• Hospital Clinicor
  • Vamol
  • Roma

Na manhã do último sábado (18), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou um provável esquema de compra e venda de veículos adulterados no município de Castelo do Piauí (PI). Dois homens, o proprietário/responsável pela empresa e um comprador, com idade de 45 e 34 anos, respectivamente, foram presos em flagrante.

A ocorrência teve início quando uma equipe da PRF, em fiscalização conjunta com as Polícias Militar e Civil do Piauí, próximo à ponte da cidade, abordou um veículo de passeio Honda/ City, conduzido por um homem de 34 anos. Durante a abordagem, o condutor não apresentou nenhum documento de identificação veicular, apenas o seu Registro Geral (RG).

Diante disso, os policiais decidiram prosseguir a fiscalização com uma vistoria minuciosa nos elementos identificadores do veículo. Como resultado, constatou-se que ele apresentava sinais de adulteração e de remarcação. Posteriormente, o veículo original, um Honda City LX Flex, foi identificado.

Questionado sobre os expostos, o condutor alegou ter adquirido o veículo na cidade de Castelo do Piauí, em uma loja de veículos, mediante a troca de duas motocicletas (uma Honda Bros e uma Honda CRF) e 27 parcelas de R$ 1.000,00.

Por meio das informações descritas pelo motorista, as equipes seguiram até o referido estabelecimento. No local, diante da fundada suspeita da prática e venda de veículos adulterados, foi realizada uma vistoria nos veículos presentes. Durante a ação, foi constatado sinais de adulteração nos elementos identificadores de um caminhão, modelo Kia UK2500. O veículo também possuía registro de roubo.

O proprietário do estabelecimento, por sua vez, afirmou ter adquirido o Honda City e o caminhão Kia por R$ 20.000,00 e R$ 25.000,00, respectivamente, através de um corretor. Ambos os veículos, segundo ele, teriam sido transportados em um caminhão cegonha do Estado de São Paulo há cerca de duas semanas. Ele confessou também ter vendido o Honda City para o condutor em troca de duas motos, mas que até o momento só havia recebido uma Honda CRF. Por fim, ele revelou que o caminhão estava à venda e planejava negociar com o mesmo homem.

Todos os envolvidos, bem como os veículos adulterados, foram encaminhados à Polícia Civil de Castelo do Piauí para adoção dos procedimentos legais cabíveis.

PRF