zsimaoO julgamento que começou nessa segunda-feira, 11, terminou na madrugada de hoje, 12, e conselho de sentença considerou inocente o ex-prefeito de Lagoa do Sítio, José de Arimateia Rabelo, conhecido como Zé Simão, acusado de matar com um tiro a própria esposa Gercineide de Sousa Monteiro, em fevereiro de 2015.

O julgamento durou 18 horas e a tese de negativa de autoria foi acolhida, por volta das 2h55, pela maioria dos jurados, que entenderam que o acusado não foi autor do assassinato.

O júri foi realizado em Oeiras, após a defesa pedir o desaforamento de Valença, comarca responsável por Lagoa do Sítio, onde o crime ocorreu. E foi comandado pelo juiz Rafael Mendes Palludo.

O réu aguardava o julgamento preso na penitenciária Irmão Guido e agora terá direito à liberdade. A suspeita de ser coautora, a empregada doméstica do casal, Noêmia ainda será julgada pelo mesmo caso.

"A própria história vai provar para todo o estado do Piauí que eu fui vítima da maior injustiça já cometida na história desse estado. Não foi fácil você passar três anos e quatro meses encarcerado pagando por uma conta que não devo. E agora Deus nos deu a vitória e vamos nos reerguer" disse Zé Simão, afirmando que agora irá atrás dos verdadeiros culpados pela morte da ex-esposa.

 

Ex-prefeito Zé Simão é julgado por morte de esposa

muraldavila

sdsdsdsds