Rádio Santa Clara
Governador Zé Filho decide fazer novos cortes nos gastos PDF Imprimir E-mail
Sex, 31 de Outubro de 2014 11:07

O Governo do Piauí promoverá novos cortes nos gastos. A decisão foi tomada na quinta-feira, 30, em reunião comandada pelo governador Zé Filho (PMDB), e anunciada nesta sexta-feira (31) pelo secretário de Administração, João Henrique Sousa. Com a medida, o Governo do Estado espera quitar débitos como o pagamento  de fornecedores e empresas de serviço terceirizado. É a segunda vez em outubro que a administração de Zé Filho promove cortes. No iníco do mês, já havia sido determinada uma contenção de 30%.


"O governador Zé Filho comandou reunião com os principais secretários. O grupo fez uma análise programática de tudo o que podemos e o que não podemos fazer até dezembro. A questão financeira sempre preocupou as equipes de governo no Piauí", disse João Henrique. O secretário de Administração também informou que o Governo do Estado deve iniciar o pagamento dos terceirizados a partir do dia 7 de novembro. Os salários desses prestadores de serviço estão atrasados há mais de quatro meses.



De acordo com João Henrique, a crise financeira do Governo do Estado é reflexo do cenário nacional. "Para se ter ideia, o Governo Federal fechou o mês com déficit de R$ 10 bilhões. Aqui no Piauí houve um corte de R$ 57 milhões nos últimos dois meses. Isso é muito ruim", destacou.

João Henrique também falou do processo de transição, o qual ele classificou como positivo. "As equipes têm se encontrado. O processo está sendo muito maduro, educado e cordial. Espero que seja assim até Wellington Dias assumir o Governo do Estado", comentou.

 

 

cidadeverde

Última atualização em Sex, 31 de Outubro de 2014 11:10
 
Dep. Robert Rios teme divisão entre os brasileiros PDF Imprimir E-mail
Qui, 30 de Outubro de 2014 18:54

O deputado estatdual Robert Rios (PDT) mostrou-se preocupado com o que considera discurso separatista do Partido dos Trabalhadores, ao analisar o resultado da eleição presidencial. Ele disse que o ufanismo não se justifica, pois não houve ganhador e nem perdedor no segundo turno, pela pequena diferença e pelo alto percentual dos que não votaram em nenhum dos candidatos. Ele citou a elevação dos juros e um inevitável aumento da gasolina como resultado da vitória do governo.

 
O deputado disse que gostaria que a presidente Dilma Rousseff (PT) tivesse um estilo como o do governador eleito do Piauí, Wellington Dias (PT), que sempre soube dialogar. Para ele, se a situação se agravar a presidente será culpada. Ele citou exemplos de sulistas colocando nas redes sociais desabafos como dizer que não dará mais uma esmola ou um prato de comida, pois a presidente é que deve resolver tudo.

 
Afirmando que fará oposição responsável durante o próximo governo, Robert Rios chegou a afirmar que já existe assessor encarregada de calar sua voz nos meios de comunicação, mas que o governador não precisa desse tipo de gente. Disse também que selecionou 80 postagens contra a sua pessoa nas redes sociais, as quais estão arquivadas para mostrar a quem se interessar.

 

 

ALEPI

piauinoticias.com

Última atualização em Qui, 30 de Outubro de 2014 18:56
 
Empréstimo de R$ 4,5 mi pode deixar Barão endividado, diz Silva PDF Imprimir E-mail
Qui, 30 de Outubro de 2014 18:11

O empréstimo que foi aprovado pela maioria dos vereadores  baronenses da ordem dos R$ 4, 5 milhões  e que deve ser feito junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento e Social (BNDS), uma solicitação da Prefeitura, através do prefeito Gleydson Resende (PR), de primeiro mandato, está sendo um dos assuntos mais comentados entre parte da população de  Barão de Grajaú nas últimas semanas.

 


A revolta por parte de muitas pessoas é grande, pois a maioria  acredita que o município deve ficar endividado,  já que se houver o empréstimo, o mesmo não vai ser pago nos dois anos que restam para prefeito Gleydson, ou seis anos, se o mesmo foi reeleito,  mas há uma parte da sociedade que aprova a ideia. 


Dos 11 vereadores, apenas três se posicionaram contrários ao projeto que está aprovado e foi numa sessão onde o prédio da Câmara estava lotado de populares, inclusive com presença da polícia local e de um reforço militar que esteve acompanhando a sessão legislativa procedente de São João dos Patos-MA. 


O secretário de governo o Ovídio Carvalho, da gestão Gleydson Resende, informou que parte dos recursos deve ser investido no sistema de abastecimento de água da cidade, que é de responsabilidade da CAEMA.  



O ex-prefeito Raimundo Silva se posicionou sobre o empréstimo que deve mesmo ser feito pela Prefeitura. Numa entrevista ao piauinoticias.com elerdosilva disse, “acho isso um verdadeiro absurdo, uma falta de humanidade de um administrador e dos vereadores que são do bloco de situação  que votaram esse projeto na Câmara. O nosso município é pequeno, tem uma arrecadação apenas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) que dá muito mal para sustentar a cidade e nunca se precisou de um empréstimo em banco nenhum para fazer as obras que estão aí.  No meu governo foram feitos milhares de metros quadrados de calçamento  com recursos próprios e convênios, pois vejo que o prefeito tem que correr atrás é de convênios e isso, inclui um  trabalho com seus deputados, tanto estadual, quanto federal, senador e com o governador do Estado, para fazer as obras necessárias de um município. Acho um verdadeiro absurdo!”,



O líder político Raimundo Silva disse que não existe essa questão de um prefeito pegar empréstimo para concluir obras do Estado,  no caso uma obra da CAEMA, que é uma empresa pública.  “Todas as contas de água que se paga aqui os recursos vão para o Estado, portanto, os recursos não ficam no município, ou seja, os recursos são para o Estado”, explica indagando o seguinte, “Como é que um município do tamanho de Barão de Grajaú vai pegar um empréstimo de mais de R$ 4,5 milhões  para investir numa obra que é do Estado? Ficaria calado se o empréstimo fosse para investir na geração de emprego e renda para o nosso povo, mas investir em empresa pública como CEMAR e CAEMA. Para investir em calçamento! O calçamento feito na cidade sempre foi  com recursos próprios, ou através de convênios. Agora se o gestor não tem deputado para trazer esses recursos, pelo amor de Deus”. 

 


Raimundo Silva externa que se trata de um administrador que não está ligando para o município e que se esse empréstimo ocorrer, a cidade baronense pode ficar endividada por muitos anos, para o resto da vida, pois o mesmo não vai ser pago durante o seu período como prefeito (mais dois anos ou 4 no caso de uma reeleição) e colocou mais, “se for feito essa retirada junto ao BNDS, o valor pode se tornar uma bola de neve, vai aumentar muito,   que não tem mais quem pague, pois o município não tem renda própria que possa arcar com as parcelas e como todo  empréstimo existe carência, esse débito começará a ser pago em dois anos aproximadamente e terminará  ficando para os gestores futuros”.



Nessas últimas semanas houve comentários que numa das gestões do ex-prefeito Raimundo Silva, ele teria tentado um empréstimo e que na época os vereadores não teriam aceitaram. Procurado sobre isso, o peemedebista disse, “isso é uma mentira. hoje, querem jogar para cima de mim dizendo que eu também quis pegar um empréstimo, mas nunca tive essa iniciativa, pois sempre corri atrás de convênios, porque o município do tamanho no nosso não tem outra fonte a não ser recursos próprios e convênios que a gente pega a fundo perdido, tanto do Estado, como da União. 



O ex-prefeito voltou a lamentar a saída dos vereadores que eram da sua base e que são agora da base governista e foram esses que aprovaram o empréstimo e finalizou, “espero que o Ministério Público Estadual e Municipal vejam esse caso e tome providências urgentes quanto a isso, pois R$ 4.5 milhões é pouco, mas para um município do porte do nosso, é muito dinheiro. O ex-prefeito frisa que os vereadores que aprovaram o empréstimo não analisaram bem, pois carregaram para eles, uma grande responsabilidade.

 

 

 

Da redação

 

Última atualização em Qui, 30 de Outubro de 2014 18:51
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 1 de 2088

DEPARTAMENTO COMERCIAL

(89)9930-9050
(89)9401-8521

REDAÇÃO

(89)3521-1241

REPORTAGEM

(89)9922-6983
(89)9424-6748
(89)9420-8214
(89)9909-2132

EMAIL

piauinoticias@hotmail.com

:: PIAUÍ NOTÍCIAS ::
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
É permitido a reprodução com autorização ou citação de fonte
Desenvolvido por Webmaster THG