Um estudo publicado no "Journal of Allergy and Clinical Immunology" nesta quarta-feira (11) demonstra como vacinas podem ser utilizadas com sucesso no tratamento de alergias.

Uma boa parte das alergias ocorre quando o sistema imunológico percebe alguns alimentos como "invasores" a serem atacados. Como se o amendoim virasse um vírus, por exemplo.

A partir dessa premissa, assim, cientistas da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, desenvolveram uma vacina capaz de fazer com que o sistema imune não reaja a substâncias presentes no amendoim como se elas fossem atacar o organismo.

"Alergia alimentar explodiu em prevalência e incidência, mas ainda sabemos muito pouco sobre isso," diz James Baker, pesquisador que coordenou o estudo, em nota.

Em testes em camundongos, três doses mensais de uma vacina aplicada pelo nariz protegeram ratos de reações alérgicas. Ao todo, a vacina foi desenvolvida após quase duas décadas de estudo.

Os ratos responderam às alergias a amendoim de forma similar aos humanos afetados, com sintomas que incluíam coceira na pele e dificuldade para respirar.

O estudo avaliou a proteção contra reações alérgicas duas semanas após a administração da dose final da vacina.

Pesquisadores acreditam, no entanto, que a proteção contra a alergia seja duradoura e vão continuar acampanhando as cobaias.

Vacinas contra alergia

Atualmente, os Estados Unidos possuem vacinas que tratam a reação alérgica depois que elas ocorreram. O objetivo do estudo dos cientistas, no entanto, é evitar o surgimento das alergias em primeiro lugar.

O próximo passo da pesquisa é a avaliação da eficácia da vacina em seres humanos e estender os estudos em camundongos.

"Estamos mudando a maneira como as células imunológicas respondem quando expostas a alimentos que podem levar à alergia", diz a especialista Jessica O'Konek, principal autora do estudo, em nota.

 

G1

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) determinou nesta terça-feira (10) a proibição da venda de lotes de chocolate em barra da marca Bel, além do recolhimento de um lote de água mineral da marca Santa Rita do Sapucaí e de três lotes de queijo mussarela da Laticínios Santa Tereza Eirel.

No Diário Oficial da União de hoje, a agência comunicou a proibição de 4 lotes do chocolate "Barra de Confeiteiro ao Leite" da marca Bel.

A empresa ZD Alimentos S.A., responsável pelo produto, informou à agência que já encaminhou o comunicado de recolhimento voluntário do produto após verificar a presença de filamentos metálicos (mistura de metal com um polímero de ligação) em alguns lotes do chocolate.

Mesmo com o comprometimento da empresa a recolher os lotes dos mercados, vale conferir o prazo de validade dos produtos:

5 de março de 2019

6 de março de 2019

7 de março de 2019

8 de março de 2019

Com a medida, a agência proibiu a comercialização dos produtos afetados em todo o território nacional.

Água mineral contaminada

A Anvisa também exigiu o recolhimento do lote 1702 da água mineral natural da marca Santa Rita do Sapucaí. Segundo a agência, a água apresentou resultado insatisfatório para Pseudomonas aeruginosa, uma bactéria que pode causar infecções.

A água é fabricada pela empresa Fonte Azul indústria, Comércio e Empreendimentos Imobiliários Ltda..

O lote 1702 proibido pela Anvisa tem data de fabricação no dia 13 de setembro de 2017 e validade em 13 de setembro de 2018.

Queijos com bactérias nocivas

Já a indústria de Laticínios Santa Tereza Eirel terá de recolher três lotes de diferentes produtos após constatar a presença da bactéria Listeria monocytogenes, que pode causar doenças em seres humanos. O comunicado de recolhimento foi emitido pela própria fabricante.

Veja abaixo os produtos proibidos para a venda:

Queijo Mussarela Fatiado

Lote: 065/8

Fabricação: 8/3/2018

Validade: 8/5/2018

Queijo Mussarela Fatiado

Lote: 066/8

Fabricação: 9/3/2018

Validade: 9/5/2018

Queijo Mussarela (peça)

Lote: 053/5

Fabricação: 22/2/2018

Validade: 22/6/2018

A Anvisa informou que as empresas devem "promover o recolhimento dos estoques existentes no mercado referentes aos lotes citados."

 

huffPostbrasil

Para quem não sabe, AVC é o entupimento ou rompimento dos vasos que levam sangue ao cérebro. Quando isso acontece, há uma paralisia na região, pois ela não recebe fluxo sanguíneo. E as principais vítimas são as mulheres.

De acordo com a Organização Mundial de AVC (World Stroke Organization), seis, em cada dez mortes por AVC, acontecem com mulheres. E não é só isso! Uma em cada cinco mulheres sofre desse mal.

cerebro

Até os 50 anos, a chance de ter um AVC é maior nos homens. Após essa idade, a probabilidade passa a ser maior nas mulheres, devido às mudanças que ocorrem no corpo delas.

Existem dois tipos de AVC:

  1. O isquêmico, quando ocorre o entupimento dos vasos que levam o sangue até o cérebro.
  1. O hemorrágico, que rompe os vasos sanguíneos provocando sangramentos no cérebro.

“Mas o que será que causa esse tipo de problema” - você deve estar se perguntando. Bom, lá vai uma pequena lista de possibilidades de causa para a ocorrência de AVC:

- Uso de anticoncepcionais (especialmente no caso de mulheres com hipertensão)

- Reposição hormonal após a menopausa

- Colesterol

- Diabetes

- Sedentarismo

- Má alimentação

Note que o estilo de vida das mulheres mudou muito nos últimos anos. Elas estão bebendo, fumando e se estressando muito mais. Por causa disso, o risco de AVC só fez aumentar nas últimas décadas.

Infelizmente, o AVC no sexo feminino é sempre mais agressivo, podendo deixar sequelas graves e irreversíveis. Sendo assim, é importante que as mulheres estejam atentas aos sintomas.

Aqui estão os principais:

  1. Perda de equilíbrio

A pessoa que está sofrendo um acidente vascular cerebral perde o equilíbrio e coordenação.

  1. Problemas com a visão

É outro sinal muito importante.

Se a pessoa fica com dificuldades visuais (vista escura, borrada), ela pode sim está passando por um acidente vascular cerebral.

  1. Paralisia na face

O derrame se revela também na face: uma parte do rosto fica paralisado, os olhos podem ficar sonolentos e a boca pode ficar torta.

  1. Fraqueza nos braços

Em um AVC, os movimentos dos braços serão afetados.

A pessoa sentirá fraqueza neles.

  1. Alterações na fala

A pessoa que está tendo um AVC tem dificuldade para falar, pronunciando as palavras de forma arrastada.

  1. Dor de cabeça

Uma dor de cabeça súbita e severa pode ser um sintoma de AVC, especialmente quando combinada com um ou mais dos sintomas descritos aqui.

  1. Confusão mental

A dificuldade de articular ou compreender um pensamento é outra característica de quem está tendo um AVC. Caso você perceba um ou mais desses sinais, procure um médico imediatamente.

O tratamento e a reabilitação dependem muito do tipo do AVC e o quanto ele danificou a saúde do paciente. Às vezes, a doença não deixa nenhuma sequela, mas é possível também que cause consequências graves, impossibilitando a pessoa a sair da cama ou a levando a morte.

Outras doenças também podem contribuir com o desenvolvimento do AVC, como:

- Hipertensão

- Diabetes

- Obesidade

Você pode reduzir bastante as chances de ter AVC, garantindo uma boa alimentação e exercícios físicos.

 

curapelanatureza

Uma norte-americana descobriu que estava com câncer colorretal após passar meses acreditando que seus problemas digestivos eram fruto de intoxicação alimentar e estresse.

Agora, ela compartilha sua história com o objetivo de conscientizar pessoas quanto à necessidade de buscar ajuda médica e não se autodiagnosticar.

Mulher descobre câncer após ignorar sintomas

Em entrevista do site Today, a mulher de 34 anos contou que tinha crises de diarreia há dois anos, mas acreditava que eram causadas por dieta ou estresse, já que sua carga de trabalho muitas vezes era intensa e a levava a comer em food trucks e restaurantes delivery.

O caso começou a ficar preocupante com a permanência dos sintomas. Em janeiro de 2017, ela percebeu sangue nas fezes e a diarreia começou a acontecer dia sim, dia não, mas ainda assim pensou que a culpa era de seu estilo de vida.

Pouco tempo depois, a mulher resolveu ir a um gastroenterologista, que receitou exames e descobriu a presença de uma bactéria maléfica no intestino, a Escherichia coli. A paciente tomou antibióticos a fim de eliminá-la, mas os sintomas não passaram, pelo contrário, ficaram piores.

Durante a preparação para colonoscopia, a mulher teve uma crise intensa de vômito, o que levou médicos a optarem por um procedimento menos invasivo, a sigmoidoscopia, que revelou um tumor no cólon.

Após uma biópsia, veio o diagnóstico inesperado: câncer de cólon em estágio 4.

A paciente ficou chocada pois não tinha histórico familiar que justificasse o aparecimento desse tipo de câncer.

O câncer havia se espalhado e o tratamento indicado foi a remoção cirúrgica de parte do cólon e 75% do fígado, além de seu apêndice, vesícula biliar e cerca de 20 gânglios linfáticos.

Antes do procedimento, a paciente teve de se expor à radiação para tentar reduzir o tamanho do tumor. Depois, teve de realizar seis meses de quimioterapia que fizeram seu câncer regredir.

"Foi como a pior ressaca da vida, mas por seis meses. Estou tolerando relativamente bem porque sou mais jovem e estava bem saudável antes", afirmou a mulher.

Como há 50% de chance de o tumor voltar, ela terá de passar por acompanhamentos constantes. Ainda assim, se sente mal pelo excessivo tempo que levou para procurar ajuda. "Não há sorte em contrair câncer, mas ainda sinto que tenho muita sorte. Minha mensagem é: 'Pare de se autodiagnosticar e, por favor, vá ao médico'", insistiu.

Sintomas de câncer de cólon

Câncer de cólon é um tumor que afeta especificamente o intestino grosso e o reto e que geralmente é fruto de fatores genéticos, externos e maus hábitos alimentares, como dieta gordurosa e com poucas fibras.

A doença é mais comum em pessoas mais velhas, mas pode ocorrer em jovens também.

Esse tipo de câncer no intestino gera sintomas inespecíficos, mas alarmantes, como:

Mudança no hábito intestinal, como diarreia ou constipação

Sangramento nas fezes e anal

Perda de peso inexplicada

Dor abdominal persistente

Suor noturno

Anemia

Recomenda-se buscar ajuda médica assim que forem notados esses sintomas, já que o diagnóstico nas fases iniciais aumenta a probabilidade de o prognóstico ser bom.

 

Vix

Planeta Baterias
Casa da Vóvo
Luan Gás
Tem contabilidade
Primeiro de Maio  - Ache Floriano
Store Shoes
Otica Visão - Ache Floriano
Planeta Baterias - Ache Floriano
Tatiana Gás
sdsdsdsds