gustO deputado Gustavo Neiva (PSB) disse hoje (24) que os empréstimos que estão sendo pleiteados pelo Governo do Estado junto à Caixa Econômica Federal vão custar ao tesouro o total de R$ 1.655.333.498,98 quando estiverem quitados, apesar do valor liberado ser de apenas R$ 900 milhões. A diferença é relativa aos juros aplicados às 108 parcelas que o Estado será obrigado a pagar. Segundo ele, os dados estão em documento elaborado por técnicos do Tribunal de Contas do Estado.

Ele explicou que sobre o empréstimo de R$ 600 milhões serão pagos R$ 455.149.124,10 de juros e sobre o segundo mais R$ 285.184.076,76 somente de juros. “O TCE está fazendo isso para alertar sobre o risco dessa sangria nos cofres públicos, para demonstrar a necessidade de zelo com o dinheiro do povo e a população não tinha ainda a dimensão dessa gravidade”, afirmou.

O deputado disse ainda que o TCE afirma que a reversão de fonte não possui respaldo em nenhuma norma contábil, sendo uma aberração prestar contas de uma obra, depois anular essa conta e pagá-la em outra fonte. “Pior ainda, a prestação de contas são de obras que não existem, como a Transcerrados, como o calçamento de Floriano, a estrada de Avelino Lopes a Morro Cabeça no Tempo, de Corrente a Serra da Mangabeira, dentre tantas outras”, afirmou.

Pediram aparte ao pronunciamento de Gustavo Neiva os deputados Édson Ferreira (PSB), Marden Menezes (PSDB), Dr. Pessoa (SD) e Robert Rios (DEM). Édson Ferreira disse que os mais grave de tudo é que as obras que deveriam ter sido executadas com a primeira parcela de R$ 300 milhões já liberada não foram feitas e portanto, a prestação de contas não foi feita. “Impossível ter prestação de contas se não tem obras”, disse. Ele também pediu que a CEF, o TCE e o TCU façam uma fiscalização in loco das obras que o governo alegar ter executado.

Marden Menezes quer saber para onde foi o dinheiro do empréstimo e lembrou que a oposição aprovou o empréstimo, mas o governo teima em dizer que os parlamentares são culpados pela não liberação das parcelas restantes. “Fiscalizar é o nosso papel e o nosso dever. A oposição não pode aplaudir uma prestação de contas falsa que foi rejeitada pela Caixa, não pode aplaudir o sumiço de R$ 300 milhões”, afirmou.

Dr. Pessoa disse que o Supremo Tribunal Federal tem que tomar conhecimento dos fatos para que eles sejam esclarecidos e ressaltou que o papel dos deputados é legislar e fiscalizar, o que vem sendo feito com responsabilidade por todos eles. “As instituições precisam ser respeitadas em seu papel constitucional”, acentuou.

Robert Rios disse que o governo tem se portado como perdulário com os recursos públicos, enquanto praticamente todas as categorias estão em greve, não há recursos para custeio da saúde e da educação, os terceirizados estão com os salários atrasados. Afirmou também que o empréstimo está vindo com o aval do senador Ciro Nogueira, um dos homens mais investigados pela Polícia Federal neste momento. “Eu não confiaria em um empréstimo desse senador”, finalizou.

 

Alepi

O vereador Bilú, de oposição em Floriano, já confirmou quem deve apoiar como pré-candidato a Câmara Federal.

O parlamentar que já confirmou ser pré-candidato a uma Cadeira na Assembleia Legislativa do Estado – ALEPI- afirmou ao piauinoticias que não sabe quem apoiar para o governo do estado.

bilu

Não tenho candidatos ao Governo e nem ao Senado, disse o vereador Bilú que completou “eu sou com o Marcelo Castro. Vai depender das coligações do PMDB que eu não sei, pois, o partido é grande e eles é quem definem lá cima. Mas, a minha vaga de deputado estadual o Marcelo já garantiu”.

O vereador diz que apoia o Lula em qualquer situação e declarou mais, “ quem o Lula apoiar, se ele não for candidato, eu voto e peço para os amigos votarem nele”.

O parlamentar da Câmara florianense afirma que o ex-presidente facilitou a vida do pobre e deu como exemplo a sua atividade diária, “o Lula foi quem deu condições para o pobre ter alguma coisa. Filho de pobre não ia para a faculdade e Lula deu a condição. Aparelho de celular e moto o pobre não tinha, mas hoje chuta de pé. No tempo do Fernando Henrique Cardoso eu botava um quarto de boi e não vendia, mas quando o Lula entrou, botei uma banda e depois um boi e vendia tudo. Isso porque o pobre tinha poder de compra, o dinheiro circulava nas mãos das pessoas’.

O vereador Bilu foi eleito no PMDB, que tem como presidente de honra o ex-vereador Almir Reis, e tem se mostrado insatisfeito no grupo. Quando foi perguntado sobre a situação no partido local ele disse, “o Diretório está bem! O Willams Arrais é um amigo, se trata de um jovem como eu também. Estudou direito como eu e não tenho nada contra o Willams. Inclusive eu falei com o Marcelo que não quero nem pensar em destituir o diretório do PMDB. Eu sou pelos amigos aqui!”.

Bilu foi o vereador eleito em Floriano pelo PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro) e o mais bem votado. Ele teve 2.97% do eleitorado ou 1,032 votos. 

O vereador que pré-candidato a ALEPI já declarou que estará disputando a prefeitura de Floriano em 2020, dando certo ou não a campanha de deputado estadual a ser disputada em outubro deste ano.

 

 

Da redação

A reunião que houve envolvendo o líder sindical Gildênio Lopes, do Sindicato dos Servidores de Floriano, e outros sindicalistas com o secretário James Rodrigues, do Governo de Floriano, teve um resultado positivo.

sindicalista

A declaração foi feita pelo próprio sindicalista Gildenio que afirmou, “tratamos sobre reajustes em nosso plano visando melhorar a tabela de vencimentos e as leis. Nós tivemos uma boa conquista nesses as últimas reuniões e o secretário James Rodrigues, bem como o prefeito Joel, de Floriano, tiveram que fazer alguns reajustes e, vale ressaltou que a Câmara também já está aguardando algumas alterações”.

O secretário James após se reunir com um grupo de sindicalistas disse, “fizemos a oitiva de cada uma das categorias de forma responsável e serena sempre buscando o equilíbrio entre as dificuldades do servidor e ainda as possibilidades econômicas do município, isso porque no Plano de Cargos e Salários é muito importante assegurar direitos”.

De acordo com James, após ouvir as categorias um Projeto de Lei deverá ser enviado à Câmara Municipal.

Quanto aos pedidos muitas serão analisadas e ele disse mais, que o foco da gestão municipal é valorizar cada classe, contudo, acrescentou, nem tudo que foi solicitado poder ser atendido pela administração.


“Nem tudo aquilo que eles desejam é possível atender, isso, em face das dificuldades financeiras”, colocou James.

 

Da redação

O ex-vereador irmão Carlos Antônio, de Floriano, continua sem tomar suas decisões sobre quem deve apoiar nas eleições que se aproximam. Em outubro os eleitores estarão indo as urnas para escolherem o governador, os deputados estaduais, federais e os senadores.

carlosant

Carlos esteve numa visita ao portal nesta manhã e numa entrevista disse que tem conversado com várias lideranças locais e do Estado, que tem recebido convites, mas que não tomou uma decisão ainda quanto ao rumo que deve seguir.

“Recebemos o convite do partido do Trabalhadores há cerca de 15 dias, para uma possível filiação ao PT a nível de Estado do Piaui. Por isso, estamos vendo os acontecimentos com o partido e acompanhando tudo o que vem acontecendo com o ex-presidente Lula e com o nosso País. Temos feito algumas reflexões e tomaremos uma decisão de forma política e sábia”, disse o Carlos afirmando que a sua decisão está na direção de Deus, que tem conversado com o seu filho e vereador Dessim e, o que importa, cita, é que as lideranças que ele apoiar devem ter amor pela cidade e pelo Estado.

Carlos lembra que ele e o vereador Dessim fazem parte do grupo da base do prefeito Joel, em Floriano, e completou, “evidente que o grupo do prefeito Joel Rodrigues tem os seus pré-candidatos e isso não significa dizer que temos a obrigação de apoiar os nomes do grupo do prefeito. Mas, isso também não significa dizer, que nós não iremos apoiar. Precisamos ter uma conversa. É quilo que lhe falei. É com diálogo que vamos analisar e ver o que é bom, tanto para a cidade, quanto para o nosso estado do Piauí”.

O ex-vereador disse mais, que o PT vem ganhando a sua simpatia e que, o que está acontecendo com o ex-presidente Lula vai de desencontro ao que dizem na mídia. 

Ele já confirmou que deve trabalhar na campanha com o suplente de deputado federal Silas Freire que vai tentar uma vaga como titular da Câmara Federal.

 

Da redação

Planeta Baterias
Drogalider
Tem contabilidade
Casa da Vóvo
Primeiro de Maio  - Ache Floriano
Otica Visão - Ache Floriano
Store Shoes
Planeta Baterias - Ache Floriano
Dr Kelmar - Ache Floriano
sdsdsdsds