O Corinthians não vence há quatro jogos – vem de empates com Flamengo e Atlético-MG e derrotas para Palmeiras e Ceará – e tenta evitar o maior jejum nesta temporada. Em 2018, o Timão ainda não ficou cinco jogos sem ganhar.

Porém, embora a fase não seja boa, há motivos para acreditar numa reação do Corinthians. Os próximos três jogos da equipe serão em casa, e o técnico Jair Ventura terá um raro "respiro" para trabalhar.

Os próximos compromissos do Timão serão contra:

Sport, neste domingo, às 19h, pela 25ª rodada do Brasileirão;

Internacional, no outro domingo, dia 23, às 16h, pela 26ª rodada do Brasileirão;

Flamengo, numa quarta-feira, dia 26, às 21h45, pela semifinal da Copa do Brasil.

Jogando como mandante o Corinthians tem aproveitamento de 66% neste ano, desempenho bem melhor do que longe de casa, 39%.

Entre as partidas contra Sport e Internacional, Jair Ventura terá a sua primeira semana livre para trabalhar no clube.

Além de ser um tempo importante para o treinador recém-chegado implementar suas ideias, o período servirá para o Corinthians recuperar fisicamente os jogadores. Desde a volta das competições após a Copa do Mundo, em 18 de julho, o clube não teve um intervalo assim entre jogos.

Dentre os objetivos de Jair, um dos prioritários é melhorar o desempenho ofensivo da equipe. Depois de conseguir fazer a equipe não ser vazada após quatro jogos, ele tenta tornar o Timão mais eficiente no ataque:

– Agora vamos trabalhar mais a parte ofensiva. Para neutralizar, mas também tentar ser mais efetivo no terço final [...] O DNA do Corinthians é vitorioso. Ganhou dois títulos no ano passado, e agora trabalhamos para ganhar dois títulos esse ano. Vamos tentar vencer sempre. Quando você não perde na casa do adversário, está mais perto de vencer. Era importante quebrar essa sequência de tomar gols, e a gente vê uma evolução tática. Agora é gradativo – afirmou, após o empate em 0 a 0 com o Flamengo, na última quarta-feira.

O Corinthians é o décimo colocado do Brasileirão, com 30 pontos, 11 a menos do que o Grêmio, primeiro dentro da zona de classificação para a Libertadores.

 

GE

sdsdsdsds