Quanta ousadia! Em plena luz do dia foi preso nesta manhã em Floriano-PI um homem que estava praticando um arrombamento numa residência no bairro Irapuá II. O criminoso que já tem passagens pela policia estava em cima da casa e já havia tentando arrombar uma das portas.
ladraotelhadoO flagrante de Raimundo Nunes de Assis, 34 anos, morador do Conjunto Pedro Simplício foi feito por dois policiais militares.  Ele acaba de dar entrada na Central de Flagrantes  que fica no centro da cidade.


Da redação
IMAGEM: Ilustrativa
O advogado Enzo Samuel Alencar Silva, 25 anos, e a estudante Andreia de Carvalho, 23 anos, foram ao Quartel do Comando Geral (QCG) e entraram com uma representação contra os militares que os agrediram durante a manifestação dos estudantes na tarde da última terça-feira, 3, na avenida Frei Serafim.

Os dois foram acompanhados pelo advogado Ademar Carlos Lima que informou que foi realizado o exame de corpo de delito e que será pedido o afastamento dos PMs envolvidos. “O que ocorreu não é digno. É um ato inconstitucional e merece ser punido como tal”, declarou.

Enzo Samuel, que é advogado do Diretório Central de Estudantes (DCE) levou quatro pontos no rosto e afirma ter sido algemado e espancado dentro da viatura da Polícia. “Eles me colocaram lá dentro e disseram que não iriam me levar para a Central, mas para outro local onde eu iria levar uma surra. Só me soltaram quando perceberam que eu era advogado. Mesmo se eu fosse um malfeitor eles não teriam direito de fazer isso”, afirma.

Andreia de Carvalho é estudante de Letras da UFPI e foi atingida com uma bala de borracha na coxa direita. O local ferido está com um grande hematoma. “A gente se sente humilhada como se fossemos vagabundos, marginais. Eu estava de calça jeans e fico imaginando o que teria acontecido se eu não estivesse”, reclamou.

Boletins de Ocorrência

Segundo o advogado Enzo Samuel, foram colocados cerca de sete alunos na viatura. Mas, segundo a polícia, eles não foram levados para Central de Flagrantes porque não houve flagrante. Enzo afirmou que passou cerca de 40 minutos dentro da viatura e que ontem foram registrados seis boletins de ocorrência por agressão e maus tratos. Ainda segundo ele, os policiais não acreditaram que ele era advogado e só foi liberado quando a coronel Júlia o reconheceu.

OAB

O presidente da OAB-PI, Sigifroi Moreno, chegou ao QCG para reunião com comandante da Polícia Militar Rubens Pereira. Ele afirma que vai pedir imediato afastamento e a punição direta de policiais que agrediram o advogado e os alunos. "Temos provas de que era uma manifestação pacífica e que as agressões eram desnecessárias", disse.

Sigifroi acrescenta que solicitou maior prudência à Strans e que pediu providências ao Ministério Público.

Polícia Militar

O comandante da Polícia Militar, coronel Rubens Pereira, afirmou que vai instaurar um inquérito administrativo para apurar suposto abuso de poder de policiais e afirmou que já acionou a Corregedoria. “Eventos como esse não representam o pensamento geral da instituição. Mas tudo será apurado. Vamos adotar providências", assegura.

Ao ser questionado se houve excessos por parte dos policiais no episódio, o coronel disse que a investigação feita pela PM irá apurar o fato. "Os policiais estavam lá atuando no sentido de manter a ordem pública mas vamos verificar se houve excessos. Se eles atuaram contra o que está na legislação, serão penalizados", garantiu.

Após o término da reunião, o presidente da OAB afirmou que irá designar um profissional para acompanhar o processo de perto e avaliou a reunião como positiva. "Acredito no trabalho da PM", disse.

 
Fonte: cidadeverde

andressadejesusO corpo de Marcelo Gomes Barbosa, de 34 anos de idade, foi encontrado na manhã desta quarta-feira, dia 4, pendurado pelo pescoço com um cabo a um galho de uma árvore. Ele é acusado de ter assassinado sua esposa, a doméstica Andressa de Jesus - de 31 anos -, na última segunda-feira, 2, a golpes de facas, na cidade de São João do Piauí - localizada a 516 km de Teresina. O crime teria como motivação a separação do casal, não aceita por Marcelo. A polícia suspeita que o acusado cometeu suicídio.


Segundo populares, o corpo de Marcelo Gomes foi localizado por crianças que estavam jogando futebol. "A bola caiu no terreno ao lado do campo quando os menores avistaram o corpo", comentou o tenente Edilson em entrevista. De acordo com a polícia, o acusado utilizou um cabo de instalações elétricas para cometer o ato na noite desta terça-feira, 3.


O corpo será levado ao Hospital Regional Teresinha Nunes de Barros para autópsia e entregue a família logo em seguida. Os moradores da região afirmaram aos policiais que Marcelo Gomes era alcoólatra e sempre relatava que mataria a ex-mulher.


O caso
Andressa de Jesus, 31 anos, foi morta no bairro Juazeirinho, em São João do Piauí, na segunda-feira (02), com golpes de faca nas mãos, peito, costelas e braços. Populares relataram que viram o momento em que Marcelo Gomes Barbosa desferiu os golpes na doméstica, sua ex-mulher.


Andressa teria se separado de Marcelo há alguns dias, e ele estava inconformado com a separação. Na delegacia da cidade existe, de acordo com os moradores, há registros que Marcelo Gomes cometeu agressões contra Andressa. Desde o crime, a polícia estava em diligências para a captura do acusado. Andressa de Jesus deixou três filhos.


Portal O dia
alexOs policiais do Grupo Intervenção Rápido Ostensiva (GIRO) detiveram um homem que fugiu quando os militares faziam ronda no bairro Ilha Grande de Santa Isabel, em Parnaíba. O fato aconteceu às 18:30h de terça-feira, 03, e os policiais conseguiram capturar o suspeito que se identificou como Alexandro Evangelista da Silva, 22 anos.

 

Segundo Clistenys Meneses, cabo da Polícia Militar e comandante da guarnição do GIRO, o homem detido informou que faz parte de uma quadrilha que realizava assaltos e roubava motos em Parnaíba e repassava para o Maranhão. O cabo informou ainda que Silva é de Fortaleza do Ceará e se envolveu com o tráfico de drogas.

 

Alexandro contou aos policiais que estava na condicional e afirmou que esteve preso por um ano e seis meses. Quando o suspeito foi detido pelos policiais, ele ligou para uma oficina onde uma moto Tornado, de placa HPL 6060 MA-São Luís, estava e foi levada a Central de Flagrantes para posterior investigação.

 

Diante das acusações Alexandro Evangelista da Silva não quis declarar nada. O acusado foi conduzido para a delegacia do 2° Distrito Policial para depor. A polícia suspeita que Silva tenha envolvimento no roubo de motos em Parnaíba.


Fonte: costanorte

sdsdsdsds