O vereador Salomão Holanda que não estava definido quanto ao voto no processo eletivo da Câmara Municipal, ou seja, não tinha afirmado em quem votar na eleição dessa quinta-feira, 21, anunciou ao piauinoticias que deve dar apoio ao presidente Mauricio Bezerra, atual presidente.

salamo

Salomão que já teve como presidente elogiou as ações do atual presidente e disse, “não tem pretensão de ser presidente e não estou preparado para ser candidato nos próximos anos”.

O ex-presidente agradeceu ao vereador Mauricio pelas ações desenvolvidas no Poder Legislativo.

O outro vereador que afirma ter pretensões de presidir o Poder é o Dessim, mas até o momento nem um dos seus colegas parlamentares, pelos menos os que foram ouvidos pelo piauinoticias, declarou apoio ao seu projeto interno.

 Liacir desiste de candidatura na Câmara e declara apoiar Mauricio

Braga declara apoio ao Mauricio na eleição da Câmara de Vereadores

 Oka diz que não chegou a sua hora de ser presidente da Câmara de FLO

Vereador Flávio, do PDT, revela quem apoiar na eleição da Câmara

Akássio diz que não é candidato no Poder e que já tem quem apoiar

Tudo se encaminha para que Maurício dê continuidade ao trabalho, diz Miguel

 

Outros vereadores já declararam apoio ao Mauricio Bezerra

 

 

 

Da redação

Sob protesto dos professores que lotaram as galerias e dos deputados de oposição que se retiraram do Plenário, a Assembleia Legislativa aprovou, besta quarta-feira (20), o Projeto de Resolução da Mesa Diretora que anulou, por 18 votos contra 10, as duas votações que rejeitaram os vetos do governador Wellington Dias aos reajustes salariais dos professores, dos policiais militares e agentes penitenciários. Em seguida, o Plenário aprovou, com 18 votos e 17 votos respectivamente, as Mensagens 33/18 e 34/18 do Poder Executivo que vetam os reajustes salariais.

A Mensagem 33/18 garantia aos professores de educação básica aumento de 6,81% e de 3,95% para o pessoal técnico e administrativo da Secretaria de Educação, enquanto a Mensagem 34/18 assegurava reajuste de 3,95% para os policiais militares, bombeiros militares, policiais civis, agentes penitenciários e procuradores do Estado.

Antes da votação, o líder do Governo, deputado Francisco Limma Lula (PT), pediu que os parlamentares da situação votassem para manter os vetos do governador. Em seguida, o deputado Robert Rios (DEM), líder da oposição, disse que hoje era o dia da vergonha para a Assembleia Legislativa e que a anulação das votações dos vetos poderia ser questionada na Justiça.

Os deputados Luciano Nunes (PSDB), vice-presidente da Alepi, afirmou que nenhum parlamentar de oposição apoiou a anulação das votações dos vetos, enquanto o deputado Marden Menezes (PSDB) afirmou que o povo pode entrar na Justiça contra a decisão do plenário da Assembleia Legislativa.

O deputado Dr. Pessoa (SD) declarou que estava envergonhado e que não ficaria no plenário durante a votação. Por sua vez, o deputado Gustavo Neiva, líder do PSDB, afirmou que a oposição defendeu o aumento salarial para os professores, policiais civis e militares, agentes penitenciários e procuradores do Estado.

O deputado Evaldo Gomes (PTC) fez a chamada nominal dos deputados para a votação. A Mensagem 33/18 que veta o aumento para os professores e trabalhadores da educação recebeu 18 votos favoráveis, enquanto a Mensagem 34/18 que veta o reajuste para as outras categorias de servidores recebeu 17 votos favoráveis.

A Mesa Diretora justificou a anulação das votações que rejeitaram os vetos do governador assinalando que seguiu orientação da Procuradoria Geral da Assembleia Legislativa. De acordo com a PGE, a Mesa Diretora não poderia promulgar aumento salarial para os servidores públicos acima da inflação durante o período eleitoral e orientou para a realização de votação aberta das Mensagens do Poder Executivo.

Reação -  O deputado Nerinho (PTB) reagiu ao discurso do deputado Marden Menezes (PSDB) e acusou a oposição de "jogar para a platéia" ao questionar o veto governamental a projeto de reajuste para os professores. Nerinho disse que o presidente Temístocles Filho não assinou a derrubada do veto porque se tornaria inelegível, mas os oposicionistas Luciano Nunes, Rubem Martins e Juliana Moraes Souza poderiam ter assinado, mas também não o fizeram, pelo mesmo motivo.

 

Alepi

O vereador Fábio Braga, de Floriano, faltou na sessão dessa terça-feira, 20, quando os seus colegas parlamentares pararam os trabalhos do Legislativo para fazer uma homenagem ao ex-vereador Enoque Ramos, falecido no final da tarde de ontem.

Foi feito um minuto de silêncio em homenagem ao ex-parlamentar.pp

O registro da imagem dos vereadores e da vereadora Maria da Guia foi feita pelo Carlos Iran, colaborador deste portal de notícias.

O vereador Braga num contato com o piauinotícias disse que estava com problemas de saúde, por esse motivo não compareceu aos trabalhos.

 

Da redação

As informações confirmam que as tarifas de embarque nos terminais rodoviários de Floriano e Picos foram reajustadas mais uma vez. A portaria Nº 18 é de 15 de junho e foi assinada pelo Guilhermano Pires, secretário Estadual de Transportes.

terminal

Os valores reajustados começaram a valer nessa terça-feira (19). O último reajuste aconteceu em dezembro do ano passado. O Terminal Rodoviário Dr. Filadelfo Freire de Castro, em Floriano, e o Terminal Rodoviário Zuza Baldoíno, de Picos, terão as mesmas tarifas de acordo com a classificação.

Para viagem interestadual será cobrada a tarifa de R$ 4,60, em caso de longa distância acima de 120 km, o valor cobrado será de R$ 3,50.

Já para média distância entre 40 km e 120 km a tarifa cobrada será de R$ 2,40 e para curta distância de até 40 km será de R$ 1,32.Segundo a portaria, o referido reajuste foi realizado considerando as condições contratuais dos Contratos nº 002/2015 e 003/2015 – SUPARC/SEGOV/PI, bem como o entendimento manifestado através do Relatório nº 003/2018 do Comitê de Monitoramento em consonância com o exposto no relatório produzido pela Assessoria Técnica - Apoio Financeiro SUPARC (Superintendência de Parcerias e Concessões).

Com informações do GP1

sdsdsdsds