O corpo do policial reformado Antônio Rufino, florianense que faleceu nessa sexta-feira, 6, em Brasília, foi velado na capital federal por familiares e amigos até meia noite de hoje.rufino
Familiares e vários amigos estavam no velório do corpo que, em seguida teve que ser trasladado para Floriano-PI onde deve ocorrer um novo velório e depois o sepultamento


O corpo do seu Rufino, que foi um dos precursores do Associativismo em Floriano, deixou a capital federal por volta da 01:00h da madrugada e tem previsão da chegada em Floriano, por volta das 7:00h da noite de hoje.


O velório deve ocorrer na residência da família à Rua Olivério Araújo, próximo ao Quartel do 3º BPM, bairro Caixa D'água. Neste momento há um movimento de amigos e  populares na casa dos seus familiares.

 

O sepultamento do corpo está confirmado para esse domingo no Cemitério Central São Pedro de Alcântara.

 

Antônio Rufino Filho era policial militar aposentado, ex-presidente da Associação de Moradores do bairro Caixa D'água, ex-presidente do Conselho Municipal de Saúde e ex-membro da diretoria do Consamf.

 

 

Da redação

sdsdsdsds