Com a nova diretoria estadual recém-eleita, o MDB do Piauí articula o fortalecimento do partido para as disputas municipais do próximo ano. Com essa pauta, representantes da sigla no Piauí irão participar, na próxima quarta-feira (20), da reunião da executiva nacional com governadores e prefeitos, convocada pelo presidente nacional, senador Romero Jucá.

Além desse encontro, os líderes do partido participam também do Encontro dos Presidentes Estaduais da Fundação Ullysses Guimarães e os membros do Conselho Curador e do Conselho Fiscal da entidade, em que será feita a avaliação das ações e o planejamento para os próximos anos.

Segundo o segundo vice-presidente eleito do partido no Piauí, deputado estadual Henrique Pires, entre os pontos a serem discutidos estão a atuação do partido em nível nacional e a participação dos diretórios estaduais e municipais.

"Essa é a primeira reunião do partido efetivamente depois do resultado das eleições do ano passado. Então, nós vamos ver o que a Fundação Ullysses Guimarães tem planejado para este ano e para 2020, vamos ter também a reunião do Conselho Fiscal, do qual sou presidente, para aprovar as contas do ano passado. E além disso, teremos a reunião com os governadores, deputados federais e prefeitos", destaca.

Durante a convenção do diretório regional do MDB, ocorrida no último sábado (16), o senador Marcelo Castro foi reconduzido à presidência, tendo como vice o deputado Severo Eulálio e segundo vice-presidente o deputado Henrique Pires.

"O MDB é um partido forte, estruturado e de militância, faz parte da história do Brasil e do Piauí e nós temos convicção de que o senador Marcelo Castro é a pessoa certa para continuar o trabalho pelo fortalecimento do MDB rumo ao seu crescimento. Estamos nos preparando para eleger mais prefeitos em 2020 e chegarmos mais fortes e coesos em 2022", afirma Henrique Pires.

O encontro da executiva nacional será comandado pelo senador Romero Jucá, na sala da presidência do MDB na Câmara dos Deputados.

 

Ai Comunicação

 

 

Professores da Universidade Estadual do Piauí, Campus de Floriano-PI, saíram às ruas nessa segunda-feira, 18, em protesto pela falta de estrutura no Campus.

O objetivo de acordo com o manifestante Robson Pereira, também professor, é pressionar o governo do Estado para algumas questões que são necessárias de forma urgente.

uespi

“Precisamos de laboratórios, biblioteca, salas de aulas melhor climatizador e outro é de ordem salarial. A última vez que tivemos um reajuste de salário foi em 2012. A terceira questão é que temos uma série de professores que era mestre, concluíram. Deputado e o governo não respeita quem são novos doutores”, coloca ele afirmando que houve uma conquista recentemente que foi ter o maior número de efetivos e completou, “nós temos 62 efetivos e 22 professores, ou seja, 84 professores que é um número insuficiente para um Campus que tem 1.200 alunos”.

uespi1

O professor afirma que,  o que a classe está querendo é simples,  que a  UESPI continue sendo uma instituição de ensino como sempre foi que é a maior do Estado do Piauí.

 

Da redação

IMAGENS: Piauí Noticias

Informações confirmam que um caminhão foi entregue nessa segunda-feira, 18, para o município de Floriano pelo Governo do Estado.

O veiculos foi adquirido através do Programa de Aquisição de Alimentos.

Outros 21 municípios do PI foram contemplados com esses veiculos que estão sendo liberados por meio do Projeto Alimenta Aqui.

 

Da redação

O servidor Manoel Ramiro, membro do Sindicato dos Servidores em Nazaré do Piauí, denúncia a presidente da entidade a servidora Valdeiza Oliveira que está presidente do SINDSERM-Nazaré.

ramiro

O contato do denunciante com o Piauí Noticias, foi por meio do advogado Joab Curvina, ainda na semana passada.

Ramiro da Costa faz graves acusações.

O portal está tentando a resposta com professora Valdeiza Oliveira para, somente assim, fazer a publicação das declarações do diretor financeiro do Sindicato.

Aguarde 

Da redação

 

 

Subcategorias