auxikitecncCada dia que passa, José Armando Abdalla mostra que não está preparado para ser presidente da Ponte Preta. É uma atitude amadora atrás da outra. A última foi nesta terça-feira, quando o auxiliar-técnico João Paulo Sanches foi comunicado que estava sendo dispensado.
A dispensa acontece três dias depois de João Paulo Sanches ter comandado a Ponte Preta de forma interina na vitória sobre o São Paulo, por 1 a 0, em Campinas, pelo Campeonato Paulista. Através da sua assessoria de imprensa, o profissional disse que foi comunicado pelo Recursos Humanos com alegação de corte de gastos.


"Fui comunicado nesta tarde, pela diretoria do clube. Na realidade quem me acionou foi o Recursos Humanos do clube. Me ligaram me pedindo para comparecer no clube.

Quando cheguei, foi comunicado que estava sendo feito o desligamento, perguntei se eu poderia ser informado do motivo e me disseram que se tratava de uma readequação financeira.

Na transição para o Jorginho, cheguei a comandar a equipe na partida contra o São Paulo. Treinamos três dias para o jogo, saímos vitoriosos e, agora, fui pego de surpresa pela notícia da minha demissão.

Nós lamentamos, porque mostramos que poderíamos ajudar na sequência da temporada, pela força do elenco e confiança no nosso trabalho", disse João Paulo Sanches.

RÁPIDA TRAJETÓRIA
Contratado em setembro ano passado para integrar a comissão técnica permanente do clube depois de deixar o Atlético-GO, João Paulo Sanches sequer viajou com a delegação para Aparecida de Goiânia, onde a Macaca foi eliminada precocemente na primeira fase da Copa do Brasil pela modesta Aparecidense, ao perder por 1 a 0, em um jogo bastante polêmico.

A demissão inesperada de João Paulo Sanches, ainda mais do jeito que aconteceu, escancara ainda mais o amadorismo da diretoria liderada por José Armando Abdalla, que em sua gestão já tem sete trocas de treinadores.

 

futebolinterior

Nos jogos beneficentes que tiveram sendo realizados no sábado, 09,  à tarde no Estadio Tibarão, em Floriano, tiverão algumas pessoas que foram homenageadas. 

De acordo com o comunicador  Carlos Iran, deste portal Noticias,  uma das pessoas lembradas foi o Lucimar Feitosa que recentemente comandou alguns times de garotos que estavam competindo na Copa de Futebol do Nordeste que se realizou em Bom Jesus-PI.

luciamr

Quem também foram lembrados nos jogos amistosos e beneficentes foi o desportista Galdino Oliveira e ainda o professor e ex -vereador Enoque Ramos, esse último em im memorian.

 

Da redação

lucO zagueiro Lucão não será mais reforço do Corinthians, ao menos não de forma imediata. Depois de um acerto verbal para a contratação, a chegada do atleta foi cancelada nesta terça-feira devido à incerteza sobre a sua utilização neste primeiro semestre e à falta de acerto sobre a divisão dos seus salários até o vencimento do contrato com o São Paulo, em junho deste ano.

Lucão passou por uma artroscopia no joelho direito no final do ano passado e ainda tenta melhorar a forma física. Como ele chegaria por empréstimo inicial, o Timão não viu necessidade em arcar por seis meses com o custo de um atleta que pode nem sequer entrar em campo. Contribuiu o fato de o Alvinegro já ter outros seis nomes no setor.

Além de Henrique e Manoel, Marllon, titulares da equipe, Pedro Henrique e Léo Santos seguem no grupo. Outro nome, entretanto, pode ser anunciado nos próximos dias. Trata-se do uruguaio Bruno Méndez, que pertence ao Montevideo Wanderers, com quem a diretoria Alvinegra já possui um acordo.

A contratação contava com a aprovação do treinador Fábio Carille, consultado pela diretoria. Ambos, inclusive, acreditavam na qualidade do zagueiro e na chance de recuperá-lo para uma volta por cima após uma passagem conturbada pelo São Paulo.

Revelado pelo Tricolor, Lucão estava emprestado ao Estoril, de Portugal, rebaixado para a segunda divisão nacional na última temporada. O zagueiro, mesmo com vínculo com o clube do Morumbi até julho, chegaria sem custos, com o Timão pagando apenas os salários e ficando com 60% de seus direitos econômicos.

 

gazeta

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A semifinal da Taça Guanabara entre Vasco e Resende está mantida para esta quarta-feira, às 21h30, no Maracanã. A Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) comunicou em seu perfil em uma rede social. No entanto, a venda de ingressos está suspensa. A prefeitura havia recomendado o adiamento do confronto.


A Ferj informou que tentou adiar o jogo para quinta-feira, em São Januário, por conta da previsão de fortes chuvas para a cidade na quarta. Porém, a PM não garantiu a segurança do confronto. No mesmo dia haverá Fla-Flu no Maracanã.


A suspensão da venda de ingressos aconteceu como forma de preservar a segurança dos torcedores. Quem já comprou seu bilhete poderá comparecer. O Vasco ainda informará como irá ressarcir aqueles que não se sentirem seguros para ir à semifinal.

Na quarta-feira da semana passada fortes chuvas e ventos atingiram o Rio de Janeiro. Sete pessoas morreram.

 

GE