O ex-deputado federal Silas Freire, hoje do PRB, esteve no final de semana em Floriano onde participou de uma manhã de atividades esportivas que foram realizadas no Comércio Esporte Clube (CEC).

paneleiros
A liderança política apoiou o evento e a organização foi do desportista Carlos Iran que teve ajuda do Francalino da Costa. Na final, os organizadores conseguiram reunir centenas de pessoas durantes as partidas e na entrega da premiação que se deu no começo da tarde.


Várias equipes de futebol de Floriano e região, durante dois meses, se envolveram na competição que se chamou Copa Silão de Futebol Society.


O Campeão foi a equipe dos Paneleiros que tem nas suas camisas a marca da empresa Garoto Atacarejo, de Romarinho, que venceram por 3 x 0 os Panelas, de Junior Bocão. Na preliminar houve a disputa do terceiro lugar e o confronto foi entre as equipes do Pelado dos Amigos 3 x 0 Pau Ferrado.


O artilheiro da competição foi o Rubinho com 08 gols e o goleiro menos vazado foi o Herbert, ambos dos Paneleiros.  Informações levantadas pelo piauinoticias confirmam que a equipe dos Paneleiros que tem o apoio do Grupo Garoto, foi entregue como uniforme emprestado pelo Carlos Iran para participação na competição. A premiação para o campeão foi R$ 2.500,00 e mais uma equipe, troféu e uma bola. 

A equipe vice-campeão que é o Panela, do Junior Bocão, recebeu R$ 1.000,00 mais troféu e uma equipe. 

Em Parnaíba está havendo uma competição da mesma natureza da que houve em Floriano e, após a decisão naquela cidade, as equipes campeãs devem se enfrentar.


Silas Freire disse que essa é a primeira de muitas Copas Silão. O suplente de deputado estava acompanhado da esposa e muitas lideranças locais estavam presentes. Os vereadores Antônio José Barbosa e Liacir César, compareceram.

silas

silas0

anonio

 

Da redação

O duelo das duas maiores camisas do Grupo 1 da Libertadores ocorre na noite desta terça-feira, às 21h30 no horário de Brasília, em Assunção, no Paraguai. O Grêmio enfrenta o Cerro Porteño no Nueva Olla com a liderança da chave em jogo.

O time de Renato Portaluppi se apoia na atuação de gala contra o Cruzeiro, em pleno Mineirão, na estreia na Libertadores, para superar nova ausência de Luan. O atacante não viajou com a delegação, por conta de dores, e se mantém como ausência.

Por sua vez, o Cerro Porteño andava mal das pernas no Campeonato Paraguaio, mas a goleada por 5 a 0 sobre o segundo colocado Nacional e os cinco jogos de invencibilidade, sem tomar gols, já deixam a torcida em polvorosa para tentar derrubar o atual campeão da América

Grêmio - Técnico: Renato Portaluppi

Outra vez sem Luan, o Grêmio deve manter a mesma formação da vitória sobre o Cruzeiro, na estreia do Brasileirão. A provável novidade é o retorno do zagueiro Pedro Geromel, recuperado de virose - Paulo Miranda permanece se o defensor não estiver 100%. O clube gaúcho tenta roubar a liderança do Cerro com uma vitória longe de casa.

Cerro Porteño - Técnico: Luís Zubeldía

A equipe paraguaia tem uma dúvida: a presença ou não de Óscar Ruiz no setor ofensivo - a tendência é que ele fique no banco de reservas. O atacante Cristian Insaurralde é desfalque certo. Após um período instável, o Ciclón chega empolgado com uma goleada de 5 a 0 sobre o Nacional, até então invicto no campeonato nacional. E defende a liderança do Grupo 1, com seis pontos, dois a frente dos gremistas.

Desfalque: Cristian Insaurralde

 

GE

Diego Aguirre aproveitou seu primeiro jogo sem caráter decisivo à frente do São Paulo para rodar o elenco, como gosta de fazer. Brenner foi um dos que recebeu oportunidade entre os titulares. O atacante, no entanto, não foi bem e acabou substituído aos 10 minutos do segundo tempo. Ao sentar no banco de reservas, Brenner imediatamente foi às lágrimas, aparentemente irritado com a própria atuação.breno

Após a vitória do São Paulo sobre o Paraná por 1 a 0 no Morumbi, o jovem de 18 anos revelado pelas categorias de base do clube não se escondeu, topou falar na zona mista e explicou seu sentimento.

“Foi tristeza, eu não soube aproveitar bem minha oportunidade, queria dar mais para ajudar o São Paulo, não tive uma noite muito iluminada, fiquei muito triste com isso. Sei que eu me cobro bastante, estava triste por isso”, contou, aos jornalistas presentes.

Brenner não entrava em campo desde a vitória do tricolor sobre o CRB, por 3 a 0, em Alagoas, dia 14 de março. Nessa temporada, foram 13 jogos e dois gols, estes contra Corinthians e Madureira.

“Desde pequeno eu me cobro bastante, aconteceu comigo hoje (nessa segunda). Eu não estava em uma noite boa hoje, saí chateado, estava chorando porque eu me cobro muito e achei que eu não rendi o que eu esperava”, disse, sem procurar qualquer tipo de desculpa.

“O sistema defensivo deles estava bem, eu fiz algumas movimentações, tive algumas oportunidades, não soube aproveitar, mas feliz pela vitória”.

Por fim, o jovem revelou o papo no vestiário e a força que recebeu dos companheiros panotra não se abalar e dar a volta por cima.

“Falaram para eu erguer a cabeça, que isso acontece, eu sou um garoto, tenho apenas 18 anos, sou capaz de evoluir, mas chorar eu chorei naturalmente, porque eu sei que eu posso mais”, concluiu.

 

gazetaesportiva

Foto:Marcelo Ferrelli/Gazeta Press

Dono de três títulos do Campeonato Brasileiro, Willian se prepara para tentar o tetra nacional com a camisa do Palmeiras. Profundo conhecedor do torneio, o atacante deseja figurar na liderança ao final do período de 12 jogos antes da Copa do Mundo da Rússia.

Às 20 horas (de Brasília) desta segunda-feira, no Engenhão, o Palmeiras estreia contra o Botafogo. Na sequência, antes do Mundial, enfrenta Internacional (casa), Chapecoense (c), Atlético-PR (f), Corinthians (f), Bahia (c), Sport (c), Cruzeiro (f), São Paulo (c), Grêmio (f), Ceará (f) e Flamengo (c).

“É um campeonato muito importante, que o Palmeiras teve a felicidade de ganhar em 2016. Então, vamos entrar firme. Temos 12 jogos antes da Copa para que possamos buscar nossos objetivos. É iniciar bem e, até a parada, estar na liderança ou, pelo menos, no G-4”, afirmou Willian, após o recente jogo contra o Boca Juniors.

O atacante conquistou a edição de 2011 do Campeonato Brasileiro com a camisa do Corinthians e repetiu o feito duas vezes pelo Cruzeiro (2013 e 2014). “Tenho três títulos, mas estou querendo mais. É um torneio especial. Eu, meus companheiros e o próprio clube temos esse desejo”, avisou.

Desde 2017, ano que Willian foi contratado, o Palmeiras convive com o status de favorito em todos os torneios que disputa, mas ainda não conseguiu conquistar um título. Questionado se vê o clube entre os mais cotados no Brasileiro, o atacante foi cauteloso.

“Isso vai muito da parte de vocês (jornalistas). É claro que temos uma equipe de qualidade, mas há outros clubes que se estruturaram e investiram para montar um grupo forte. O Palmeiras não é diferente. A gente entra com o objetivo de também brigar pelo título”, declarou.

 

gazeta

Luan Gás
Casa da Vóvo
Tem contabilidade
Drogalider
Otica Visão - Ache Floriano
Planeta Baterias - Ache Floriano
Tatiana Gás
Primeiro de Maio  - Ache Floriano
Store Shoes
sdsdsdsds