• Jorge Batista Promocional

assatoUm professor sofreu uma tentativa de assalto e quase foi atropelado ao tentar fugir dos criminosos, na noite dessa quarta-feira, 12, por volta de 19:30h. O caso aconteceu na Avenida Higino Cunha no momento que a vítima esperava um motorista de aplicativo.

“Eu estava parado em uma esquina, onde eu tinha feito um pedido de um veículo de aplicativo, estava sozinho nesse ponto. De repente eles foram em uma direção, me observaram e retornaram. Eu muito nervoso não sabia o que fazer, houve uma reação da minha parte, tentaram dar vários tiros mas o revolver não disparou. Foram seis vezes e não disparou nenhum, graças a Deus”, declarou.

No momento em que tentou fugir dos bandidos, o professor atravessou a avenida rapidamente, sendo quase atropelado duas vezes. “Era horário de pico, não sabia o que fazer, estava muito nervoso. Mas graças a Deus estou vivo. Cai, me ralei, tinha um pessoal em uma churrascaria na frente que me acolheram e tentaram em acalmar, me deram água. Lá inclusive tinha um policial que fez todos os precintos”, falou o professor acrescentando que os bandidos não conseguiram levar nada seu.

mn