Banner
Banner
Banner
Banner
Palmeiras inicia semana de treinos para encerrar 'má fase' nos dérbis PDF Imprimir E-mail
Ter, 20 de Fevereiro de 2018 18:33

roger“Pode até perder campeonato, mas não pode ser derrotado pelo Corinthians”. A frase não é nova, mas ainda ilustra o pensamento de grande parte da torcida do Palmeiras, que neste sábado, em Itaquera, terá mais um dérbi pela frente e quer voltar a sentir o gostinho de triunfar sobre o rival após um ano amargo nos clássicos.

 

Em 2017, Palmeiras e Corinthians duelaram em três oportunidades, com três vitórias alvinegras. Pelo Campeonato Paulista, 1 a 0 em Itaquera. Já no Campeonato Brasileiro, 2 a 0 no Allianz Parque e 3 a 0 na Arena corintiana.

 

Curiosamente, tendo vencido os três Derbys, o Corinthians se sagrou campeão paulista e brasileiro. Já no ano anterior, foi o Verdão quem derrotou o rival em três oportunidades e, coincidentemente, ficou com o título do Brasileirão.

 

Para o jogo deste sábado, o Palmeiras ainda tem indefinições para saber se terá todos seus titulares à disposição do técnico Roger Machado. Borja ficou fora da última partida, contra a Ponte Preta, em Campinas, por conta de dores no joelho. O colombiano treinou durante a folga na segunda-feira, assim como Edu Dracena, que ainda nem estreou este ano, mas em teoria é titular.

 

Além destes, o Núcleo de Saúde e Performance trabalha para ter Moisés e Diogo Barbosa em Itaquera. O camisa 10 chegou a estrear em 2018 na partida contra o Bragantino, dia 28 de janeiro, quando entrou no segundo tempo do duelo. No entanto, a comissão técnica entendeu que o jogador deveria seguir cronogramas específicos. Já o lateral está recuperado de uma entorse no tornozelo e busca seu condicionamento físico ideal.

 

Quanto a confiança, apesar de ainda estar alta, já foi maior. Os dois empates consecutivos nas últimas partidas (contra Linense e Ponte Preta) e, principalmente, o futebol apresentado nestes duelos já preocupa a torcida palestrina, que até então via grandes apresentações de uma equipe que detinha 100% de aproveitamento no Campeonato Paulista.

 

Por outro lado, a moral corintiana está ainda mais prejudicada. As recentes derrotas contra Santo André e São Bento, e o empate diante do Red Bull certamente não aumentaram a confiança dos comandados de Fabio Carille, que ainda perdeu Maquinhos Gabriel lesionado.

 

Gazeta Press

Foto: Ag. Palmeiras

Última atualização em Ter, 20 de Fevereiro de 2018 18:36
 
São Paulo recusa proposta do Dalian FC, da China, por Cueva PDF Imprimir E-mail
Ter, 20 de Fevereiro de 2018 17:31

cuevaNão vai ser dessa vez que Cueva dirá adeus à torcida do São Paulo. O clube do Morumbi e o jogador recusaram uma proposta de 12 milhões de euros (R$ 48 milhões) do Dalian FC, da China. Os termos do negócio não agradaram o Tricolor, que acredita que os chineses devem oferecer algo mais vantajoso para levarem um dos principais jogadores do time de Dorival Jr.

 

Conforme informação publicada pelo globoesporte.com e confirmada pela Gazeta Esportiva, o São Paulo entende que pode vender Cueva em uma situação melhor caso o jogador siga comprometido, como tem se mostrado nas últimas rodadas após as polêmicas que protagonizou neste início de ano – se reapresentou fora do prazo e se recusou a viajar com a equipe para o duelo com o Mirassol.

 

A ideia do Tricolor é esperar a Copa do Mundo da Rússia, onde Cueva assumirá um papel de protagonista na seleção peruana, para lucrar mais com a venda do meio-campista, praticamente certo na lista de convocados do técnico Ricardo Gareca.

 

É fato que os R$ 48 milhões que chegaram na mesa da diretoria são-paulina são tentadores, principalmente pelo fato de o clube precisar se desfazer de algumas peças neste ano para fazer caixa. Porém, a quantia em questão seria paga em parcelas, fato que acabou fazendo com que o negócio entre as partes regredisse.

 

Com contrato válido até 2021, Cueva já havia recebido propostas de outros mercados periféricos. Em janeiro, o São Paulo negou uma proposta do Al-Hilal, da Arábia Saudita, pelo jogador, que ficou de fora dos jogos contra o Mirassol, Madureira e Corinthians por conta das negociações.

 

Posteriormente, Cueva, arrependido, pediu desculpas ao elenco, à comissão técnica e também à diretoria, que tratou de ter uma conversa particular com o peruano liderada por Raí, executivo de futebol do clube.

 

gazeta

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Última atualização em Ter, 20 de Fevereiro de 2018 17:50
 
Carioca: Gum reclama de horário do jogo do Fluminense: 'Quem fez isso nunca jogou futebol' PDF Imprimir E-mail
Ter, 20 de Fevereiro de 2018 17:15

gumO Fluminense volta a campo pela Taça Rio na quarta-feira, quando enfrentará o Bangu, no estádio Moça Bonita, pela primeira rodada do segundo turno. A partida foi antecipada para as 16h30 porque o local não conta com iluminação adequada para jogos à noite. O horário da partida irritou o zagueiro Gum, do time tricolor.

 

INDIGNAÇÃO

"Quem coloca jogo nesse horário nunca jogou futebol, nunca esteve em um campo", afirmou.

 

"O jogo, por ser 16h30, se torna mais lento. O gramado não é nas condições do Engenhão ou Maracanã e isso acaba igualando mais o jogo", complementou.

 

O zagueiro, logo em seguida, tentou contemporizar as declarações.

 

"Não é reclamação, não é desabafo, é só uma forma sincera de se expressar. Vamos chegar lá, jogar com prazer, fazer o nosso melhor e buscar vencer o jogo".

 

OTIMISTA...

O Fluminense fez um péssimo primeiro turno de Campeonato Carioca e não conseguiu se classificar para as semifinais. Gum afirmou que o elenco vem evoluindo ao longo da competição e acredita que vencer o Bangu será uma boa forma de embalar a equipe para os clássicos que virão.

 

"A não classificação no 1º turno foi ruim. Depois evoluímos. E, naturalmente, queremos crescer. Precisamos vencer este jogo e continuar melhorando, para estarmos bem quando chegarem os clássicos e os jogos mais importantes no ano", disse.

 

Depois do Bangu, o Fluminense terá o clássico contra o Flamengo pela segunda rodada da Taça Rio. O local da partida ainda não foi definido.

 

"A postura é vencer todos os jogos e é isso que queremos. O Bangu é considerado menor, mas fez uma boa campanha no primeiro turno (avançou às semifinais), então temos que ter cuidado".

 

Agência Estado

Foto: divulgação Fluminense

Última atualização em Ter, 20 de Fevereiro de 2018 17:20
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 1 de 2751
Banner
Banner

DEPARTAMENTO COMERCIAL

(89)9930-9050

                                                                                                                whatsapp-6in3 copy(89)9401-8521

REDAÇÃO

 

(89)3521-1241

 

 

 

REPORTAGEM

(89)9922-6983

(89)9909-2133

(89)9434-4620


EMAIL

piauinoticias@hotmail.com

:: PIAUÍ NOTÍCIAS ::
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
É permitido a reprodução com autorização ou citação de fonte
linksoft