• Hospital Clinicor
  • Vamol
  • Roma

Nesta segunda-feira (20), foi iniciado, no auditório da Nova Maternidade Dona Evangelina Rosa, o I Encontro Estadual de Tutores do Método Canguru. O evento visa sensibilizar os profissionais de saúde quanto à implementação da assistência humanizada ao recém-nascido de alto risco em nível local e em diversos municípios do Piauí.

metodocanguru

O método canguru é uma modalidade de assistência que prioriza o contato prolongado pele a pele entre a mãe e seu recém-nascido de baixo peso desde as primeiras semanas de vida. O método contribui com inúmeras vantagens, dentre elas, o fortalecimento do vínculo entre o bebê e sua família e a alta hospitalar precoce.

A Diretora de Unidade de Vigilância e Atenção à Saúde da Sesapi, Cristiane Moura Fé, ressaltou a importância deste primeiro encontro para a saúde do Piauí. “A MDER é referência em alta complexidade, por isso estamos aqui fazendo essa troca com atenção primária. É muito importante trazer a sabedoria e a experiência de quem já faz bem feito no estado para difundir isso para as outras regiões”, finalizou.

Carmen Ramos, diretora-geral da NMDER, enfatizou que a prematuridade é um problema em saúde pública. “Cerca de 13,9% dos bebês no Brasil nascem prematuros e aqui no estado do Piauí não é diferente. Na maternidade Dona Evangelina Rosa, esse indicador chega a 25%, porque é uma maternidade de alto risco, onde você recebe as gestantes de alto risco e esse nascimento muitas vezes acontece antes das 37 semanas, o que a gente considera prematuridade”, ressaltou.

O Método Canguru, uma modalidade de assistência que prioriza o contato prolongado pele a pele entre a mãe e seu recém-nascido de baixo peso, apresenta benefícios significativos, incluindo o fortalecimento do vínculo familiar e a alta hospitalar precoce.

A neonatologista e coordenadora estadual do Método Canguru, Isabel de Almeida, explica que a colaboração de todas as equipes municipais será importante para mudar o cenário do estado. “Queremos dar o pontapé inicial para que o panorama do Piauí mude. Essa é a nossa intenção! Eu sei que é uma proposta grande, eu sei que é ousado, mas se a gente contar com organização, com essas equipes engajadas, com o apoio da gestão, nós vamos conseguir”, disse a coordenadora.

O I Encontro Estadual de Tutores do Método Canguru segue até esta terça-feira (21), com a participação da Assessora do Método Canguru do Ministério da Saúde, Mileidy Cutrim Vieira Cavalcante. No evento, também será construído um Plano de Ação para dar continuidade as atividades de transformação do panorama da prematuridade no Piauí.

Sesapi