Sem títuloNesta terça-feira, se reuniram em Recife os 16 representantes dos clubes que disputarão a Copa do Nordeste 2019. Durante o evento, foi estabelecido o novo formato de disputa do torneio, que passará a ter dois grupos com oito clubes. A premiação também foi estipulada. O campeão, por exemplo, receberá a quantia de R$ 1 milhão.

Na primeira fase, os clubes do Grupo A enfrentarão os do Grupo B, em turno único, classificando para as quartas de final os quatro primeiros colocados. Times do mesmo estado, desde que tenha uma rivalidade mais aflorada, estarão separados. Sendo assim, os clássicos serão todos na fase inicial, podendo se repetir mais perto da decisão.

Neste primeiro momento, às quartas e semifinais acontecerão em jogo único. Em caso de empate, a classificação será selada nos pênaltis. No entanto, a Liga do Nordeste ainda negocia mais duas datas para o torneio, que tem um total de 12. A fórmula ainda depende da aprovação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Existia uma possibilidade de ser implantada uma fórmula com rebaixamento, mas acabou ficando para um outro momento a ser discutido entre os anos de 2019 e 2020.

MAIS DETALHES

A premiação também sofreu uma mudança. Serão distribuídas quatro cotas. R$ 1,9 milhão para o 1º ao 4º do ranking da CBF, R$ 1,42 milhão para o 5º ao 8º; R$ 1,22 milhão para o 9ºao 12º, e R$ 510 mil para o 13º ao 16º. Os oito classificados na primeira fase receberão mais R$ 300 mil e os semifinalistas R$ 375 mil. O Campeão leva R$ 1 milhão, enquanto o vice R$ 500 mil.

O estado com mais número de participantes é Pernambuco com três (Santa Cruz, Náutico e Salgueiro), depois vem Bahia (Bahia e Vitória), Ceará (Ceará e Fortaleza), Alagoas (CSA e CRB), Maranhão (Moto Club e Sampaio Correa) e Sergipe (Sergipe e Confiança). Rio Grande do Norte, Paraíba e Piauí têm apenas um. São eles, respectivamente: ABC, Botafogo e Altos.

 

Futebolinterior

Luan Gás
Drogalider
Casa da Vóvo
Tem contabilidade
sdsdsdsds