O presidente do Conselho Deliberativo, CDE, do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí, Antônio de Almendra Freitas Neto, esteve reunido ontem (11) com o cônsul geral dos Estados Unidos, John Barrett.

O encontro contou também com a participação dos diretores superintendente do Sebrae no Piauí, Mário Lacerda; técnico, Delano Rocha; e administrativo-financeiro, Júlio César Filho; além do gerente do Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Piauí, Fiepi, Islano Marques; e dos empresários Ney Paranaguá e Rodrigo Lima.

DivulgaçãoO presidente do CDE do Sebrae no Piauí, Freitas Neto, e o cônsul geral dos Estados Unidos, John BarrettO presidente do CDE do Sebrae no Piauí, Freitas Neto, e o cônsul geral dos Estados Unidos, John Barrett
Na oportunidade, foi discutida a elaboração de um modelo de intercâmbio entre o Sebrae no Piauí e a Small Business Administration, SBA, agência do Governo dos Estados Unidos, que fornece apoio a pequenas empresas com foco no fortalecimento da economia americana. 

Divulgação
“Com esse intercâmbio, teremos a oportunidade de conhecer de perto como se desenvolvem e se estruturam os pequenos negócios no mercado americano, incorporando novas experiências ao nosso atual modelo de atuação”, comenta o presidente do CDE do Sebrae no Piauí, Freitas Neto.

Ainda segundo Freitas Neto, esse intercâmbio deve favorecer também as exportações de produtos oriundos de pequenos negócios. “Essa aproximação com a SBA facilitará o acesso às informações necessárias para que os pequenos negócios piauienses possam se adequar e ingressar no processo de internacionalização, especialmente com foco naquele mercado”, acrescenta.

Durante o encontro, foi discutida também a organização de um “prospect” para startups do Piauí em ecossistemas de base tecnológica nos Estados Unidos.