Um homem, que segundo familiares morava no lixão, em Floriano, foi morto neste final de semana a tiros. Manoel Messias da Paixão Cruz, cerca de 45 anos de idade, já teve junto com uma mulher e tinha dois filhos. 

wilson

De acordo com um dos seus familiares, o José Wilson Cruz (foto), o mesmo tinha envolvimento com drogas.

Antes de morar na área do Aterro Sanitário, a vítima morava  na região da Beira rio, em Floriano.

Da redação

Os agentes penitenciários da Penitenciária Gonçalo de Castro Lima que fica na comunidade Vereda Grande, zona rural de Floriano-PI, flagram mais uma vez uma mulher tentando entrar com produtos nas dependências daquela Casa Penal.

O caso foi registrado nessas últimas horas.

O que foi repassado para o Piauí Notícias é que uma mulher, até o momento sem identificação revelada a esse noticioso, estava tentando entrar com um sabonete e dentro mesmo estava um chip de celular e uma quantidade de drogas.

O flagrante foi no momento da revista minuciosa que é feita sempre que alguém tenta entrar no presídio para visitas aos presos, seja condenado ou não.

A mulher foi levada para a Central de Flagrantes da Polícia Civil, centro de Floriano, onde deve ser ouvida.

As últimas duas mulheres flagradas tentando entrar com drogas na Vereda Grande, ainda nesta semana, não foram presas, pois a Justiça determinou que as mesmas ficassem em prisão domiciliar.

 

Da redação

A mãe de uma menor que teria sido vítima de um abuso sexual, a dona de casa Irisneide Azevedo de Sousa Reis, moradora do bairro Taboca, também se manifestou em entrevista e disse que de fato o Valmir Rodrigues chegou à sua casa lhe oferecendo comida (pães), mas que ela não tinha aceitado a oferta foi quando a menor autista de 11 anos, ao ouvir a conversa do Valmir com a senhora Irisneide, se prontificou em buscar o alimento oferecido pelo Valmir Rodrigues e saiu em sua companhia. O homem e a família se conhecem a cerca de cinco anos.

maemenor

Como estava numa discussão com uma vizinha a dona Irisneide afirma que não percebeu quando a menina saiu com o acusado.

A jovem de 11 anos teria ficado por cerca de trinta minutos ausente da mãe, tempo suficiente para deixá-la em desespero que acionou a polícia. O caso ocorreu durante a noite, por volta das 20:00h.

A dona de casa disse ainda que não queria que o Valmir fosse parar na Penitenciária de Vereda Grande e mais, que ficou triste por ele ter ido parar prisão e completou, "eu não falei que tinha estuprado minha filha".

As entrevistas do acusado e da vitima, inclusive em vídeos, foram dadas ao repórter Temístocles Filho, do portal JC24horas.

Homem acusado de estupro a uma menor em FLO volta a liberdade

 

Da redação

Está de volta a liberdade o homem que na última segunda-feira (07) foi preso por acusação de estupro e, a possível vítima, seria uma menor que é autista e que tem 11 anos de idade.

O caso aconteceu no começo da noite e se deu no bairro Taboca, em Floriano-PI.

valmir1

Valmir Rodrigues, o acusado, foi preso e pouco tempo depois de dar entrada no Distrito Policial, após os procedimentos na Central de Flagrantes, foi encaminhado para um dos pavilhões da Penitenciária de Vereda Grande, zona rural da cidade, onde passou alguns dias.

Há informações de que chegou ao conhecimento da Polícia, por meio da própria e vítima e da mãe, de que o acusado teria tocado nos seios da menor.

No seu depoimento o Valmir, que se julga inocente em relação às acusações, disse que tomou uma iniciativa em relação à menor e a sua mãe, mas era no sentido de ajudar, pois estava  lhe oferecer alimentos.

Ele conta que foi surpreendido por uma viatura da Polícia que o levou preso.

 

Da redação