drogaNa manhã desta terça-feira, 20, dois suspeitos de tráfico de drogas foram presos durante operação Carteado deflagrada em Teresina, pela Delegacia de Proteção e Repressão à Entorpecentes (Depre). Parte da cocaína apreendida estava escondida em potes de suplementos no quarto de um dos suspeitos.

Até o momento, dois foram presos. Francisco Humberto, vulgo "Zuzu", foi localizado em casa no bairro Real Copagre, na zona Norte da capital.

"Na casa do Zuzu encontramos 800 gramas de cocaína e outra parte misturada com bicarbonato de sódio pronto para a comercialização", explica o delegado Cadena Júnior, coordenador da Depre.

Já na localidade Santa Rosa, zona rural da cidade, foi preso Lindonjhoson, vulgo " Feijão".

"O local é um ponto de venda de drogas e também servia para guardar produtos furtados ou roubados. Lá, os usuários trocavam vários objetos por drogas e com ele estava um ventilador furtado de uma escola pública. Ele deve responder por receptação qualificada que não cabe fiança", explica o delegado.

Quatro mandados de busca e apreensão já foram cumpridos. A operação deve se estender durante todo o dia.

"O Dr. Luís Moura, juiz da Central de Inquéritos, expediu cinco mandados e em dois alvos comprovamos o tráfico de drogas. Essa operação vai render mais prisões. Queremos prender quem transporta, guarda e traz a droga", finaliza o Cadena Júnior.

 

cv

Foto: SSP-PI

 

duplaNa manhã de hoje, 19, dois homens ainda não identificados pela polícia, foram presos após serem detidos pela população, suspeitos de praticar assaltos no bairro Planalto Uruguai, zona Leste de Teresina.


Segundo informações do capitão Júlio, do 5º Batalhão de Polícia Militar, uma guarnição foi acionada durante a confusão. “Os populares tinham dominado um suposto assaltante que foi pego com uma moto e alguns materiais de furto, como celulares e outras coisas. A viatura foi até o local para fazer a condução deles”, disse o capitão.

Um dos assaltantes no momento da prisão utilizava a camisa da empresa ServFaz. A moto apreendida, uma Pop 110 preta, de placa PIZ-5436 de Alto Longá, não possui restrição de roubo/furto.


A dupla se encontra na Central de Flagrantes de Teresina, para serem adotadas as providências cabíveis.

 

viagora

A delegada Nayana Paz, titular do 2º Distrito Policial e que teve de pantão no final de semana, em Floriano-PI, fez uma avaliação das ocorrências registradas no período.

Uma das ocorrências, de acordo com a autoridade policial, foi uma agressão na própria familia. Um homem se revoltou contra o pai e partiu para agressão.

O caso foi na sexta-feira, 16, e o pai foi espancado e o acusado preso é Lauro César Silva do Nascimento. Ele ficou de ser autuado pelo crime de tortura.

Um outro caso registrado foi de uma mulher identificada por Luzilene. Ela estava tentando entrar na Penitenciária Gonçalo de Castro Lima com aparelhos de celulares escondidos dentro de pacotes de bolachas.

Ainda nas ocorrências um homem tentou praticar um crime no bairro Catumbi. O criminoso Lindomar José (Dadá) estava com um simulacro de arma de fogo quando anunciou o crime, mas um dos familiares da vítima reagiu, entrou em luta corporal com o bandido e impediu que uma motcicleta fosse levada.

O criminoso conseguiou fugir, mas a Polícia Militar foi acionada e logo o homem foi preso numa ação dos policiais. Ele foi levado para a Central de Flagrantes da Polícia Civil, Centro de Floriano-PI, onde foi ouvido e autuado.

Quanto a mulher que tentava entrar com drogas no Presídio de Verda Grande, zona rural, foi liberada em seguida à prisão, mas deve responder por um processo.

 

Da redação

Uma mulher foi detida neste domingo, 18, pelos agentes penitenciários da Vereda Grande, presídio de Floriano-PI, por está levando celulares e fumo escondidos em pacotes de biscoitos.

Luzilene Ferreira dos Santos foi descoberta no momento da revista. Os agentes perceberam algo irregular no pacote de biscoitos, checaram o produto e encontram dois celulares e fumo camuflados dentro dos pacotes.

Biscoito arma e fumo

Conduzida para a Central de Flagrantes da Polícia Civil a senhora Luzilene alegou inocência e contou que estava fazendo um favor ao levar a encomenda para o presidio.

Ela contou ainda que iria visitar o seu irmão Lucas Ferreira dos Santos e que a encomenda era destinada ao detento conhecido como Reizinho de Jesus Oliveira.

"Nós vamos pegar pesado em qualquer situação ilícita. Nós temos um pessoal compromissado com o serviço," disse o diretor João Luiz Ferreira. 

Atualização 

Luzilene Ferreira dos Santos já tem passagens pela policia por tráfico de drogas, e depois de ser ouvida pela delegada, Nayana da Paz, ela foi liberada e vai responder em liberdade por esse delito.

 

luzilene biscoito

 

celular e biscoito

 

fumo e biscoito

 

Com informações do Portal JC24 horas

sdsdsdsds