A Unidade Básica de Saúde - UBS Helvídio de Holanda Barros, localizada no bairro Manguinha, será o cenário de um projeto piloto que busca facilitar o atendimento dos pacientes fora do horário comercial. O projeto Anjos da Noite, levará atendimento médico e de enfermagem aos pacientes da comunidade, que serão atendidos pela unidade, no horário das 17h às 21h.

Segundo a coordenadora do projeto, Lucilene Ribeiro da Silva, uma vez por mês o atendimento vespertino será transferido para à noite, contemplando os pacientes que tem dificuldade em receber assistência médica na UBS, em horário comercial, com exceção da primeira experiência, a ser realizada nesta quinta-feira (21), onde a unidade não funcionará pela manhã, para realização da organização interna e adaptação para a nova modalidade, abrindo normalmente à tarde e pela primeira vez, à noite.

Pensando no bem estar e melhor atendimento da população, o grupo de apoio aos fumantes também funcionará nos dias de atendimento noturno. Segundo a secretária municipal de Saúde, Thais Braglia, conforme a demanda, o atendimento noturno também será realizado em outros dias e contemplará outras unidades, beneficiando diversos bairros do município. O agendamento das consultas pode ser realizado, exclusivamente nestes casos, através do agente de saúde ou na própria UBS.

site 

No Piauí os deputados do MDB iveram uma na noite desta quarta-feira, 21, e na pauta uma discussão voltada a renovação do Diretório Municipal, mas também, a reforma administrativa encaminhada à Assembleia Legislativa pelo governador Wellington Dias (PT). 

João Madison falou do encontro e defendeu que o governador Wellington Dias (PT) inicie a divisão dos cargos.

diasd

“O governador já poderia começar a indicar. Ele já sabe o que vai ficar. Ele já pode indicar os espaços dos partidos. Os espaços do interior devem ser imediatamente discutidos com a base aliada. Isso é importante para tranquilizar quem votou no governador. Já conversei com líderes do governo para levar isso para o governador”, disse.

Para o partido do MDB, Wellington Dias precisa reavaliar questões como o fim da Fundação Hospitalar.

Na gestão passada, a pasta era do partido e tinha como diretor o deputado Pablo Santos (MDB).

“Temos alguns problemas que precisam ser discutidos. Cito a questão do aumento dos servidores, se isso é constitucional ou não, vamos votar e depois ter problema. Discutimos ainda a questão da Fundação Hospitalar. Precisamos saber se a extinção é prejudicial ou não. Isso precisa ser visto. Não deveria ser extinta. O governador mandou a proposta e precisamos analisar com calma”.

O partido espera uma conversa com o governador.

“Não podemos impor nada ao governador. Vamos esperar o que será dado ao partido e dentro dessa conversa vamos reunir a sigla e dialogar para saber qual é a identidade de cada um e dentro desse leque de espaço que o governador deve mandar, vamos sentar e discutir. Só deverá ser discutido depois da reforma”, avaliou.

 

 

 cidade verde

Entre os jovens brasileiros, o narguilé virou moda como alternativa ao cigarro, porém, muitos não sabem que o uso pode trazer riscos à saúde. A Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Instituto Nacional do Câncer (INCA) alertam que um período de 20 a 60 minutos inalando a fumaça do narguilé equivale a fumar cerca de 100 cigarros.

ciro

Pensando nisso, o senador Ciro Nogueira (Progressistas) apresentou um projeto (PL 641/2019) para obrigar as empresas fabricantes e os estabelecimentos comerciais que vendem o produto a colocarem alertas nas embalagens, acessórios e locais de venda sobre os riscos à saúde associados ao uso de narguilé.

Para Ciro Nogueira, é preciso conscientizar todos os usuários que o consumo de narguilé é prejudicial. “Muitos utilizam acreditando que se trata de um hábito que não faz mal, mas pesquisas sobre o efeito a longo prazo a saúde do usuário mostram associação significativa entre o consumo de tabaco para narguilé e o câncer de pulmão, além de outros tipos de câncer”, destacou.

O senador lembrou que, segundo a OMS, os tabacos usados no narguilé, independentemente das essências utilizadas, apresentam quatro vezes mais nicotina, 11 vezes mais monóxido de carbono e 100 vezes mais alcatrão do que o cigarro comum. “É uma bomba de veneno”, definiu Ciro.

Outros riscos

As piteiras utilizadas nos narguilés são, em geral, compartilhadas, por isso, além dos danos à saúde pelo tabaco, há o risco da transmissão de doenças contagiosas. O fato de várias pessoas usarem o utensílio ao mesmo tempo aumenta o risco de herpes labial e até doenças mais graves, como tuberculose e hepatite C. 

 

Senador Ciro Nogueira
Assessoria de imprensa

O presidente Jair Bolsonaro, do Brasil, disse nesta 4ª feira, 20, num pronunciamento em rede nacional, que a reforma da Previdência exigirá um pouco mais de cada um de nós”. 

Será, segundo ele, “justa para todos”  e acrescentou, “ricos e pobres, servidores públicos, políticos ou trabalhadores privados, todos seguirão as mesmas regras de idade e tempo de contribuição”, disse.

bolsonaro

Segundo o capitão reformado do Exército, “também haverá a reforma dos sistemas de proteção social dos militares”. Eis a íntegra.

 

msn

Subcategorias