A maioria dos especialistas orienta que se o casal tenta uma gravidez por um ano, sem sucesso, pode ser que exista um problema de saúde. Estima-se que 15% da população em idade fértil, tem dificuldades para engravidar.
casal
Há fatores específicos que podem afetar a fertilidade entre homens e mulheres. Quais são?

Principais fatores que afetam a fertilidade masculina

Excesso de calor na região da genitália – Enzimas responsáveis pela produção de espermatozóides são muito sensíveis ao calor, por isso, especialistas orientam que o ideal é que homens evitem se expor ao calor, quando principalmente, incide sobre a região da genitália. Saunas em excesso, notebook no colo, roupas apertadas, trabalho próximo ao fogão, entre outros fatores, podem afetar a fertilidade masculina.
Varicocele – Este é um problema de saúde predominantemente masculino. Resumidamente é caracterizada por varizes que surgem nos testículos, que impedem a circulação sanguínea e levam à infertilidade. Na maioria dos casos, o problema só pode ser revertido com cirurgia.
Câncer testicular – Este é um mal que atinge homens de faixa etária entre 15 e 45 anos. O câncer em si não provoca a infertilidade, mas o tratamento sim. Se o homem deseja ter filhos, realizar o congelamento de sêmen pode ser a solução, para garantir após o tratamento, a possibilidade de uma gestação.

Principais fatores que afetam a fertilidade feminina

Problemas com a ovulação – Há mulheres que apresentam problemas de ovulação, o ideal é que se procure um especialista para que se compreenda o problema e o melhor tratamento seja indicado. Atualmente há medicamentos específicos para a indução da ovulação.
Ciclo menstrual irregular – Este problema acomete muitas mulheres e impede que percebam o momento em que estão ovulando, ou seja, impedem a identificação do período fértil. Alguns problemas de saúde podem estar por trás das dificuldades de ovulação como síndrome dos ovários policísticos, endometriose, desequilíbrio hormonal, entre outros.
Idade – Biologicamente, o ideal é que a mulher engravide na faixa dos vinte anos de idade, mas por questões socioculturais, essa faixa etária tem se prorrogado. Após os 35 anos de idade, a probabilidade de gerar filhos com anomalias existe. Mas cada vez mais mulheres têm optado pela gravidez entre os 35 e 40 anos, e com a ajuda de um especialista, os riscos podem ser controlados.

Uma mudança no estilo de vida, como abandono de vícios como cigarro e ingestão frequente de álcool, é essencial. Alimentação saudável e prática de atividades físicas podem ajudar o casal revertendo a infertilidade, quando o problema está relacionado, principalmente, ao sobrepeso.

No caso dos homens, produtos naturais, como a erva tribulus terrestris, são indicados em quadros de saúde em que a dificuldade está na baixa produção de esperma. Essa planta ajuda a aumentar a quantidade e qualidade de espermatozóides.

O ideal é que tanto o homem quanto a mulher se submetam a exames caso estejam na tentativa de gravidez, sem sucesso.


Online Farma - Assessoria de Imprensa

sdsdsdsds