sussurrofoneUma professora da rede Municipal de Ensino criou um instrumento com formato de telefone, feito de cano chamado ‘sussurrofone’ para ensinar pronúncia e estimular os alunos a lerem mais. Segundo a professora, o objeto ajuda na fluência e estimula o gosto pela leitura. Foram feitos 30 objetos e cada um custou R$ 3,50. A professora usou recursos próprios e a diretoria da escola informou que vai investir na ideia.

A professora Adélia Muniz usou a técnica para incentivar a leitura de crianças do 4º e do 5º ano de uma escola municipal que fica no povoado Cacimba Velha, Zona Rural de Teresina. Adélia percebeu o bom desempenho dos alunos com o ‘sussurrofone’. “Eu tenho um aluno que quando ele vai ler, ele troca o ‘b’ pelo ‘p’ e antão ele já está percebendo essa troca e fazendo a correção” disse a professora.

Para a pequena Maria Clara, o utensílio ajuda muito a controlar a ansiedade e o receio de falar em público, em voz alta. “É bom pra tirar a timidez, aprender a ler melhor e fazer com que as pessoas não tenham vergonha de ler” falou a aluna.

“Sussurrofone”

O chamado ‘sussurrofone’ tem aproximadamente 10 cms e foi feito artesanalmente por materiais hidráulicos. Para cada objeto, foi usado um pedaço de cano e dois ‘joelhos’, que dá uma curvatura para a boca, captando a voz e para o ouvido, registrando o ruído.

O formato é bem parecido com um telefone e que também tem funções semelhantes ao aparelho, como falar por um lado e escutar por outro, amplificando a voz. O aparelho artesanal faz com que o estudante possa ouvir a própria voz em forma de sussurro, daí originou-se o nome de ‘sussurrofone’.

De acordo com a diretora da escola, Ana Maria Machado, o projeto acumula resultados positivos e a escola vai expandir a ideia para outras turmas. “Agora a escola vai bancar para ajudar outras salas, porque a professora automaticamente fez o material pra ela, do seu bolso” disse a diretora.

A direção ainda se prontificou em ressarcir todo valor gasto pela professora Adélia Muniz, pela produção do material, mas ela não aceitou e disse estar satisfeita pelo resultado. “Quando ela me apresentou, eu até perguntei pra ela ‘professora, a senhora não quer ressarcimento? Não, não, o projeto é meu e vou concluir'. Agora a escola vai dá continuidade” disse a diretora Ana Maria.

 

G1

Nesta segunda-feira (23), Dia Nacional de Educação dos Surdos, a Secretaria de Estado da Educação do Piauí (Seduc) comemora avanços na educação inclusiva. Atualmente, a Seduc atende 1.886 alunos especiais. Deste número, 244 são surdos que, por meio dos cursos de LIBRAS, a Língua Brasileira de Sinais, têm a oportunidade de aumentar a capacidade de comunicação.

Por meio do Centro de Atendimento às Pessoas com Surdez (CAS-PI), a Seduc oferece cursos para alunos e profissionais da educação. De acordo com Rachel Andrade, diretora do CAS, o Centro faz o Atendimento Educacional Especializado (AEE) para 80 alunos surdos, atualmente. "Dentro do atendimento os alunos aprendem LIBRAS e Língua Portuguesa e, além do atendimento pedagógico, fazemos o atendimento multiprofissional com psicólogos, fonoaudiólogos e psicopedagogos", explica.

O CAS disponibiliza ainda cursos de formação em LIBRAS para 300 pessoas por semestre, entre professores da rede estadual e comunidade em geral, distribuídos em diversas modalidades: básico, intermediário, avançado, prática em LIBRAS, LIBRAS voz e formação de tradutor e intérprete de LIBRAS. "Nosso objetivo é formar e qualificar profissionais tradutores e intérpretes de libras, aperfeiçoando a prática já existente e dando condições para uma melhor tradução e interpretação nos diferentes contextos onde o profissional estiver inserido", esclarece Raquel.

Segundo a gestora, os intérpretes de LIBRAS estão presentes em 90% das escolas da rede estadual que tem alunos surdos, tanto na capital quanto no interior, assim como os cursos de formação. "Iniciamos nossos atendimentos em agosto de 2006 e, de lá para cá, foram quase 7.500 atendimentos entre alunos surdos e participantes dos cursos de formação. Ainda não chegamos aos 100%, mas estamos trabalhando para isso. Onde houver aluno surdo matriculado vamos levar o curso de LIBRAS até a escola para que, de fato, haja inclusão", garante Raquel.

Além da capital, a Seduc oferece o atendimento especializado em Parnaíba, por meio do Centro de Línguas (CCL); em Piracuruca, na Unidade Escolar Anísio Brito e a partir deste próximo sábado (28), o município de Floriano também terá atendimento especializado na Unidade Escolar Bucar Neto.

Pensando na comodidade dos alunos, profissionais e comunidade escolar, a Secretaria da Educação iniciou a reforma do CAS, que está recebendo uma reforma completa e ampliação das salas de aula, para que possa aumentar o número de atendimentos.

 

Seduc

A Universidade Estadual do Piauí – UESPI, por meio da Pró-reitoria de Ensino de Graduação – PREG, e do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica – PARFOR, divulga o resultado da homologação das inscrições do EDITAL PARFOR/PREG – Nº 001/2018.

O link para a interposição de recursos poderá ser acessado na página do edital. O sistema abrirá às 08:00h e fechará às 23:59h, dessa terça-feira, dia 24 de abril de 2018.

Confira:

Deferidos

Indeferidos

 

Uespi

Alunos e professores do Ginásio Primero de Maio, escola que completa 61 anos de fundação em Floriano-PI, estão se preparando para celebrar a data que será na terça-feira, 1º de maio.

madelana

A professora Madalena Laurentino, diretora do GPM, afirma que a programação está pronta e que a mesma será colocada em prática a parti das 5:00h com uma alvorada.

gpm

Seguindo a programação as 7:00h terá a concentração para os desfiles e às 8:15h, depois da hasteamento das bandeiras e pronunciamentos, estarão ocorrendo os desfiles dos alunos do Ginásio com participação de estudantes de outras unidades de ensino.

Os desfiles ocorrem por algumas das vias do centro e alunos de escolas do município, estado e particulares deverão fazer parte.

 

Da redação

Casa da Vóvo
Drogalider
Luan Gás
Planeta Baterias
Tatiana Gás
Otica Visão - Ache Floriano
Planeta Baterias - Ache Floriano
Store Shoes
Dr Kelmar - Ache Floriano
sdsdsdsds