Apesar da expectativa em torno das articulações por apoio no segundo turno, esse tipo de movimento deve ter pouco efeito na disputa entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) no segundo turno das eleições 2018.

haddad

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira mostra que a maior parte dos eleitores de candidatos derrotados no último dia 7 de outubro se diz indiferente em relação à recomendação de voto dos postulantes. O levantamento foi contratado pela Folha de S.Paulo e pela TV Globo.

Do total de eleitores entrevistados pelo instituto, 72% afirmaram que não faz diferença o apoio de Marina Silva (Rede), oitava colocada no primeiro turno com 1% dos votos.

O apoio de Geraldo Alckmin é considerado irrelevante para 69% dos eleitores, enquanto o de Ciro Gomes não teria influência para 63% dos entrevistados. Ciro ficou em terceiro lugar na disputa, com 12,67% dos votos e Alckmin, em quarto, com 4,75%.

Eleitores indiferentes
Quando a pergunta é direcionada aos eleitores declarados dos três candidatos há uma maior divisão. Entre quem votou em Marina, 50% se dizem indiferentes em relação a um apoio da candidata, enquanto 36% poderiam levar isso em conta.

Embora a ex-senadora tenha anunciado que irá fazer oposição a qualquer governo, seu partido, a Rede, recomendou oficialmente que seus filiados não votem em Bolsonaro – mas a legenda não assume apoio a Haddad.

No caso de Ciro Gomes, cujo PDT anunciou “apoio crítico” ao candidato petista, 48% de seus eleitores consideram a possibilidade de votar em quem o ex-governador cearense recomendar – 44% se dizem indiferentes.

O eleitorado de Geraldo Alckmin (PSDB) é o que demonstra maior independência em relação a uma eventual recomendação do tucano: 57% se dizem indiferentes enquanto só 29% votariam em quem ele apoiasse. Alckmin já anunciou que ficará neutro na disputa.

Disputa
Na primeira pesquisa Datafolha divulgada após o primeiro turno das eleições de 2018, Bolsonaro tem 58% dos votos válidos contra 42% de Haddad. A contagem não considera votos brancos, nulos e indecisos.

Considerando as respostas de todos os entrevistados, o deputado federal do PSL mantém a dianteira com 49% das intenções de voto, enquanto o ex-prefeito paulistano tem 36%. Brancos e nulos somam 8% enquanto não sabe ou não respondeu representam 6% do total.

O instituto ouviu 3.235 pessoas nesta quarta-feira. A margem de erro é de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos. O levantamento, contratado pela Folha de S.Paulo e TV Globo, foi registrado no TSE com o número BR-00214/2018.

msn

O comércio de Floriano fica aberto hoje, véspera do Dia da Criança e de Nossa Aparecida, até as 20:00h.

floriano

As empresas atendem ao acordo que foi fechado entre as classes de patrões e empregados do comércio local.

Os funcionários das empresas que trabalharem até esse horário citado deverão ganhar horas extras.

 Nessa sexta,12, os supermercados,  no entorno do Mercado Central, deverão funcionar até, por volta, do meio-dia.

 

Da redação

Nesta quinta-feira (11) a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos deu início ao processo de retirada de uma espécie comum Algaroba – Prosopis juliflora, localizada na praça de convivência do Cais da Beira-rio, na avenida Esmaragdo de Freitas. O protocolo de remoção da árvore foi solicitado na segunda-feira (08) à Secretaria de Infraestrutura, acompanhado de um Laudo Técnico a respeito do estado aspecto fitossanitário (Memorando 498/2018).

arvore

 De acordo com a secretária da pasta, Manuella Simplício, a Seman havia realizado uma avaliação técnica da árvore, em 05 de outubro, e preparava-se para executar a retirada da mesma devido sua estrutura que já se encontrava comprometida, correndo risco de cair repentinamente e provocar acidentes. “Nesta manhã iniciamos a podagem da espécie para reduzir o peso dos seus galhos e, durante esta ação, uma maior parte da sua estrutura cedeu, diante disso não restou outra alternativa a não ser fazer a retirada total da árvore”. A secretária também pontuou que será efetuado o plantio de um Oitizeiro, árvore de grande porte assim como a Algaroba, no mesmo local ainda durante esta quinta-feira.

arvore1

 Em entrevista a secretária Manuella Simplício explicou que em casos de árvores que apresentam risco, é necessário que a população se dirija ao Centro Administrativo para realizar um protocolo. Após a abertura do processo a Secretaria de Meio Ambiente disponibiliza um estudo da espécie e, caso necessite podar ou retirar, é dada entrada a uma solicitação na Secretaria de Infraestrutura.

 A punição para quem retira árvores sem autorização do município é uma compensação ambiental, quando o responsável terá que plantar outras árvores no mesmo local. De acordo com a secretária de Meio Ambiente, o projeto de uma multa monetária está sendo definido e será enviado para a Câmara dos Vereadores, podendo, se aprovado, fazer parte do Código Tributário do Município.

 

Da redação

 

O vereador Manoel Simplício que esteve deputado estadual e que administrou o município florianense por três vezes, se manifestou sobre o momento eleitoral que envolve o capitão Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, ambos numa disputa pela presidência do Brasil. Os candidatos estão em um segundo turno que vai se realizar no dia 28 deste mês.

manoelsim

O Nordeste, realmente, é uma região que se dedicou ao regime do PT, é uma seita podemos dizer assim. Aqui quem manda é o PT. Vimos o resultado das eleições que foi uma surpresa em todo o País, mas o Nordeste realmente a partir da Bahia, Pernambuco, Ceará e Piauí deram uma grande maioria ao candidato do PT. É o que estamos vendo, mas o resto do País pensa diferente, pensou diferente, votou diferente e não elegeu o Jair Bolsonaro logo no primeiro turno pelas consequêcias de uma eleição, coisas que acontecem. Se trata de uma eleição muito difícil, disse o vereador Manoel lembrando que Bolsonaro passou boa parte da campanha anterior internado num hospital e não pôde fazer a sua campanha e completou, “o povo brasileiro entendeu que o candidato Jair Bolsonaro merecia ser votado em todo o País”.

O vereador com a sua experiência política disse mais, que nesse segundo turno o povo está confirmando o voto ao presidenciável militar e completou, ” pelo que a gente ouve falar é que o resultado vai ser positivo. Muita gente tem falado que não votou no Bolsonaro no 1º turno, mas que vai votar no segundo turno. Isso quando pega, acontece! ”.

Em outros estados, disse, as pessoas tem tido a mesma visão em relação ao processo eleitoral e finalizou, “espero que com a votação do dia 28 o brasileiro tenha um presidente que possa resolver os problemas do nosso Brasil, tranquilizar a nossa nação que está sem domínio, sem respeito e a coisa não pode continuar assim. Vamos torcer para que isso aconteça, queremos um País com democracia, mas com uma democracia de respeito, que se possa viver em paz, pois ninguém tem mais paz em lugar nenhum.

O vereador foi recentemente uma das vítimas da violência em Floriano. Ele sofreu uma tentativa de homicídio. Hoje, devido ao atentado, o parlamentar só anda com um segurança.

 

Da redação

sdsdsdsds