A diretoria da Associação dos Criadores do Médio Parnaíba – ACRIMEPI-, de Floriano, vem se reunindo e definindo detalhes da realização de mais uma Feira Agropecuária.

carlos

O criador Carlos Bucar, presidente da ACRIMEP, numa entrevista ao piauinoticias afirmou que o evento será no período de 30 de maio a 3 de junho, ou seja, de quinta a domingo.

Os sorteios das barracas estarão ocorrendo no dia primeiro de maio. “Serão sorteios, pois não irá ocorrerá leilão”, disse Carlos Bucar

O evento ocorrerá no Parque de Exposição Raimundo Mamede de Castro, área do bairro Meladão.

Os sorteios começam as 9:00h da manhã do dia 1º.

 

Da redação

O ministro do Planejamento, Esteves Colnago, confirmou hoje (26) que o governo estuda liberar, temporariamente, os saques do PIS/Pasep para os trabalhadores, independentemente de idade. O objetivo é dar uma injeção de estímulo à economia em torno de R$ 10 bilhões a R$ 15 bilhões. Pela proposta, poderão sacar os recursos os trabalhadores cadastrados no fundo até 4 de outubro de 1988 e que ainda não retiraram o saldo total de cotas nas contas individuais.

Após participar da 2ª Conferência do Banco de Desenvolvimento da América Latina Infraestrutura para o Desenvolvimento da América Latina, em Buenos Aires, Colnago disse que está em estudo a hipótese de abrir uma "janela temporal de um ou dois meses" para que os trabalhadores façam os saques dos recursos retidos. Porém, a medida ainda depende de aprovação no Congresso Nacional.

O texto em tramitação no Congresso é relatado pelo senador Lasier Martins (PSD-RS) e aguarda votação. Atualmente, o fundo só pode ser sacado por aposentados ou pessoas com mais de 70 anos. A proposta do governo era reduzir a idade para 60 anos. O relator propôs a "janela temporal".

Servidores

Colnago sinalizou ainda que o governo ainda examina a possibilidade de reajustar os salários dos servidores federais, em 2019. Segundo ele, o Executivo analisa "janelas" para ter "mais liberdade" sobre o que deve ser colocado em prática.

De acordo com o ministro, no momento o que há é uma proposta para adiar concessões de reajustes e, não suspendê-los de forma definitiva. Ele disse que a proposta é para dar uma margem de manobra maior ao proximo governo, que tomara posse em 2019 tendo apenas R$ 100 bilhões para despesas de custeio. "É um valor baixo. Para se ter uma ideia, este ano nós temos R$ 128 bilhões", disse.

Dólar

Questionado sobre a alta do dólar, que chegou ontem a R$ 3,48, o valor mais alto em quase dois anos, Colnago admitiu que a continuidade do valor alto não contribui para a economia. Segundo ele, esta volatilidade é ruim. Porém, o ministro se disse convencido que deve uma estagnação em torno de R$ 3,50.

Colnago reiterou que a alta do dólar impacta diretamente na inflação, mas não demonstrou preocupação: "Temos uma certa gordura, nível de inflação abaixo da meta [por exemplo]". De acordo com ele, o volume de reservas em torno de US$ 380 bilhões e a balança comercial em superávit de US$ 65 bilhões colaboram para um clima de equilíbrio, mesmo com a volatilidade da moeda norte-americana.

Crescimento

Segundo ministro, o governo trabalha com  uma estimativa de 3% de crescimento para este ano, alinhada com o mercado. "Não tem uma posição oficial. O mercado está caminhando para 2,7% a 2,8%, seria um bom crescimento", disse. "Nosso produto potencial seria de 2,5%."

Colnago lembrou que a perspectiva de crescimento econômico está diretamente associada à utilização do que hoje é uma capacidade ociosa na indústria nacional, o que pode mudar a estrutura atual, e também considerar as possibilidades de reformas em curso, como a da Previdência.

Para o ministro, o processo como um todo deve levar de três a quatro anos. De acordo com ele, em 2022, o Brasil deve "estar no mesmo patamar" de 2014. Ele ressaltou que a inflação está "muito bem comportada", assim como os juros nominal e real estão mais baixos. "O importante é que a gente consiga manter baixos a inflação e os juros", afirmou.

Reforma da Previdência

O ministro defendeu ainda a retomada das discussões sobre a reforma da Previdência. De acordo com ele, a despesa em torno de R$ 40 a R$ 50 bilhões por ano. "O novo presidente terá um conjunto de desafios pela frente", observou.

 

Agência Brasil

Como toda gripe, o tipo H1N1 começa com sintomas clássicos como coriza, febre e moleza. Isso acaba por protelar uma busca por atendimento médico. Porém, a doença possui outras características que a tornam grave, podendo levar os pacientes a óbito. Em Teresina, um caso foi confirmado e outros quatro estão sob investigação. A infectologista do Hapvida Rosania Oliveira faz um alerta sobre os sintomas que devem despertar o alerta nos pacientes para que procurem o serviço médico. "Em relação aos sintomas, toda gripe no início tem coriza, moleza e febre. Mas, se a pessoa começar a sentir dificuldade para respirar e dor no peito ao respirar, esses são os principais sintomas de alerta", afirma.

luvas

Além desses sintomas, outros fatores são observados para que o diagnóstico seja feito. "Não observamos apenas os sintomas, mas também os fatores de risco que podem levar ao diagnóstico, como pessoas que têm histórico de imunossupressão, quem está fazendo tratamento oncológico, crianças muito pequenas, idosos com doenças crônicas como asma, DPOC, enfisema pulmonar", destaca Rosania Oliveira.

Esse tipo de gripe é causado por uma mutação do vírus da gripe. Também conhecida como gripe Influenza tipo A ou gripe suína, ela se tornou conhecida entre 2009 e 2010, quando afetou muita gente no mundo inteiro. Os sintomas da gripe H1N1 são bem parecidos com os da gripe comum e a transmissão também ocorre da mesma forma. O problema é que a H1N1 pode levar a complicações de saúde muito graves.

Entre os sintomas mais comuns estão respiração rápida ou dificuldade para respirar; pele azulada (cianose) ou acinzentada; ingestão insuficiente de líquidos; vômito acentuado ou persistente; apatia; irritabilidade; os sintomas da gripe melhoram, mas depois retornam acompanhados de febre e a tosse piora. "A recomendação no dia a dia é manter uma boa higienização nas mãos. Depois de tocar alguma superfície contaminada, não levar a mão à boca, aos olhos e nariz para não se contaminar com o vírus. A vacina é uma boa proteção, sem dúvida, mas a principal é a higienização das mãos", explica Rosania Oliveira.

Ontem, 23 de abril, teve início a campanha de vacinação contra a Influenza e segue até o dia 1º de junho. Em Teresina, um total de 190 mil pessoas são esperadas para serem imunizadas. Fazem parte dos grupos prioritários da campanha idosos com 60 anos ou mais, crianças entre seis meses a menores de cinco anos de idade, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

 

ai comuniação

Os policiais civis dos dois Distritos e da Delegacia Regional da Policia Civil, de Floriano-PI, se reuniram no final de semana para uma confraternização.

tiran
Os integrantes da Civil local estavam com familiares e amigos e por mais de três horas de divertiram com música ao vivo num churrasco que começou no início da tarde no Comercio Esporte Clube.


A confraternização era dada a passagem do Dia 21 de Abril, data que em se lembra de Joaquim José da Silva Xavier (Tiradentes), patrono das policiais Militar e Civil.

 

Da redação

Luan Gás
Tem contabilidade
Drogalider
Planeta Baterias
Dr Kelmar - Ache Floriano
Planeta Baterias - Ache Floriano
Primeiro de Maio  - Ache Floriano
Otica Visão - Ache Floriano
Tatiana Gás
sdsdsdsds