Banner
Banner
Banner
Banner
Suspeito de ser operador de José Serra tem R$ 113 mi na Suiça PDF Imprimir E-mail
Qui, 22 de Fevereiro de 2018 19:03

Documentos enviados ao Ministério Público Federal em São Paulo por autoridades da Suíça revelam que o ex-presidente da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, tinha R$ 113 milhões em contas naquele país.

 serra

Paulo Preto é investigado em inquérito no STF (Supremo Tribunal Federal) sob suspeita de ser operador do senador José Serra (PSDB-SP) em desvios de recursos do Rodoanel, obra viária que circunda a capital paulista. Ele comandou a Dersa, responsável pela obra, em governos tucanos, e também é investigado em São Paulo.

 

O montante descoberto na Suíça consta de uma decisão de outubro passado da juíza Maria Isabel do Prado, da 5ª Vara da Justiça Federal em São Paulo, que foi anexada ao inquérito no STF pela defesa de Paulo Preto na terça-feira (20).

 

Segundo essa decisão, que era sigilosa, o Ministério Público da Suíça compartilhou espontaneamente com procuradores de São Paulo informações sobre a existência de quatro contas no banco suíço Bordier & Cie em nome da offshore panamenha Groupe Nantes S/A, cujo beneficiário é o investigado Paulo Vieira de Souza.

 

Segundo essas informações, em junho de 2016 as quatro contas bancárias atingiam o saldo conjunto de cerca de 35 milhões de francos suíços, equivalente a R$ 113 milhões, convertidos na cotação atual.Em fevereiro do ano passado, tais valores, segundo as informações vindas da Suíça, foram transferidos para um banco em Nassau, nas Bahamas.

 

A juíza disse ver fortes indícios da prática de crimes, bem como o enriquecimento injustificado do investigado, e decidiu na ocasião autorizar uma cooperação internacional com a Suíça, além da quebra do sigilo bancário de Paulo Preto, a fim de obter todas as informações sobre as movimentações bancárias.

 

O processo na Justiça Federal em São Paulo trata de supostos desvios no pagamento de indenizações para pessoas que tiveram imóveis desapropriados para a construção do Rodoanel.

 

A defesa de Paulo Preto anexou a decisão aos autos no STF porque quer que a investigação em São Paulo seja transferida para o Supremo, sob o argumento de que os fatos apurados têm ligação -referem-se a desvios nas obras do trecho sul do anel viário.

 

Com isso, os advogados também pedem que a cooperação internacional autorizada pela juíza de São Paulo seja suspensa.

 

O inquérito no Supremo foi aberto em 2017 a partir da delação da Odebrecht, que disse ter pago propina no Rodoanel supostamente em benefício de Serra. O relator do caso no STF, ministro Gilmar Mendes, deverá decidir sobre os pedidos da defesa.

 

Procurado pela Folha no final da noite desta quarta-feira, o advogado de Paulo Preto, José Roberto Santoro, não foi localizado. Com informações da Folhapress.

 

 

msn

Última atualização em Qui, 22 de Fevereiro de 2018 19:06
 
Joel se reúne com Jaqueline, da pasta do Desenvol. Econômico PDF Imprimir E-mail
Qui, 22 de Fevereiro de 2018 18:55

“Nos reunimos, nesta quarta-feira, com a secretária de Desenvolvimento Econômico Jaqueline Monteiro”, disse o prefeito Joel Rodrigues, de Floriano.

jaque
O gestor disse que foi um momento para discutir as metas e ações para pasta.

 

 

“A nova secretária tem trabalhado bastante, se inteirando do trabalho repassado pelo ex-gestor da secretaria, Antônio de Pádua Kalume, e agora, junto conosco, discutindo as ações que serão desenvolvidas nas próximas semanas e meses” externou Joel.

 

 

 

Da redação

Última atualização em Qui, 22 de Fevereiro de 2018 19:01
 
Assembleia aprova 20 requerimentos e recebe dois Projetos de Lei PDF Imprimir E-mail
Qui, 22 de Fevereiro de 2018 17:25

Vinte requerimentos apresentados pelos deputados estaduais reivindicando a realização de obras para beneficiar a população e audiências públicas foram aprovados na sessão plenária de hoje(22) da Assembleia Legislativa presidida pelo deputado Themístocles Filho (MDB). Os parlamentares apresentaram ainda dois Projetos de Lei que serão analisados agora pela Comissão de Constituição e Justiça.

 

A deputada Juliana Moraes Souza (MDB) apresentou três requerimentos, incluindo um que visa pedir informações à Companhia de Águas e Esgotos do Piauí (Agespisa) sobre a coleta de dejetos líquidos na área dos Tabuleiros Litorâneos em Parnaíba. Segundo ela, esses dejetos ameaçam a saúde da população e o meio ambiente.

 

Juliana Moraes Sousa requereu informações ao Governo do Estado sobre o prazo para conclusão das obras da Ponte Simplício Dias em Parnaíba e a relação das empresas que fornecem alimentação para os hospitais. O deputado Marden Menezes (PSDB) requereu ao Governo a inclusão de Piripiri entre os municípios beneficiados com pavimentação asfáltica realizada com recursos de empréstimo obtido pelo Estado junto à Caixa Econômica Federal.

 

O deputado Dr. Pessoa (PSD) teve aprovados quatro requerimentos pedindo ao Governo a construção de um Centro de Convivência para Idosos em Porto, um centro comunitário e um chafariz em Colônia do Gurguéia e a climatização da Unidade Escolar Francisco Mendes de Moura em Nossa Senhora dos Remédios. O deputado Severo Eulálio, líder do MDB, requereu ao Governo a conclusão da estrada entre Picos e Santana do Piauí e a implantação do Mutirão da Catarata em Picos.

 

Os deputados Luciano Nunes(PSDB), vice-presidente da Assembleia, e Marden Menezes, pediram a realização de audiências públicas para debater, respectivamente, o atraso no pagamento de servidores terceirizados do Estado e para tratar sobre o Projeto de Lei 05/2018 que garante o acesso gratuito dos educadores físicos às academias de ginástica existentes no Piauí.

 

PROJETOS - O líder do Governo, deputado João de Deus (PT), requereu ao DER-PI (Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí) a recuperação das rodovias que ligam Campo Maior a Castelo do Piauí e Castelo do Piauí a Buriti dos Montes. O deputado Francis Lopes(PRP) pediu ao Governo a recuperação da rodovia que liga as localidades Mangabeira e Chapada do Mangabal em Jardim do Mulato.

 

Francis Lopes e Dr. Hélio Oliveira(PR) apresentaram Projetos de Lei que dispõem, respectivamente, sobre a instituição da Política de Cuidados Biopsicossociais aos Educandos e Educadores das escolas públicas estaduais e sobre a obrigatoriedade da capacitação sobre Noções Básicas de Primeiros Socorros para as pessoas que trabalham em escolas e creches do Piauí.

 

Alepi

Última atualização em Qui, 22 de Fevereiro de 2018 17:50
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 1 de 4706
Banner
Banner

DEPARTAMENTO COMERCIAL

(89)9930-9050

                                                                                                                whatsapp-6in3 copy(89)9401-8521

REDAÇÃO

 

(89)3521-1241

 

 

 

REPORTAGEM

(89)9922-6983

(89)9909-2133

(89)9434-4620


EMAIL

piauinoticias@hotmail.com

:: PIAUÍ NOTÍCIAS ::
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
É permitido a reprodução com autorização ou citação de fonte
linksoft