A Fifa discutirá em seu congresso anual em 13 de junho, em Moscou, o aumento de 32 para 48 seleções já na Copa do Mundo do Qatar, em 2022. O tópico consta na agenda do evento divulgada pela federação internacional.

A ampliação do número de participantes já está confirmada a partir de 2026. O acréscimo de 16 seleções já no Mundial de 2022 é um desejo da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol).

Todas as 10 confederações integrantes da entidade, entre elas a CBF, são favoráveis ao aumento, segundo consta no documento da Fifa.

Em Moscou, não haverá nenhuma decisão. A ideia é aprovar ou não uma proposta para "a realização de um estudo de viabilidade para o aumento de equipes".

Este estudo se faz necessário para saber a necessidade da construção de mais estádios ou a ampliação de cidades-sede.

A ideia original para um torneio de 32 seleções seria a utilização de 12 estádios, como acontecerá na Rússia e foi no Brasil. Mas ainda há riscos de que este número seja reduzido para até oito, conforme afirmaram recentemente as autoridades qatarianas.

No mês passado, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, participou de evento da Conmebol em Buenos Aires e se mostrou favorável a uma ampliação antes mesmo de 2026.

Na ocasião, classificou a proposta como "muito interessante" e que "ajudaria no desenvolvimento do futebol".

O interesse da Conmebol se justifica pelo fato de que em um torneio com 48 seleções seis dos dez times participantes das eliminatórias garantirão vaga no Mundial.

+ Árbitro escalado para Copa é acusado de suborno e está sob custódia

Hoje, este número é de quatro, com um a mais podendo entrar pela repescagem. Na Rússia, serão cinco, após o Peru desbancar a Nova Zelândia.

Após a divulgação da agenda, a Fifa não se manifestou. Nem o Comitê Organizador do Mundial do Qatar.

Uma decisão precisará ser tomada antes do início das eliminatórias, que ainda não foi divulgado. Para o Mundial da Rússia, os primeiros jogos foram realizados em março de 2015.

Com 48 seleções, além de seis vagas para a Conmebol, a divisão fica assim: Oceania (1), América do Norte, Central e Caribe (6), Ásia (8), África (9), Europa (16) e mais duas seleções saindo de um playoff de repescagem.

A vaga do país-sede em 2026 irá influenciar diretamente no número final de vagas da confederação ao qual ele está vinculado

A Copa do Qatar, confirmada por ora com 32 times, ocorrerá entre 21 de novembro e 18 de dezembro. O torneio foi deslocado para o fim do ano por causa do calor no país durante os meses de junho e julho.

Neste mesmo congresso onde será discutida a proposta da Conmebol, a Fifa definirá a sede do Mundial de 2026. O Marrocos concorre contra uma candidatura tripla de EUA, Canadá e México.

 

Com informações da Folhapress.

 

 

flaemelecO Flamengo pode garantir nesta quarta-feira a classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores. Para isso o time de Maurício Barbieri precisa vencer o lanterna Emelec no Maracanã, às 21h45, pela 5ª rodada do Grupo 4.

lassificado na Copa do Brasil e líder do Campeonato Brasileiro, o Flamengo teria tudo para chegar confiante para a decisão no Maracanã, mas ainda assim a pressão das arquibancadas segue deixando o clima turbulento no Ninho do Urubu.

O elenco não precisa apenas vencer o Emelec, mas como jogar para convencer a torcida, que vem lotando o Maracanã. Com seis pontos, o clube não pode assumir a liderança do Grupo 4 nesta rodada, já que o River Plate, que já jogou, tem 11. Na lanterna, o Emelec tem apenas um ponto e vem de três derrotas consecutivas.

No primeiro turno, em jogo válido pela segunda rodada, o Flamengo venceu o time equatoriano por 2 a 1, no Equador. A vitória, inclusive, foi a única dos flamenguistas no torneio.

PODE CONFIAR?

O técnico Maurício Barbieri encerrou a preparação do Flamengo com um treino fechado na tarde desta terça-feira. Ele não revelou, mas a tendência é que Diego siga no time titular, contrariando a pressão por parte dos torcedores para que ele fique no banco de reservas.

“Maurício sabe melhor do que ninguém em colocar os melhores.. O jogo contra o Ceará foi um grande jogo e o Diego foi muito bem. Ele vai responder melhor que o mais importante é colocar em campo o que temos de melhor. Não teve um grande período sem o Diego. O Maurício vai saber quem colocar em campo amanhã”, afirmou o zagueiro Juan.

MARACANAZO?

Para o Emelec, a partida desta quarta-feira vai marcar a despedida do técnico Alfredo Farias. Após dois anos, o treinador decidiu deixar o clube e espera se despedir com vitória. Em entrevista já em solo brasileiro, ele disse que está otimista de que o time conseguirá vencer e continuar vivo na briga por uma vaga.

“Essa será a última partida que dirijo o Emelec. Foi uma decisão que tem vários fatores e variáveis (...) Não conheço o Maracanã. Para mim será uma sensação totalmente incrível. Em meu interior tem uma pequena luz que diz que podemos fazer outro Maracanazo”, projetou Farias.

 

futebolinterior

palm2018 começou com seis palmeirenses sonhando com uma vaga na Seleção Brasileira de Tite, que irá disputar a Copa do Mundo na Rússia. Nenhum destes, porém, foi chamado para vestir a amarelinha e agora o elenco alviverde incorpora o mantra de que a “Seleção é o Verdão”.

Lucas Lima foi apresentado no Palmeiras já falando em Copa do Mundo. O meia disse na ocasião que se sentia mais próximo do Mundial, e Alexandre Mattos, que chegou com a atleta à sala de imprensa na ocasião, também afirmou que o camisa 20 conseguiria seus “objetivos” no Alviverde.

Weverton foi outro a sonhar com a Copa desde sua apresentação. O goleiro, que conquistou a medalha de ouro na Olimpíada do Brasil, treinou como titular de Roger Machado na pré-temporada, mas perdeu a vaga para Jailson. Depois, chegou a dizer que se preocupava que a reserva no Palmeiras pudesse tirar suas chances com Tite, o que de fato aconteceu.

Os outros quatro atletas tiveram discursos mais modestos, mas também viveram a expectativa de estarem na lista. Dudu não passava esta ideia publicamente, mas no clube acreditava-se que um desempenho como o de 2016 pudesse leva-lo à Seleção. Marcos Rocha também foi especulado como substituto de Daniel Alves. Jailson revelou o sonho em entrevista e Felipe Melo teve o nome ventilado no início do ano por seu desempenho. Ambos, porém, criaram o mantra “minha Seleção é o Palmeiras”.

“Acho que a Seleção é aqui no Palmeiras, como diz o Jailson. Jogar aqui é como estar em uma Seleção. O Palmeiras tem jogadores com qualidade para representar o Brasil, mas a decisão é do Tite”, disse o meia Guerra, que está aposentado da seleção da Venezuela, fora da Copa do Mundo.

Ainda existe, porém, a chance de um palmeirense disputar o Mundial da Rússia. O colombiano Borja está na lista de 35 pré-convocados pelo técnico José Pekerman, que tem até o dia 4 de junho para divulgar os 23 que vão para a Rússia.

 

gazetaesportiva

Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Sem títuloNesta terça-feira, se reuniram em Recife os 16 representantes dos clubes que disputarão a Copa do Nordeste 2019. Durante o evento, foi estabelecido o novo formato de disputa do torneio, que passará a ter dois grupos com oito clubes. A premiação também foi estipulada. O campeão, por exemplo, receberá a quantia de R$ 1 milhão.

Na primeira fase, os clubes do Grupo A enfrentarão os do Grupo B, em turno único, classificando para as quartas de final os quatro primeiros colocados. Times do mesmo estado, desde que tenha uma rivalidade mais aflorada, estarão separados. Sendo assim, os clássicos serão todos na fase inicial, podendo se repetir mais perto da decisão.

Neste primeiro momento, às quartas e semifinais acontecerão em jogo único. Em caso de empate, a classificação será selada nos pênaltis. No entanto, a Liga do Nordeste ainda negocia mais duas datas para o torneio, que tem um total de 12. A fórmula ainda depende da aprovação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Existia uma possibilidade de ser implantada uma fórmula com rebaixamento, mas acabou ficando para um outro momento a ser discutido entre os anos de 2019 e 2020.

MAIS DETALHES

A premiação também sofreu uma mudança. Serão distribuídas quatro cotas. R$ 1,9 milhão para o 1º ao 4º do ranking da CBF, R$ 1,42 milhão para o 5º ao 8º; R$ 1,22 milhão para o 9ºao 12º, e R$ 510 mil para o 13º ao 16º. Os oito classificados na primeira fase receberão mais R$ 300 mil e os semifinalistas R$ 375 mil. O Campeão leva R$ 1 milhão, enquanto o vice R$ 500 mil.

O estado com mais número de participantes é Pernambuco com três (Santa Cruz, Náutico e Salgueiro), depois vem Bahia (Bahia e Vitória), Ceará (Ceará e Fortaleza), Alagoas (CSA e CRB), Maranhão (Moto Club e Sampaio Correa) e Sergipe (Sergipe e Confiança). Rio Grande do Norte, Paraíba e Piauí têm apenas um. São eles, respectivamente: ABC, Botafogo e Altos.

 

Futebolinterior

sdsdsdsds