A estudante Allyne Conrado que esteve participando do The Voices Kids falou numa entrevista ao Piauí Notícias.

allyne

 Allyne Conrado foi a primeira piauiense a se apresentar no palco do The Voices Kids, fato que ocorreu em 2018. Dois anos se passaram e a cantora continua investindo em sua carreira após experiência no reality. Depois de ser eliminada na fase de audições às cegas do programa, ela montou sua própria banda e hoje tem agenda lotada em bares e restaurantes de Teresina-PI e no Maranhão, mas como os demais artistas está realizando lives.

Natural de Teresina, Allyne conta que começou a cantar em um coral infantil de uma igreja da Capital. Adotada pelos tios, a jovem foi incentivada a participar de festivais regionais, tocando o que mais gosta: MPB. Logo depois, surgiu a oportunidade de fazer a inscrição na competição nacional.

“Eu não tenho ninguém na família que é músico. Comecei a cantar na igreja e depois fui incentivada pelo meu tio, Sérgio Conrado, a cantar em festivais regionais, e super deu certo. Logo depois, surgiu a oportunidade de participar do The Voice Kids. Minha família deu muito apoio, mas confesso que, no começo, não queria muito. Consegui chegar até a saudações às cegas”, conta.

A teresinense surpreendeu o Brasil ao cantar “Esse tal de Roque Enrow”, sucesso da artista Rita Lee, mas não conseguiu fazer com que, os até então, jurados – Carlinhos Brown, Claudia Leite e a dupla Simone & Simaria – virassem suas cadeiras e assim se mantivesse na competição. 

A jovem esteve nessa segunda com o Ivan Nunes, que é colaborador do Piauí Notícias,  para quem concedeu uma entrevista.

Allyne já têm músicas lançadas. Veja a entrevista.

Da redação