Neste mês de julho tem sido poucas as pessoas que estão procurando o Hemocentro para doar sangue. De acordo com a Elyomara Feitosa, diretora do órgão em Saúde, já começa a surgir uma preocupação, pois a todo momento há pessoas precisando de sangue dos mais variados tipos.

No Hemocentro há um numero de doadores cadastrados, mas esses na sua maioria, não tempo comparecido.

eli

Algumas pessoas ligadas as Igrejas evangélicas tem procurado ajudar a manter ao estoque. O Hemocentro atende pacientes de Floriano e região. Veja a entrevista.