1. ermeyR.Lee Ermey, ator indicado ao Globo de Ouro por sua atuação visceral como o Sargento "Gunny" Hartman em Nascido Para Matar, de Stanley Kubrick, morreu nesse domingo (15). O ator de 74 anos faleceu em decorrência de complicações de uma pneumonia.

"É com profunda tristeza que eu lamento informá-los todos que R. Lee Ermey ("O Gunny") se foi nessa manhã", declarou seu empresário de longa data, Bill Rogin, pela conta no Twitter do colega de trabalho e amigo pessoal. "Ele fará muita falta a todos nós. Semper Fi, Gunny. Vá com Deus."

Nascido Para Matar foi um dos primeiros trabalhos de R. Lee Ermey no cinema, e o mais icônico — como a mensagem de despedida de Bill Rogin deixa claro.

 

adorocinema

 

O projeto cultural do Amarelinho (Renato Costa) esteve mais uma vez sendo realizado e com grande participação popular. O evento foi na cidade de Barão de Grajaú-MA e contou com presenças de vários concorrentes, tanto no desfile, como nas apresentações com músicas sendo executadas com o acompanhamento de uma banda local.

projeto
Várias autoridades estavam contribuindo com produção. O comunicador Jocy Astor que por muitos anos trabalhou na rádiofusão, como cronista social, foi uma das pessoas que estiveram presentes e que apoiou o evento.

O show se trata do Festival Voz e Elegância e foi realizado no sábado, 14, no Estádio de Futebol Grigorão.

Da redação

 

Na segunda-feira, 09, morreu na localidade Salinas, zona rural de Oeiras-PI, o agricultor e vaqueiro Auto Pereira da Silva, aos 87 anos de idade.

autoper
O seu alto deixou a esposa, seis filhos, dezenas de netos e bisnetos. Ele estava cuidando das galinhas no quintal de casa quando se sentiu mal e morreu cerca de duas horas depois.


O curioso foi, que no domingo, um dia antes do falecimento seu Auto falou para alguns dos filhos que tinha uma certa quantia em dinheiro e foi detalhando o que era para ser feito com o valor.

Como já havia mandado fazer o seu túmulo há vários meses, nos dias que antecederam o falecimento, ele foi no cemitério há cerca de 9km da sua casa e limpou o local.


Na segunda, dia do falecimento, ele falou para alguns dos filhos que não deixasse faltar nada no velório, que desse comida ao povo e que o corpo fosse enterrado no cemitério onde ele já havia feito o túmulo. Pediu mais, que o corpo fosse levado ao Cemitério nos ombros dos amigos e que fosse com muita algazarra. Dessa forma foi feito.  Auto tinha problemas de saúde, mas trabalhava diariamente e os filhos não acreditavam que diante das suas colocações o falecimento fosse tão cedo.


O sétimo dia foi nesse domingo, 15, e mais uma vez, um grande número de pessoas compareceu para confortar a família. O também vaqueiro e agricultou Marciliano Pereira, irmão do Auto, fez uma homenagem na visita a túmulo aboiando, apesar de uma certa dificuldade devido a saúde debilitada. 


Veja

 

Dado ao falecimento do líder comunitário Antônio Rufino, fato ocorrido na primeira dezena deste mês, o florianense e morador do bairro Caixa D’Água, Jalison Rodrigues, hoje professor em Teresina, numa ligação ao piauinoticias lamentou o ocorrido e lembrou um pouco da história do militar reformado.

 jallinson0

Seu Rufino, de acordo com o Jalison, foi um dos pioneiros no Associativismo na cidade,  fato que se deu em 1985.

A primeira associação da cidade, disse Jalison, foi a do bairro Sambaíba, em seguida, veio a do bairro Caixa D´Água e as outras foram surgindo.

“Ele também foi um dos fundadores do Consanf (Conselho das Associações de Moradores de Floriano) e, afirmo, que se trata de uma liderança natural, era uma pessoa compromissada com o trabalho comunitário na cidade, tanto é, que ele chegou a ser presidente do Conselho Municipal de Saúde. Era uma pessoa de livre acesso nas instituições e tinha uma análise de conjuntura muito abalizada sobre a cidade. Não se tratava de um político com mandato, mas um político nato”, colocou o Jalison que concluiu, “ele deu uma contribuição fundamental para a cidade”.

 

Corpo do PM reformado Antonio Rufino é sepultado com honras militares

 

O último adeus ao seu Antonio Rufino. O corpo foi sepultado no final da tarde

 

Corpo do seu Rufino, que faleceu em Brasilia, chega no começo da noite

 

Morre o Rufino, ex-presidente do bairro Caixa D`Água em Floriano

 

Da redação

Casa da Vóvo
Tem contabilidade
Drogalider
Planeta Baterias
Dr Kelmar - Ache Floriano
Otica Visão - Ache Floriano
Planeta Baterias - Ache Floriano
Store Shoes
Primeiro de Maio  - Ache Floriano
sdsdsdsds