tempo, antes de ser bicampeão da Libertadores. É o conjunto, a força do grupo, o treinador. O Abel tem o grupo na mão. Não tem ninguém de bico, todos respeitam. A base do Palmeiras segue aí”, finalizou.

Zinho disputou 316 partidas e marcou 51 gols com a camisa do Verdão. Ele ainda se consagrou campeão paulista em 1993 e 1994, brasileiro em 1993 e 1994, do Torneio Rio-São Paulo em 1993, da Copa do Brasil em 1998, da Copa Mercosul em 1998 e da Libertadores em 1999.