O vereador Manoel Simplício que esteve deputado estadual e que administrou o município florianense por três vezes, se manifestou sobre o momento eleitoral que envolve o capitão Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, ambos numa disputa pela presidência do Brasil. Os candidatos estão em um segundo turno que vai se realizar no dia 28 deste mês.

manoelsim

O Nordeste, realmente, é uma região que se dedicou ao regime do PT, é uma seita podemos dizer assim. Aqui quem manda é o PT. Vimos o resultado das eleições que foi uma surpresa em todo o País, mas o Nordeste realmente a partir da Bahia, Pernambuco, Ceará e Piauí deram uma grande maioria ao candidato do PT. É o que estamos vendo, mas o resto do País pensa diferente, pensou diferente, votou diferente e não elegeu o Jair Bolsonaro logo no primeiro turno pelas consequêcias de uma eleição, coisas que acontecem. Se trata de uma eleição muito difícil, disse o vereador Manoel lembrando que Bolsonaro passou boa parte da campanha anterior internado num hospital e não pôde fazer a sua campanha e completou, “o povo brasileiro entendeu que o candidato Jair Bolsonaro merecia ser votado em todo o País”.

O vereador com a sua experiência política disse mais, que nesse segundo turno o povo está confirmando o voto ao presidenciável militar e completou, ” pelo que a gente ouve falar é que o resultado vai ser positivo. Muita gente tem falado que não votou no Bolsonaro no 1º turno, mas que vai votar no segundo turno. Isso quando pega, acontece! ”.

Em outros estados, disse, as pessoas tem tido a mesma visão em relação ao processo eleitoral e finalizou, “espero que com a votação do dia 28 o brasileiro tenha um presidente que possa resolver os problemas do nosso Brasil, tranquilizar a nossa nação que está sem domínio, sem respeito e a coisa não pode continuar assim. Vamos torcer para que isso aconteça, queremos um País com democracia, mas com uma democracia de respeito, que se possa viver em paz, pois ninguém tem mais paz em lugar nenhum.

O vereador foi recentemente uma das vítimas da violência em Floriano. Ele sofreu uma tentativa de homicídio. Hoje, devido ao atentado, o parlamentar só anda com um segurança.

 

Da redação

sdsdsdsds