Os médicos do Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano (PI), que estavam certos de paralisar suas atividades na quinta e sexta-feira, próximo dois dias, talvez não irão paralisar mais as suas funções.

hospital

A classe, de acordo com o Dr. Justino, via telefone ao piauinoticias, teve a algumas das cobranças resolvidas pelo governo.

Os profissionais programaram parar as atividades nos dias 20 e 21 de setembro o foco, era chamar atenção das autoridades de saúde sobre a situação da saúde pública.

Nós tivemos questões resolvidas, disse o Dr. Justino, afirmando que deve manter um contato com os colegas da categoria para saber se ainda é viável a manifestação.

Entre as reivindicações e denúncias está o atraso salarial referente aos meses de junho, julho e agosto, sendo que alguns repasses foram feitos nesses últimos dias e ainda melhores condições de trabalho; falta de insumos para trabalhar; estruturas insalubres no repousou médico e falta de adequação do repouso para as médicas.

Há ainda a questão de um não cumprimento de um acordo feito em dezembro de 2017, onde foi estipulado um calendário de pagamento de 2018 pelo Governo do Estado do Piauí.

 

Da redação