PMDB deve ter candidatura própria em THE em 2016 PDF Imprimir E-mail
Qua, 29 de Julho de 2015 19:56

O deputado federal Marcelo Castro, presidente do PMDB, afirmou que o partido trabalha para ter um candidato a prefeito de Teresina, em 2016. De acordo com o parlamentar a possibilidade de candidatura própria é real.

 

 

“A possibilidade de termos um candidato é real. o PMDB é um partido grande, que tem história e é possível sim que tenhamos candidato no ano que vem”, afirmou Marcelo Castro que destacou ainda que a sigla está unida no Piauí.



Partidários da sigla já chegaram a cogitar o nome do deputado estadual Themístocles Filho para ser o candidato do PMDB a prefeito de Teresina, o presidente da Assembleia, no entanto, tem defendido constantemente o apoio do partido ao nome do senador Elmano Férrer (PTB) nas eleições do ano que vem.

 

 

gp1

Última atualização em Qua, 29 de Julho de 2015 19:58
 
Presidente do PT do B/FLO confirma a ida de Gilmar para o partido PDF Imprimir E-mail
Qua, 29 de Julho de 2015 18:49

Nessa manhã de terça-feira, 29, estwaltereve na redação do piauinoticias numa entrevista coletiva para emissoras de rádios e portais locais o presidente do PT do B, Walter Andrade que revelou não ter pretensões em disputar cargos no Legislativo municipal no momento, mas que o grupo se organiza para uma campanha de prefeito.

 

 



O líder partidário disse que está deixando o grupo liderado pelo prefeito Gilberto Junior, que segundo ele, vem fazendo parte desde o início da gestão e explicou as causas.

 



Outro ponto citado na coletiva de imprensa foi o ingresso do professor Gilmar Duarte no PT do B.

 

 

Ele afirma que o ex-vereador Gilmar Duarte que esteve com presidente do PT até semana passada e, que ele é bem recebido no partido e anunciou que o mesmo deve disputar a Prefeitura em outubro de 2016.

 

 

Sobre a situação do PT do B  no governo municipal o secretário de Governo, ex-vereador César Pedrosa, já foi procurado e deve se manifestar. 



Aguarde novas formações.

 

 

 

 

Da redação

IMAGEM: piauinoticias.com

Última atualização em Qua, 29 de Julho de 2015 19:12
 
Ex-gestor é condenado por improbidade administrativa‏ PDF Imprimir E-mail
Qua, 29 de Julho de 2015 17:15

O Ministério Público Federal no Piauí (MPF/PI) obteve na Justiça Federal a condenação, em definitivo, do ex-presidente da Câmara de Vereadores do Município de Buriti dos Lopes, Francisco Lázaro Duarte pela prática de atos de improbidade administrativa no ano de 2007.
 
 
A ação cível foi proposta pelo MPF/PI, em razão de, na condição de presidente da Câmara de Vereadores do Município descontar dos segurados empregados e contribuintes individuais as contribuições previdenciárias, no período de janeiro a dezembro de 2007,sem, contudo, recolhê-las ao INSS; além do que também deixou de declarar ao INSS, na GIF- Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia e Informação a Previdência Social, os fatos geradores de todas as contribuições previdenciárias correspondentes aos pagamentos daqueles segurados, no período de janeiro de 2007 a dezembro de 2008.
 

O juíz federal substituto da Subseção Judiciária de Parnaíba, Leonardo Tavares Saraiva, identificou que o ex-presidente da Câmara de Vereadores de Buriti dos Lopes cometeu prática ímproba prevista no art. 10 da Lei 8.429/91 pelo fato de que muitos dos fatores geradores declarados em GFIP não correspondem aos dados identificados nos sistemas informatizados pela fiscalização da Receita Federal e, após análise da documentação relativa à ação, identificou ainda que foram omitidos dados relacionados a segurados, bem como a fatos geradores de contribuições previdenciárias no período compreendido entre janeiro de 2007 a dezembro de 2008, o que promoveu perda patrimonial à União, no valor correspondente ao das contribuições previdenciárias que deixaram de ser recolhidas, e à Câmara Municipal, tendo em vista que foram lançados contra ela os débitos dos Autos de Infração.
 
 
O mesmo se diga em relação às informações prestadas, por intermédio das GFIP´s que, por não corresponderem aos fatos geradores de todas as contribuições previdenciárias relacionadas aos pagamentos para os segurados empregados e contribuintes individuais pela Câmara no mesmo período, implicaram sonegação de contribuição previdenciária.
 
 
A Justiça Federal condenou Francisco Lázaro Duarte a suspensão dos direitos políticos pelo prazo de 5 anos, contados a partir do trânsito em julgado e ao ressarcimento integral do dano, entendido este como os valores correspondentes aos débitos discriminados nos DEBCAD´s 37.206.391 (R$ 14.107,77), 37.283.064-1 (R$ 2.821,58) e 37.283.065-0 (R$ 5.000,00), correspondentes às multas tributárias aplicadas, devendo a importância ser acrescida de juros e atualização monetária, nos termos do Manual de Cálculos da Justiça Federal.
 
A condenação, que se encontra em fase de cumprimento, transitou em julgado em janeiro de 2015, não mais cabendo recurso.
 
 

Assessoria de Comunicação
Ministério Público Federal no Estado do Piauí

Última atualização em Qua, 29 de Julho de 2015 17:17
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 1 de 2647
Banner

DEPARTAMENTO COMERCIAL

(89)9930-9050

                                                                                                                whatsapp-6in3 copy(89)9401-8521

REDAÇÃO

 

(89)3521-1241

 

 

 

REPORTAGEM

(89)9922-6983

(89)9909-2133

(89)9434-4620


EMAIL

piauinoticias@hotmail.com

:: PIAUÍ NOTÍCIAS ::
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
É permitido a reprodução com autorização ou citação de fonte
Desenvolvido por Webmaster THG