No estádio de Samara, a Costa Rica queria manter o bom retrospecto em estreias de Copa do Mundo, tendo vencido três de seus últimos quatro jogos. Mas a Sérvia é que manteve sua invencibilidade contra times da Concacaf e saiu na frente no grupo E.

gol

O esquema mais recuado da Costa Rica, que apostava nos contra-ataques, foi furado graças à uma cobrança de falta perfeita de Kolarov no começo do segundo tempo. A vitória por 1 a 0 deixa os sérvios na liderança do grupo que tem ainda Brasil e Suíça neste domingo, às 15 horas (de Brasília).

A Costa Rica deixou clara sua proposta defensiva, mas terminou o primeiro tempo com mais finalizações que os rivais. A Sérvia, por outro lado, teve mais tempo de posse de bola e as melhores oportunidades de abrir o placar.

Aos 27, Milinkovic-Savic, disputado por muitos times no mercado europeu, recebeu um belo lançamento de Kolarov, dominou sozinho na altura da marca do pênalti e tentou bater de esquerda, mas o chute saiu mascado, fraco, e ficou sem problemas nas mãos de Navas.

Mas o mais belo lance saiu aos 43, mais uma vez com Milinkovic-Savic. O jovem de 23 anos emendou uma bicicleta e Navas se esticou todo para fazer a defesa. O lance acabou sendo paralisado por impedimento, mas o replay mostrou que a posição era regular. Caso a bola tivesse entrado, o árbitro de vídeo entraria em ação.

A segunda etapa começou com mais uma boa defesa de Navas. Mitrovic tabelou com Milinkovic-Savic e recebey de volta na frente do goleiro. O toque buscava o canto, mas foi desviado pelo goleiro do Real Madrid.

Aos 10, enfim, não deu para o goleiro da Costa Rica. Kolarov cobrou falta com muita categoria, mandando a bola no ângulo esquerdo de Navas, que se esticou demais e não conseguiu chegar na bola para evitar o 1 a 0. Era o terceiro gol de falta no Mundial russo, já igualando o número que tivemos na Copa de 2014.

A seleção costa-riquenha teve que se abrir um pouco mais atrás da igualdade, com a entrada de Joel Campbell, destaque em 2014, no lugar de Ureña. A posse de bola mudou de lado, mas o goleiro Stojkovic não levou muitos sustos.

Foram os sérvios quem seguiram levando as melhores chances, como aos 31, quando Kostic tinha tudo para marcar, mas Navas conseguiu um leve desvio antes da bola chegar no jogador e evitou o segundo gol.

Aos 41, Mitrovic teve tudo para marcar o segundo gol, mas caiu ao tropeçar em Giancarlo González, que tentou tirar com um carrinho. Os jogadores chegaram a cobrar do árbitro a marcação do pênalti, mas o lance sequer foi revisto.

Nos acréscimos, pressão da Costa Rica e tentativa de contra-ataque mal aproveitado pela Sérvia. Após um lance na lateral do campo, na frente do banco da seleção da América Central, o clima esquentou com uma confusão entre jogadores sérvios e membros da comissão técnica adversária. Mas logo a situação foi controlada.

Quando já eram sete minutos de acréscimos, a arbitragem usou o VAR para revisar uma agressão de Prijovic, que acabou recebendo cartão amarelo apenas

O próximo jogo da Sérvia é na sexta-feira, em Kaliningrado, contra a Suíça, às 15 horas (de Brasília). Mais cedo, às 09 horas, a Costa Rica enfrenta o Brasil, em São Petersburgo.

 

msn

Hannes Thór Halldórsson trabalha na indústria dos filmes. Dirigiu clipes de música pop da Islândia, inclusive da banda feminina Nylon e da canção que representou o país no Eurovision de 2012. Foi também responsável por uma série de televisão chamada Nossos jogadores profissionais, em que visitou islandeses importantes que ganhavam a vida chutando bolas, como o seu ídolo Eidur Gudjohnsen, e um comercial da Coca-Cola para a Copa do Mundo da Rússia. Em 2013, começou a trabalhar em um longa que ele se recusa a descrever como “um filme de zumbis”. “É mais um thriller sobrenatural de fantasmas que acontece em algum lugar isolado da Islândia”, disse, à Sports Illustrated. Seu próximo projeto não está confirmado ainda, mas ele tem uma boa história autobiográfica para dirigir, se quiser: o dia em que defendeu um pênalti de Lionel Messi.

mssa

Porque no momento ele atua profissionalmente como jogador de futebol e é o goleiro titular da seleção islandesa. Neste sábado, impediu que a Argentina fizesse 2 a 1 contra o seu time, em Moscou, na primeira rodada do Grupo D da Copa do Mundo. Até os 29 anos, recebia salário para jogar bola, mas ainda dividia muito as suas atenções com a produção de vídeos, de música ou comerciais, uma paixão que ele desenvolveu quando era adolescente.

Na infância, começou a treinar para a carreira de futebol que vislumbrava, mas, aos 14, deslocou o ombro fazendo snowboarding. A dor aparecia sempre que tentava treinar. “Isso destruiu meus sonhos de jogar futebol. Fui operado aos 19 anos”, disse, ao Bleacher Report. “Essa época, dos 14 aos 19 anos, é quando os rapazes da minha idade estavam jogando pelas seleções de base da Islândia. Eu tinha zero jogos nas categorias de base. Então, passei minha juventude produzindo curtas. Dos 16 aos 20 anos, me concentrei somente nisso”.

Encorajado pelo pai, Halldórsson tentou mais uma vez. Estava fora de forma e enferrujado, mas conseguiu participar da pré-temporada do Leiknir Reykjavik, clube da terceira divisão do bairro em que morava. Foi reserva o campeonato inteiro, mas, na penúltima rodada, o titular foi expulso. Halldórsson ganhou a chance para a partida final, uma decisão de campeonato contra o Vikingur Olafsvik. Quem vencesse seria promovido.


Animado pela chance de começar jogando uma partida competitiva pela primeira vez na carreira, o goleiro ligou para emissoras de TV. Contou o que estava acontecendo e perguntou se elas não queriam enviar algumas câmeras. Duas apareceram. Ele deve ter se arrependido dessa parte. Aos 43 minutos do segundo tempo, errou a cobrança do tiro de meta e deu a bola para o adversário. Dois atacantes contra Halldórson. O Vikingur Olafsvik marcou, venceu por 2 a 0, e o Leiknir não subiu – clique aqui para ver o lance.

Halldórsson ficou desolado. Trancou-se em casa ouvindo música porque todo mundo no bairro falava sobre o seu erro, transmitido em rede nacional. Mergulhou na sua outra profissão durante o verão europeu e ainda sofreu um acidente que quase quebrou seus dedos da mão esquerda. Quando a temporada seguinte de futebol começou, ele decidiu fazer uma última tentativa. Conseguiu encontrar um clube que não conhecia sua história, o Afturelding, e teve uma grande temporada.

Foi contratado pelo Stjarnan, e começou a receber salário para jogar bola pela primeira vez. Em 2011, chegou ao KR, principal clube do país, mesmo ano em que estreou na seleção islandesa. Saiu da Islândia para fazer carreira na Noruega, com uma passagem pela Holanda, até chegar ao norueguês Randers, que defende atualmente. Foi a muralha na Eurocopa da França, primeira vez que os islandeses disputaram um grande torneio, e segurou a barra durante as Eliminatórias da Copa do Mundo. Na sua primeira partida na Rússia, pegou um pênalti do craque Lionel Messi. Uma história de cinema.

msn

O atacante Neymar ainda não está em sua "plenitude", segundo o técnico Tite. O camisa 10 está confirmado entre os titulares do Brasil para a estreia na Copa do Mundo neste domingo, às 15h, em Rostov, contra a Suíça, já que, ainda segundo o treinador, "é privilegiado fisicamente". O craque voltou a treinar com bola no fim de maio, depois de lesão e cirurgia no pé direito.

tite

- Neymar não está 100% ainda, mas também é muito privilegiado fisicamente. Os índices de sprint em velocidade máxima dele é impressionante. Mas não está em sua plenitude ainda. Já está em um processo bem evoluído do que imaginávamos e suficientemente bom para fazer um grande jogo - analisou o treinador, durante entrevista coletiva após o último treino do Brasil em Rostov, palco da estreia.

- Nós temos tido e vamos ter contra a Suíça também um grau de dificuldade. Jogos de alto nível nos exigem, nos desafiam ao máximo - completou o treinador, sobre o jogo de estreia da Seleção.

O Brasil deve entrar em campo com Alison; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro; Willian, Philippe Coutinho, Paulinho e Neymar; Gabriel Jesus. 

Fred não fica nem no banco

​O meio-campista Fred, novo reforço do Manchester United, não tem ainda condições de jogo, segundo Tite. Por isso, mesmo tendo viajado com o grupo de Sochi para Rostov, não fica nem entre os reservas no jogo deste domingo, contra os suíços. Fred sofreu um trauma no tornozelo direito, após entrada forte de Casemiro, e já voltou a treinar com os demais companheiros. Mesmo assim, está vetado da partida de estreia.


-Temos 23 atletas de altíssimo nível. O Fred não tem condições de jogo, está fora. Todos os demais estão em condições, a ponto de dois deles, eu falar hoje (neste sábado) com médico e preparador físico, que preparavam de ajustes, e dizer que estavam preparados para o jogo. Esse é nosso objetivo - finalizou o treinador. 

msn

fredA seleção brasileira pode ter o reforço de Fred para a partida de estreia na Copa do Mundo contra a Suíça, no próximo domingo, em Rostov.

O meia Fred participa do treinamento fechado desta sexta-feira em Sochi e viajará com a equipe para o jogo.

A comissão técnica, no entanto, ainda não definiu se ele estará à disposição para o duelo na noite de domingo.

Fred está afastado dos treinos com o grupo desde a quinta-feira retrasada, quando levou uma entrada de Casemiro no tornozelo direito.

Apenas nesta semana, já em Sochi, o novo jogador do Manchester United retornou aos trabalhos ainda à parte.

O Brasil também espera por quem será o capitão contra a Suíça, algo que o técnico Tite ainda não definiu.

 

Espn

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Luan Gás
Oticas Floriano
Tem contabilidade
Casa da Vóvo
sdsdsdsds