Banner
Banner
Banner
Banner
Técnicos participam de capacitação sobre regras internacionais de licitação PDF Imprimir E-mail
Seg, 27 de Março de 2017 12:56

O Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan), capacitará técnicos que atuam na área de licitação dos órgãos do Estado envolvidos no Projeto Piauí: Pilares de Crescimento e Inclusão Social, para formação de acordo com as regras de licitação internacionais do Banco Mundial. A capacitação será desta terça-feira (28) até sexta-feira (31), no Tribunal de Contas do Estado (TCE).

 

A Seplan vem coordenando a atuação nos demais órgão para que a implementação do projeto se dê com maior eficiência, celeridade e eficácia.

 

De acordo com a diretora de Crédito Externo da Seplan, Maira Bandeira, esta será a segunda turma formada para fazer as aquisições nas regras de licitação internacionais do Banco Mundial. “Esse treinamento é importante para que as equipes estejam preparadas para a execução da operação e para que os processos de reembolso ocorram sem maiores problemas”, explica Maira.

 

O treinamento “Aspectos de Aquisições na Implementação de Projetos Financiados pelo Banco Mundial no âmbito do Projeto Piauí: Pilares de Crescimento e Inclusão Social – IPF” será ministrado, de 8h30 as 13h30, pelo especialista em aquisições do Banco Mundial, Vinícius Moura.

 

govpi

Última atualização em Seg, 27 de Março de 2017 12:57
 
Duas mulheres são assassinadas neste fim de semana no PI PDF Imprimir E-mail
Seg, 27 de Março de 2017 09:36

cadenaO Núcleo de Feminicídio vai monitorar os inquéritos dos dois casos de assassinatos de mulheres, ocorridos no interior do Piauí, neste final de semana. Em Padre Marcos, a estudante Ana Maria de Sousa, 20 anos, foi morta a tiros a mando do ex-namorado e em Inhuma, o motorista de ônibus Pedro da Silva Pereira, 54 anos, atirou contra a ex-mulher Eliane Silva Nascimento, 23 anos e a sogra Maria Antônia da Silva Nascimento, 46 anos, matando a sogra e depois se matando.

 

 

De acordo com a coordenadora do Núcleo de Feminicídio, Anamelka Cadena, os dois casos estão elucidados e o levantamento preliminar, feito pelas delegacias locais, bem consistentes.

 

 

Ela disse que ainda vai analisar se é necessário que o núcleo auxilie nas investigações, mas acredita que por conta do tempo não será possível. “São só dez dias para finalizar o caso de Padre Marcos (com os suspeitos presos), esse lapso temporal dificulta por ser no sul do estado para pegar uma equipe para investigar. Provavelmente continuará com as delegacias locais e ficaremos acompanhando e auxiliando, trocando informações. Depois, uma segunda via desses casos vem para o núcleo, mesmo que não seja investigado por nós”, explica a coordenadora.

 

 

O ex-namorado da estudante, Edilson Lázaro Leal, foi preso e entregou um adolescente de 16 anos, como sendo o autor dos tiros. O adolescente seria seu vizinho e teria aceitado participar do crime por uma moto e um notebook.

 

 

No caso de Inhuma, mesmo o motorista de ônibus tendo matado a sogra, em vez da esposa, a delegada disse que é tratado como feminicídio pelo suposto motivo que o levou a fazer isso. “A sogra está dentro da violência doméstica e familiar. O ânimo era matar a mulher que havia se separado dele, então todas as pessoas que foram alvejadas, quem quer que ele tivesse acertado, teria essa qualificadora”, afirmou Anamelka Cadena.

 

 

Ela informou que esse inquérito será concluído e arquivado, já que o suspeito morreu. A ex-mulher Eliane Nascimento levou três tiros: um no pescoço, no braço e no peito, mas conseguiu sobreviver. Já sua mãe, Maria Antônia não resistiu ao tiro no abdômen.

 

 

 

 

 

Última atualização em Seg, 27 de Março de 2017 09:49
 
Produção de alimentos e até de celular pode reduzir reservas de água, alerta ONG PDF Imprimir E-mail
Sáb, 25 de Março de 2017 11:56

As ações cotidianas para economizar água envolvem, geralmente, hábitos como diminuir o tempo no banho, fechar a torneira na hora de escovar os dentes ou usar um balde em vez da mangueira para lavar o carro ou a calçada. No entanto, grande parte da população desconhece a chamada água invisível, usada em processos como a produção de alimentos e até de celulares, e que pode reduzir ainda mais as reservas hídricas em tempos de crise de abastecimento.

 

 

Cada pessoa consome diariamente de 2 mil a 5 mil litros de água invisível usada na produção de alimentos, de acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU), divulgados esta semana pelo Instituto Akatu, para marcar o Dia Mundial da Água, 22. Para chegar a esse volume, os pesquisadores analisaram toda a cadeia de produção de bens de consumo.

 

 

Uma única maçã, por exemplo, consome 125 litros de água para ser produzida, segundo a Waterfootprint, rede multidisciplinar de pesquisadores e empresas que estudam o consumo de água nos processos produtivos.

 

 

A pecuária também é responsável por um alto consumo de água. “Para cada quilo de carne bovina, são gastos mais de 15 mil litros de água. Essa quantidade se refere à água e alimentação utilizadas para o gado até que ele atinja a maturidade e também a tudo que é gasto no processo do frigorífico, como limpeza e resfriamento do ambiente”, informa o Instituto Akatu, organização não governamental que trabalha pela conscientização e mobilização da sociedade para o consumo consciente.

 

 

Essa água invisível não está somente na produção de alimentos. De acordo com pesquisa da Mind your Step, feita a pedido da Friends of the Earth, entidade de proteção do meio ambiente, a produção de um smartphone consome em torno de 12.760 litros de água – o equivalente ao volume transportado por um caminhão-pipa médio.

 

 

Para fazer uma calça jeans, são consumidos 10.850 litros de água durante toda a cadeia produtiva. O volume é suficiente para suprir o consumo de uma residência média no Brasil por mais de três meses, segundo a instituto. “Essa quantidade contabiliza desde a água gasta na irrigação do algodoeiro, material usado para fabricar o tecido, até a água da confecção da peça.”

 

 

Segundo a ONG, as empresas precisam melhorar os processos de produção para conseguir usar a água de forma mais eficiente. "Do ponto de vista empresarial, é preocupante ser dependente desse recurso que é cada dia mais escasso. E essa preocupação não deve ser só das empresas. As políticas públicas devem contribuir para evitar desperdício hídrico e garantir a preservação dos mananciais. E, além disso, cada pessoa e cada família pode fazer a sua parte buscando consumir apenas o necessário, evitando o desperdício desse recurso tão essencial”, destaca o presidente do Instituto Akatu, Helio Mattar.

 

 

Dicas de economia

O Instituto Akatu elaborou algumas dicas que podem evitar o gasto excessivo da água invisível:

- Dê preferência aos itens duráveis em vez dos descartáveis;

- Faça o uso compartilhado de bens e serviços. Se possível, alugue-os temporariamente ou combine o uso comunitário, entre várias pessoas;

- Produtos concentrados, como de higiene ou limpeza, utilizam menos água em sua produção e transporte; por isso, devem ter preferência em relação aos produtos diluídos;

- Dê preferência aos alimentos produzidos próximos ao local onde você mora e compre aqueles que são da estação, pois isso fará com que durem mais e não haja desperdício;

- Aproveite cascas, sementes, talos e folhas de legumes, verduras e frutas. Essas partes, que muitas vezes são jogadas fora, têm nutrientes e podem ser aproveitadas em muitas receitas;

- Diminua o consumo de carne bovina, que exige muita água em sua produção. Você não precisa eliminá-la de sua dieta, mas pode consumi-la com menos frequência, substituindo-a por outras fontes de proteína – e assim diminuir o impacto negativo de sua produção no meio ambiente e, consequentemente, na vida das pessoas;

- Antes de fazer qualquer compra, reflita sobre a necessidade de adquirir um novo item. Pense se você não pode pegar o item emprestado, comprar o produto usado, ou fazer uma troca com outra pessoa;

- Promova uma feira de trocas com os amigos e parentes. Artigos como roupas, acessórios, bijuterias, livros, entre outros, podem ser reaproveitados e ganhar uma nova vida nas mãos de outra pessoa.

 

 

 

 

AgênciaBrasil

Última atualização em Sáb, 25 de Março de 2017 12:04
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 1 de 2596
Banner
Banner

DEPARTAMENTO COMERCIAL

(89)9930-9050

                                                                                                                whatsapp-6in3 copy(89)9401-8521

REDAÇÃO

 

(89)3521-1241

 

 

 

REPORTAGEM

(89)9922-6983

(89)9909-2133

(89)9434-4620


EMAIL

piauinoticias@hotmail.com

:: PIAUÍ NOTÍCIAS ::
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
É permitido a reprodução com autorização ou citação de fonte
linksoft