sisuÀs 23:59h desta quinta-feira, 12, termina o prazo de inscrição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As inscrições devem ser feitas pela internet no site do Sisu. No Sisu, os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em outubro de 2011 podem disputar 108.552 vagas em 3.327 cursos de 95 instituições públicas de ensino superior dos 26 estados brasileiros, com exceção do Distrito Federal. O resultado será divulgado no domingo, 15.

 
O programa registrou, até as 18:00h da quarta-feira, 11, um total de 2.937.953 inscrições feitas por 1.518.879 candidatos inscritos.


Cada candidato pode fazer inscrição em até dois cursos, por isso a diferença entre os números de inscrições e de inscritos. Quem for aprovado na primeira opção é automaticamente retirado do sistema.


Nos estados
Entre as unidades da Federação com maior número de inscritos, a liderança está com o Rio de Janeiro: 343.497 candidatos. Na sequência vêm Minas Gerais, 317.435; São Paulo, 249.929; Ceará, 214.936; Rio Grande do Sul, 201.066; Bahia, 185.923; Pernambuco, 163.691 e Piauí, 136.917.


G1
O Ministério da Educação recebeu até esta terça-feira, 10, a inscrição de 177 tecnologias educacionais que abordam a educação integral e integrada da escola com seu território. As inscrições podem ser feitas até o dia 20 deste mês. Pessoas físicas ou jurídicas, de direito público ou privado, podem apresentar propostas.

De acordo com a coordenadora-geral de tecnologias para a educação da Secretaria de Educação Básica (SEB) do MEC, Renata Braga Santos, a iniciativa do ministério visa pré-qualificar tecnologias com potencial de utilização no desenvolvimento e apoio aos processos educacionais em escolas urbanas e do campo.

Nesta chamada pública, o Ministério da Educação relaciona dez áreas de interesse, todas na perspectiva da educação integral e integrada em jornada ampliada: acompanhamento pedagógico; investigação no campo das ciências da natureza; cultura e artes; esporte e lazer; cultura digital; educação econômica; comunicação e uso de mídias; educação ambiental; direitos humanos; promoção da saúde.

Tecnologias educacionais, segundo o edital, são recursos, ferramentas e materiais que estejam aliados a uma proposta pedagógica que evidencie sólida fundamentação teórica e coerência metodológica. O objetivo é que esses materiais possam auxiliar gestores e professores a tomar decisões sobre a adoção de recursos técnicos que contribuam para a melhoria da educação básica. As propostas que forem pré-qualificadas farão parte do Guia de Tecnologias Educacionais do Ministério da Educação.

Cadastro – Os interessados devem se cadastrar no sistema e preencher os dados em formulário eletrônico específico informado no item 6 do edital. Após a inscrição eletrônica, o autor da tecnologia deve imprimir o documento e enviá-lo, em envelope lacrado, para o endereço que consta na chamada pública. A avaliação das tecnologias será realizada por um comitê técnico-científico, sob a coordenação do MEC e do Instituto de Informática da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Calendário – Para orientar os interessados, o edital traz um cronograma de execução: de 12 de dezembro de 2011 a 20 de janeiro de 2012, apresentação das propostas; 23 a 26 de janeiro, instalação da comissão avaliadora; 27 de janeiro a 14 de fevereiro, pré-análise dos projetos; 5 de março a 27 de abril, avaliação das propostas; 14 de maio, homologação dos resultados; 15 a 29 de maio, período para recursos; 29 de junho, divulgação dos resultados.

Guia – O Guia de Tecnologias Educacionais foi criado em 2007 e é uma das ações do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), lançado em abril daquele ano. Disponível em meio eletrônico, o guia tem hoje 134 tecnologias pré-qualificadas, sendo 43 criadas pelo Ministério da Educação, entre elas a Provinha Brasil e o Portal do Professor, e 91 produzidas por agentes externos.

O guia está dividido em seis blocos: gestão educacional com 15 tecnologias; ensino e aprendizagem, 55; formação dos profissionais da educação, 24; educação inclusiva, 7; portais educacionais, 16; diversidade e educação de jovens e adultos, 17.

Fonte: Mec
prouni2012As inscrições para este processo serão abertas no sábado, 14, e vão até o dia 19. O ProUni oferece para o primeiro semestre de 2012 um total de 195.030 bolsas – 98.728 integrais e 96.302 parciais, de 50% da mensalidade.

Participam 1.321 instituições privadas de ensino, entre universidades, centros universitários e faculdades. A relação completa das instituições e a distribuição de bolsas por curso superior estará disponível para consulta no portal do ProUni nos próximos dias.

No processo do ProUni, haverá uma única etapa de inscrição, com duas chamadas para convocação dos candidatos pré-selecionados. Ao inscrever-se, o candidato poderá escolher até duas opções de curso e de instituição.

A primeira chamada será divulgada em 22 de janeiro. A partir do dia seguinte, até 1º de fevereiro, o candidato pré-selecionado terá prazo para comparecer à instituição de ensino para apresentar a documentação e providenciar a matrícula. A segunda chamada está prevista para 07 de fevereiro, com prazo para matrícula e comprovação de informações até o dia 15.

Ao fim das duas chamadas, os candidatos não pré-selecionados ou aqueles que foram pré-selecionados em cursos sem formação de turma podem manifestar interesse em fazer parte da lista de espera, que será usada pelas instituições participantes do programa para a ocupação das bolsas eventualmente ainda não ocupadas.

O período para manifestação de interesse na lista irá de 22 a 24 de fevereiro. Ao fim desse prazo, serão feitas duas convocações dos integrantes. A primeira, em 27 de fevereiro, com prazo para comprovação de documentos e matrícula de 28 do mesmo mês até 2 de março. A segunda, em 9 de março, com prazo de 12 a 15 de março.

Critérios
Podem se candidatar às bolsas integrais estudantes com renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio (R$ 933, a partir de 1º de janeiro). As bolsas parciais são destinadas a candidatos com renda familiar de até três salários mínimos (R$ 1.866, em janeiro) por pessoa. Além de ter feito o Enem 2011, com um mínimo de 400 pontos na média das cinco notas do exame e pelo menos nota mínima na redação, o candidato deve ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou, em caso de escola particular, na condição de bolsista integral.

Professores da rede pública de ensino básico que concorrem a bolsas em cursos de licenciatura, curso normal superior ou de pedagogia não precisam cumprir o critério de renda, desde que estejam em efetivo exercício e integrem o quadro permanente da escola na qual atuam.

Criado em 2004, o ProUni já concedeu 919 mil bolsas de estudos em cursos de graduação e sequenciais de formação específica.



G1

O professor Aroldo de Carvalho Reis, que já esteve no cargo de diretor do Colégio Agrícola de Floriano, está exercendo essa função pela quarta vez, após escolha feita ainda no passado.


A cerimônia de posse que oco
aroldoreisrreu no salão da Universidade Federal do Piauí, em Teresina, teve a participação das três escolas técnicas com Campus em Floriano, Bom Jesus e na capital piauiense.



O professor, em uma entrevista cedida ao portal piauinoticias.com, enfatizou a alegria em ser empossado novamente como diretor, “eu me sinto muito gratificado pela comunidade dessa escola chamada Colégio Agrícola, isso me engrandece e me faz buscar energia e ideias, pela confiança”.



Sobre o teste seletivo, o diretor informou, que este ano mais uma vez o recorde de inscrições foi batido, foram 1.964 inscritos para 185 vagas ofertadas pela instituição e distribuídas nos cursos de agropecuária e informática integrado ao médio e agropecuária, enfermagem e informática subsequente. Os testes serão realizados no domingo, 15, no próprio campus localizado no bairro Meladão.


Da redação

Subcategorias

Planeta Baterias
Drogalider
Casa da Vóvo
Tem contabilidade
sdsdsdsds