Em razão da instalação da Usina de Boa Esperança, em Gauadalupe, o maior PIB per capita do Piauí em 2016 foi o do município, com R$ 41.553,97, cuja economia é baseada principalmente na geração de energia elétrica.

Em segundo lugar vem o município de Uruçuí, com um PIB percapita de R$ 36.777,46, com destaque para o setor da indústria de transformação da soja e do algodão.

A capital do estado, Teresina, com um PIB percapita de R$ 22.597,68, ocupa a 3ª colocação.

O menor PIB per capita no Piauí é o do município de Fartura do Piauí, com R$ 5.104,44, tendo como atividade econômica de maior peso em sua economia a administração, educação e saúde públicas, bem como a seguridade social.

Merece ser destacado que com o fenômeno climático da seca em 2016, os municípios da região do cerrado piauiense foram bastante afetados, tendo uma redução expressiva da produção de grãos, o que repercutiu, portanto, na queda do PIB percapita dos mesmos.

Nesse sentido, o município de Baixa Grande do Ribeiro, que em 2015 apresentou o maior PIB percapita do Piauí, com R$ 49.896,72, reduziu-se em 2016 para R$ 21.051,99.

percapita

cv

sdsdsdsds