A denúncia feita pelo vereador Antônio José, de oposição, informando que não há medicamentos em muitos dos Postos de Saúde, de Floriano, é ratificada por um popular. 

O denunciante ao procurar um remédio que foi passado num Posto, após atendimento, e não encontrar desabafou.

celoxina

Ele chamou a administração de fajuta, sem compromisso com a população.

“A pessoa vai num posto de saúde para iniciar um pré-natal e ai é passado um medicamento e quando vai receber no próprio posto não tem esse remédio”, narra o denunciante e afirma que após isso foi em outros postos, de outros bairros e também não encontrou o medicamento Cefalexina 500.

O denunciante criticou a secretária de Saúde, Thays Braglia, afirmando que a mesma tem ido aos canais de comunicação afirmar que está tudo perfeito, mas no entanto tem muitas falhas.

O denunciante, que foi duro em algumas palavras, disse que está havendo por, parte de administração, uma falta de respeito para com a população.

Ele cita dois postos que não tem essa medicação e que ficam nos bairros Caixa D`Água e Viazul.

thays

OUTRO LADO
A secretária Thays Braglia, da Saúde, afirma que tem sim esse medicamento nos postos e que precisa saber onde essa paciente, familiar do denunciante, foi atendida.

Ela disse mais, que o caso será apurado e que às vezes falta algum medicamento, mas há aqueles que podem substituí-los.

Coloca ainda a Thays que há uma demanda grande em relação a procura, mas que o Município tem feito esforços para que a população não deixe de ser atendida.

 

Da redação

O engenheiro Avelino Neiva, presidente da CODEVASF, foi indagado esta semana sobre a ação de uma das proprietárias de uma parte do terreno onde está sendo construída a Galeria, área central de Cidade.

A proprietária por se sentir prejudicada, em relação uma falta comunicação dos responsáveis pela obra quanto a uma indenização, resolveu fechar com uma cerca uma área e, a sua atitude repercutiu na cidade.

avelinoneiva
Um advogado da requerente se manifestou.FLO quedou-se inerte em relação a obra da Galeria, diz Advogado

O engenheiro Avelino Neiva, que vem acompanhando todas as etapas do processo, foi procurado por esse portal de notícias para se manifestar e disse que foi feito um convênio com a Prefeitura de Floriano no sentido de que as coisas fossem feitas dentro da normalidade e, vem sendo feita dentro de uma normalidade administrativa e sendo conduzido pelo prefeito Joel, de Floriano.

Avelino lembra que as coisas vem sendo feitas em acordo com Legislação e mais, que uma desapropriação que não é uma compra de um imóvel está em andamento é tudo isso é de interesse social e completou, “aquele proprietário que achar que pode tudo, a Lei pode mais do que ele. Vamos aguardar o desenrolar do processo e tenho certeza que o prefeito fará tudo dentro de um consenso, com normas e dentro da Lei”.

Para Neiva a Prefeitura está fazendo um trabalho correto e citou mais, “eu não tenho com o que me preocupar”.

Dr. Avelino disse que, o que se tinha de informação é que essa área em questão já tinha sido desapropriada há décadas e continuou, “isso é coisa de 60 anos”.

Ele colocou que está sempre pronto para explicar sobre esse e, outros assuntos e finalizou, “o prefeito tem sido uma pessoa muito correta como eu tenho sido muito correto com ele também. Se trata de uma obrigação nossa como homens públicos”.

 Área de trecho de terreno de obra da Codevasf em FLO é interditada

Da redação

Os problemas do Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano, que há meses vem sendo discutido pelos vereadores locais estão batidos demais. A declaração é do vereador Fábio Braga,

O vereador disse que o assunto relacionado aos problemas já cansou o poder, mas ainda cansou principalmente a paciência do florianense.

braga1

Braga cita que em algumas situações o Hospital de Barão de Grajaú tem resolvido.

“Precisa-se de autoclave recorre ao Barão. Precisa de uma ambulância recorre ao Barão, ou seja, uma cidade menor do que Floriano e com uma arrecadação menor e, o Hospital de Floriano se queixa de muita falta de recursos, mas entendemos que é uma questão de administração. Nós tivemos a oportunidade de ouvir o diretor dizer que não está na cidade porque está em Teresina atrás de recursos. Ouvir um vereador da base dizer que o Raio X que é controlado por Teresina não está funcionando por falta de pagamento. Ou seja, o dinheiro que vem não chega e o de lá não paga!” cita o vereador afirmando que quem sofre com isso é o florianense que tem um serviço de péssima qualidade.

E finalizou, “muito embora, os funcionários estejam operando milagres, pois trabalhar quatro meses sem receber é difícil”.

 

Da redação

Nesta sexta-feira (22) ocorrerá a solenidade de posse do novo secretario municipal de Esportes e Lazer, Júlio Ferraz Arcoverde. O evento acontecerá às 12h no Salão Nobre, localizado no Palácio da Cidade.

julio

Júlio Arcoverde, que já acumula experiências na área esportiva, afirma estar confiante para iniciar os trabalhos na Semel e que tem ciência das atuais condições econômicas do Estado. “Estou muito empolgado, eu sou da área, não entro em uma secretaria para me acomodar e vou trabalhar para desenvolver o esporte na capital. O prefeito vai ter um secretário diuturnamente procurando soluções e parcerias”, afirmou.

O futuro secretário foi reeleito deputado estadual em 2018, tendo sido o terceiro parlamentar mais votado para assumir uma cadeira na Assembléia. Como presidente regional do partido Progressista (PP), sigla que encabeçou as discussões para redução de gastos do estado, Júlio Arcoverde esclarece que , com a sua saída, a vaga será de B. Sá ( PP), primeiro suplente da coligação, mas deixa claro que a mudança não implicará em custos para o estado.

“ O governador atendeu muitas das nossas propostas em seu plano de Reforma Administrativa, então, até por coerência, deixamos claro que temos um acordo com o B. Sá. para que ele não faça nomeações e use a estrutura já existente no meu gabinete. Não vai ter nenhum gasto extra e a Assembléia continuará pagando 30 deputados como é hoje, já que o deputado Júlio passa a receber pela prefeitura. “, destaca ele.

Alem da experiência administrativa, Júlio Arcoverde é um entusiasta da prática esportiva , presidiu o River Atlético Clube e tem projetos para incentivo da área, como a redução de impostos para empresas que investem no esporte.

 

ASCOM

Subcategorias