O ex-prefeito que matou o filho por engano, acreditando ser um assaltante, não tinha porte e nem registro da arma que usou no crime, segundo informou o delegado Jorge Luis, responsável pelo caso. Adilson Azevedo, de 63 anos, que foi gestor em Baraúna, no Curimataú da Paraíba, se apresentou à polícia e prestou depoimento nesta terça-feira (13). O filho dele, Alyson Azevedo, que tinha 37 anos, também foi ex-gestor do município.

pai

Durante o depoimento, Adilson entregou a arma com que atirou no filho, um revólver calibre 38. Segundo o delegado Jorge Luis, o ex-prefeito não foi autuado e vai responder pelo crime em liberdade, já que se apresentou à polícia. Ele foi liberado para comparecer ao velório do filho.

Adilson alegou, ainda, que já havia sido assaltado e, por isso, quando escutou o barulho no portão da casa dele sendo violado, se preparou para atirar sem saber que a vítima era o próprio filho.

O velório de Alyson acontece no ginásio Joselito de Oliveira. Já o sepultamento dele está marcado para as 17h da quarta-feira (14) e deve acontecer no cemitério municipal de Baraúna.

Entenda o caso

Depois de ser chamado por vizinhos porque uma fumaça estava saindo da casa do pai e ninguém conseguia acordá-lo, Alyson tentou arrombar a porta do imóvel na noite da segunda-feira (12).

Adilson atirou de dentro da casa contra o filho achando que se tratava de um assalto. A vítima foi baleada no peito e chegou a ser levada para o Hospital de Picuí, mas não resistiu e morreu.

A fumaça que saía da casa e chamou a atenção dos vizinhos era de uma panela de pressão que havia sido esquecida no fogão.

manoelNessa terça-feira, 13, a Policia Civil do Maranhão, através da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (senarc), unidade Timon, realizou a prisão em flagrante delito de Matheus Gabriel da Silva Vasconcelos, de 19 anos, surpreendido pela equipe da Senarc  quando se encontrava na posse de pedras de Crack e quantia em dinheiro resultante da comercialização da droga.

Logo após a prisão de Matheus a equipe localizou, também na invasão Babilônia, o indivíduo Manoel dos Reis Silva, mais conhecido como "Pescocinho", de 37 anos, que possuí contra ele um mandado de prisão em aberto expedido pela comarca de Teresina (PI) onde responde à ações penais pelos crimes de Homicídio Qualificado e Porte Ilegal de Arma de Fogo, havendo ainda indícios de que estava participando do tráfico de drogas na região.

Manoel será recambiado para o Sistema Penitenciário do Piauí, para, onde ficará à disposição do Poder Judiciário. Ele foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Timon visando à formalização da prisão. As prisões ocorreram em decorrência da operação nacional Anjos da Lei que visa o combate ao tráfico de drogas nas imediações de instituições de ensino.

 

 

Com informações do falapiaui

rouboA operação Patrimonium I deflagrada na manhã desta quarta-feira, 14, pelo 22º Distrito Policial, foram presos suspeitos de furto e roubo na região da Santa Maria da Codipi, na zona Norte de Teresina. Segundo o delegado Tales Gomes, que comanda a operação, um dos investigados é suspeito de arrombamento e furto em uma escola pública municipal de Teresina.

No início a manhã, dois suspeitos foram presos: Francisco Wilson Oliveira Sousa, conhecido como Miúdo, condenado a seis anos de reclusão pelo crime de roubo; e Anderson Lucas de Sousa Ferreira, conhecido como Neguin, é investigado por furto qualificado em uma escola.ventildor

"O Miúdo foi apontado como autor de um roubo a transeunte no Parque Wall Ferraz, no último fim de semana. Durante a instrução do procedimento por conta deste crime, constatamos a condenação e por isso o mesmo foi preso. Já o Neguin é suspeito de arrombar e furtar uma escola municipal no mês de outubro. Na casa dele encontramos um ventilador furtado dessa escola", explica o delegado.

Os suspeitos foram presos em cumprimento a mandados judiciais. A operação foi batizada de Patrimonium I em alusão ao termo em latim que significa patrimônio no aspecto relacionado à disposição dos pertences particulares no caso os presentes alheios.

"As prisões decorrem de investigações a cargo do 22º DP através de diligências  de nossa equipe de investigação e até o final do ano vamos intensificar essas ações de combate aos crimes contra o patrimônio visando um Natal mais seguro para todos os que moram na Santa Maria da Codipi", destaca Tales Gomes.

 

cv

bandidosQuatro pessoas são presas acusadas de praticar inúmeros roubos e furtos na região do bairro Santa Maria da Codipi.  A ação conjunta das Polícias foi nesta terça-feira, 13, e é a continuidade da Operação Anjos da Lei.

 

A ação foi realizada pela Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública (SSP), em conjunto com o 22º Distrito Policial e o 13º Batalhão Policial Militar realizaram diligências e abordagens que resultaram na prisão dos indivíduos, um deles portando uma tornozeleira eletrônica.

 

Os indivíduos presos foram conduzidos até a sede do 22ºDP, para realização de procedimentos legais cabíveis.

 

 

viagora

sdsdsdsds