Um grande número de pessoas envolvendo familiares, parentes e amigos esteve desde a manhã desse sábado, 2, se despedindo do 1º sargento PM Luiz Carlos que morreu vítima de um infarto quando estava de plantão. O PM quando se sentiu mal estava sozinho na viatura da Polícia e, ainda foi levado pelos companheiros de viatura ao Hospital onde profissionais em saúde tentaram lhe reanimar, mas foi impossível e óbito foi declarado pelos médicos as 6:05h da manhã.

luiz carlos

O corpo do PM que deixa esposa e filhos foi velado na casa da família, Conjunto Caiçara, de onde saiu as 7:00h da manhã deste domingo em cortejo para o Cemitério, mas antes de chegar ao Cemitério, o corpo que estava num carro do Corpo de Bombeiros foi levado para a sede do 3º Batalhão onde o PM recebeu homenagens feitas pelo tenente coronal Inaldo Barros, comandante da corporação e na ocasião estava todo os membros do comando e ainda o prefeito Joel Rodrigues, de Floriano, que foi convidado para fazer parte do momento. O vereador Celso Soares também estava no momento da homenagem.

 

O tenente Inaldo que parecia estar emocionado lembrou do companheiro de farda como um irmão. O sargento Luiz Carlos estava prestes a completar 30 anos de corporação nos seus 48 anos de idade.

Após a homenagem no 3ºBPM o corpo seguiu no carro do Corpo de Bombeiros até o Cemitério São Pedro de Alcântara, bairro Manguinha, onde o PM recebeu novas homenagens.

Na chegada ao Cemitério o PM recebeu homenagem que foi feita pela Banda de Música do Município da qual o mesmo era integrante.
Já na área interna do Cemitério, pouco antes do sepultamento, dois ex-companheiros de farda do PM s manifestaram, em seguida, a Banda de Música executou o Hino da Policia Militar.

Durante as homenagens muita comoção e aplausos. O PM era percursionista e fazia parte das bandas de Música do Munícipio e da própria corporação que fazia parte. Familiares do PM acompanharam todas as homenagens prestadas.

 luiz 0

luiz1

Corpo do PM Luiz Carlos, do 3º BPM, está sendo velado no Residencial Caiçara

Da redação

sdsdsdsds