fianciamentoestudantilDe janeiro até o início de abril, mais de 140 mil estudantes contrataram o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil), de acordo com balanço divulgado, nesta segunda-feira, 9, pela presidente Dilma Rousseff. Atualmente, 500 mil universitários estudam graças à iniciativa

– Isso significa que vamos atingir quase o mesmo número de contratos, em quatro meses, do que tudo que fizemos no ano passado.

No programa semanal Café com a Presidenta, Dilma ressaltou que ao financiar cursos em universidades privadas, o Fies permite que milhares de jovens estudem mesmo quando não podem pagar as mensalidades. Para ela, o programa representa um instrumento importante na democratização do acesso ao ensino superior no país.

A presidenta lembrou que, em 2010, o Fies passou por grande reformulação, que derrubou a taxa de juros de 9% para 3,4% ao ano, além de ampliar o prazo de carência de seis meses para um ano e meio. Dessa forma, o aluno, depois de formado, passou a ter um tempo maior para começar a pagar as parcelas do financiamento.

– Depois desse período de carência, em que não se paga nada, o estudante tem um prazo equivalente a três vezes a duração do curso e mais 12 meses para pagar o financiamento. Temos ainda outra novidade: o aluno de baixa renda pode agora contar com o Fundo Garantidor, que permite a assinatura do contrato sem a necessidade de fiador.

A inscrição para o Fies pode ser feita pela internet em qualquer época do ano. Os dados do estudante são analisados por uma comissão da própria faculdade ou universidade escolhida. Atualmente, mais de 1.500 instituições de ensino superior estão credenciadas no programa.

– O Fies é um dos mais importantes instrumentos da nossa política de dar acesso à educação superior a todos que quiserem. Para isso, contamos também com a expansão das universidades federais e do ProUni (Programa Universidade para Todos) por todo o país. Todas essas ações são fundamentais, porque é com oportunidades na educação, na profissionalização e no mercado de trabalho que vamos construir um país muito mais próspero e justo.
Da Agência Brasil
Pelo menos 130 concursos públicos em todo o país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira, 9, e reúnem 42.994 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 21.766,15 no Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região (Sergipe).

Só na Companhia Hidroelétrica do São Francisco são 5.149 vagas. Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva, ou seja, os aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Os órgãos que abrem as inscrições nesta segunda-feira para 4.178 vagas são os seguintes: Centro Nacional de Tecnologia Eletrônica Avançada, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, Empresa de Desenvolvimento de Itabira, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Prefeitura de Cotriguaçu (MT), Prefeitura de Ibirité (MG), Prefeitura de Itaquaquecetuba (SP), Prefeitura de Olinda (PE), Prefeitura de Patrocínio (MG), Prefeitura de Toledo (MG), Prefeitura de Câmara de Trairi (CE), Prefeitura de Uberaba (MG) e Tribunal de Justiça de São Paulo.
G1

A habilidade cognitiva na infância tende a impactar as licenças profissionais por motivos de saúde na vida adulta, sugere um estudo britânico divulgado neste mês na publicação BMJ Open.  O estudo, feito por profissionais do King's College London, analisou as habilidades cognitivas - capacidade de percepção, raciocínio e memória, por exemplo - de 23 mil pessoas, em amostras de 1946, 1958 e 1970.

O estudo foi feito com base em levantamentos de órgãos estatais britânicos com crianças dessas gerações anteriores, que foram novamente entrevistadas mais recentemente na vida adulta, durante sua idade produtiva.

No grupo de 1946, por exemplo, 47% dos britânicos pesquisados que tiraram licenças médicas de longo prazo (mais de 6 meses) tinham apresentado desempenho cognitivo inferior quando crianças. Em contrapartida, esse número caía para 13% entre o grupo com histórico de melhores habilidades cognitivas.

Essa associação entre baixa cognição infantil e problemas ocupacionais na vida adulta parece ocorrer, segundo os pesquisadores, "simplesmente porque esses indivíduos estão mais propensos a ficarem doentes". Em contrapartida, as pessoas com mais habilidades cognitivas tendem a ser mais flexíveis na busca e manutenção de empregos.

Além disso, dizem os autores, "é importante reconhecer que licenças médicas de longo prazo são resultado de um processo, e não de um evento singular".


"Empregos inseguros"

Nos três grupos, diz a pesquisa, "a baixa habilidade cognitiva estava mais fortemente associada com licenças médicas de longo prazo. (...) O baixo desempenho educacional pode levar (o indivíduo a buscar) empregos mais inseguros ou manuais, que podem ser mais difíceis de serem mantidos no caso de uma incapacidade".

Mas a própria pesquisa ressalta que "o desempenho educacional não explica totalmente essa associação". E adverte que o resultado do estudo pode ser afetado pelas diferentes formas como a habilidade cognitiva infantil pode ter sido medida à época dos levantamentos originais.

Ao mesmo tempo, o estudo parte do princípio de que os fatores de riscos individuais - e não apenas ocupacionais - são pouco estudados quando se trata de licenças médicas tiradas pelos profissionais. E aponta que essas licenças, além de terem um elevado custo econômico para a sociedade, colocam indivíduos em posição de "pobreza e desvantagem social".

Sendo assim, os pesquisadores sugerem políticas que não foquem apenas em saúde ocupacional dos profissionais, mas também em treinamentos.

- Para as futuras gerações, equipar as crianças com as habilidades exigidas pelo mercado de trabalho mais flexível pode preveni-las contra o risco de licenças médicas longas.
BBC Brasil

obmep-2012A 8ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) recebeu a inscrição de 19,2 milhões de estudantes – um recorde desde que foi criada. Na edição passada, o número de inscritos foi de 18,7 milhões. O anúncio foi feito pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, nessa quarta-feira, 4, em Brasília.

“Essa modalidade das olimpíadas tem gerado grande interesse dos estudantes, além de bom resultado”, afirmou o ministro. Serão 46 mil escolas participantes – 1,5 mil a mais do que em 2011 – distribuídas em 5.524 municípios.

Promovida pelos ministérios da Educação e da Ciência, Tecnologia e Inovação, a Obmep é realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura Aplicada (Impa) com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática. Participam da olimpíada alunos do sexto ao nono ano do ensino fundamental e das três séries do ensino médio.

Alterações – A edição de 2012 tem novidades na premiação. A primeira mudança se refere ao aumento do número de estudantes convidados a participar do programa de iniciação científica júnior, com bolsa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que passa de 3,2 mil para 4,5 mil alunos. A segunda é o aumento do número de certificados de menção honrosa, de 30 mil para 46,2 mil; e a premiação será estendida a 1 mil professores.

De acordo com Mercadante, o MEC estuda criar uma olimpíada do conhecimento, que reunirá as disciplinas de língua portuguesa, matemática, ciências e tecnologia da informação. A intenção, segundo o ministro, é colocá-la em prática em 2013. Para 2016, a proposta é tornar essa olimpíada internacional.

Calendário
A Olimpíada deste ano segue o seguinte calendário: 5 de junho, aplicação das provas da primeira fase nas escolas; 26 de junho, último prazo para as escolas enviarem os cartões-resposta dos classificados para a segunda fase; 15 de agosto, divulgação dos classificados para a segunda fase e do local de realização das provas; 15 de agosto a 14 de setembro, período para as escolas indicarem, na página eletrônica da Obmep, os professores dos alunos classificados para a segunda fase; 15 de setembro, às 14:30h (horário de Brasília), provas da segunda fase; 30 de novembro, divulgação dos premiados na página eletrônica da olimpíada.
MEC
Drogalider
Casa da Vóvo
Luan Gás
Planeta Baterias
Tatiana Gás
Otica Visão - Ache Floriano
Planeta Baterias - Ache Floriano
Primeiro de Maio  - Ache Floriano
Store Shoes
sdsdsdsds