Na madrugada de domingo, 27, um sargento do Exército Brasileiro foi preso em flagrante suspeito de agredir a mulher e o filho, no bairro Marquês de Paranaguá, Zona Norte de Teresina. De acordo com a Polícia Militar (PM), uma viatura foi acionada para atender a ocorrência de violência doméstica e as vítimas relataram terem sido ameaçadas e agredidas.

Procurada pelo G1, a assessoria do 25° Batalhão de Caçadores, onde o sargento é lotado, informou que o caso é particular, mas que medidas foram tomadas e que o militar vai responder na esfera civil. O 25º BC afirmou ainda que vai aguardar a conclusão do processo.

Segundo o boletim de ocorrência, ao chegarem à residência da família, os policiais foram informados pela mulher e pelo filho do sargento que ele havia lhes ameaçado, proferido xingamentos e agredido eles com socos, causando ferimentos leves.

O suspeito foi conduzido para a Central de Flagrantes de Gênero de Teresina. Ainda no domingo (27), o sargento passou por audiência de custódia. A juíza Mariana Cruz Almeida Pires homologou a prisão em flagrante e concedeu liberdade provisória mediante cumprimento de medidas cautelares.

A magistrada determinou que o sargento mantenha distância mínima de 500 metros da mulher e do filho. Ele também foi proibido de manter qualquer contato com a vítima, mesmo que por telefone. O militar deve ainda se afastar do lar, comparecer à Justiça sempre que intimado e não pode deixar a comarca sem autorização.

 

G1/PI