apreensaoUma guarnição da Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTur), composta pelo Capitão Lucas e Cabo Sampaio abordou um casal identificado por Clara de Assis Ribeiro Melo, natural de Canindé (CE) e Elcio Moreira do Vale, natural de Unaí (MG), no bairro Alto Bonito, em Luís Correia, por volta das 12:10h, dessa segunda-feira, 18.clara

Com eles foram encontrados 113 gramas de substância análoga a pasta base de cocaína e R$ 3.342,35 em dinheiro trocado, após revista íntima na acusada.

Após breve interrogatório, a equipe recebeu reforço do Cabo P. Araújo e Soldado Tairo e todos se deslocaram até a pousada situada em Parnaíba onde o casal estava hospedado. No apartamento foram encontradas mais 637 gramas de substância análoga a cocaína e uma balança de precisão.

elcioNo local da abordagem encontrava-se um terceiro indivíduo identificado como João Batista Carvalho de Oliveira, natural de Parnaíba que dava suporte a dupla em um veículo Parati. Após indagá-lo e depois de cruzar as informações, foi localizado na residência dele, no bairro São Vicente de Paula, em Parnaíba (PI) um revólver calibre 38 e 735 gramas de substância análoga a crack.

 

jornaldaparnaiba

marceloFoi preso na manhã desta segunda-feira, 18, um homem identificado como Marcelo de Sá, após ser condenado a 14 anos de prisão por estuprar a própria filha. O crime ocorreu em 2014 no município de Alagoinha. Na época, a vítima tinha 12 anos. Ela foi quem denunciou o pai, que respondia ao processo em liberdade.

"Hoje saiu a sentença e ele foi condenado a 14 anos de prisão", disse o delegado de Pio IX, Aureliano Barcelos.

De acordo com o delegado, a denúncia diz que Marcelo teria abusado sexualmente da própria filha dentro de casa e no matagal mediante grave ameaça várias vezes.

"Ele foi preso no seu trabalho, uma roça em Alagoinha", informou Aureliano.

O mandado de prisão foi expedido pela comarca de Pio IX. Segundo o delegado, oito mandados de prisão já foram cumpridos, retirando de circulação estupradores, homicidas e assaltantes.

 

cidadeverde

Foto: PC

camhzincoNa tarde desse domingo, 17, um caminhão carregado de placas de zinco tombou na rotatória da Usina Santana no km 340 da BR-343. O motorista que ficou presos às ferragens saiu ferido.


O Corpo de Bombeiros foi acionado para retirá-lo das ferragens, o Samu que também compareceu ao local, conseguiu fazer o socorro e encaminhá-lo ao hospital.

Os bombeiros fizeram a contenção do combustível. O caminhão é de Timon e estava na direção Teresina-Altos.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) que também esteve no local vai investigar as causas do acidente. O material ficou no acostamento.

 

cv

Foto: divulgação Corpo de Bombeiros

 

O diretor superintendente do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí, Mário Lacerda, esteve reunido na manhã de sexta-feira, 15, com a presidente da Junta Comercial do Estado do Piauí, Jucepi, Alzenir Porto. Participaram do encontro também analistas e consultores do Sebrae e técnicos da Junta Comercial.

sebrae

Reunião na sede do Sebrae em Teresina

Na ocasião, foram apresentados os resultados da implantação da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios, Redesim, no Piauí, trabalho feito pela Junta Comercial em parceria com o Sebrae.

Segundo dados da Receita Federal, o Piauí ocupa a segunda posição no Ranking de Qualidade da Redesim, alcançando pontuação de 86,1%, ficando atrás apenas de Alagoas, que atingiu 87,6%. O ranking leva em consideração o percentual de integração dos órgãos públicos envolvidos no registro e legalização de empresas, no qual o Piauí aparece com 91,6%; e a quantidade de empresas abertas em cada Estado no prazo de até três dias.

“Hoje temos uma Junta mais moderna e mais acessível, graças ao trabalho conjunto de vários parceiros, entre eles o Sebrae. Para nós é uma imensa satisfação ter contribuído para o avanço do órgão, na medida em vemos esse resultado como parte de uma estratégia para a melhoria do ambiente para os pequenos negócios”, afirma o diretor superintendente do Sebrae no Piauí, Mário Lacerda.

Ainda segundo Lacerda, o trabalho agora segue no sentido de fazer esse avanço da junta ser percebido pela sociedade. “Precisamos mostrar na prática o quanto os processos se tornaram mais ágeis. Há cinco anos era inimaginável abrir uma empresa em menos de um mês. Hoje, esse processo pode ser concluído em pouco mais de dois dias, graças à transformação digital do órgão, que foi amplamente apoiada pelo Sebrae”, acrescenta.

A parceria da Junta Comercial com o Sebrae teve início em 2014, quando começou a mobilização para implantação da Redesim no Piauí. A implantação era de competência da Junta Comercial. O Sebrae apoiou o processo, se responsabilizando pela digitalização de todo o acervo documental do órgão, pelo trabalho de monitoramento dos municípios e sensibilização dos gestores para aderirem ao sistema.

A Redesim foi implantada nos municípios por meio do Piauí Digital, sistema que permite ao cidadão abrir ou regularizar o seu empreendimento de forma simplificada e sem burocracia. Na prática, significa dizer que os órgãos responsáveis pelo registro e legalização de empresas atuam de forma integrada, permitindo a realização de todo o processo por meio de entrada única de dados na internet.

“O Piauí aderiu à Redesim em 2016, e já estamos bem próximos de Alagoas, que integra o ranking há 10 anos. A boa colocação do Piauí no Ranking de Qualidade se deve à integração de quase todos os órgãos de registro e licenciamento na Redesim, além do apoio de entidades como o Sebrae. Hoje a Jucepi é referência nacional de registro mercantil”, destaca a presidente da Jucepi, Alzenir Porto.

Durante a reunião também foram discutidas outras ações de cooperação entre o Sebrae e a Jucepi para melhorar o atendimento e os serviços prestados para as micro e pequenas empresas do Estado, bem como para garantir a implantação da certificação digital, que reduzirá ainda mais a burocracia, aumentando a segurança e a celeridade dos processos.

“Avançamos muito com a parceria forte do Sebrae. Mas precisamos avançar ainda mais, alcançando o patamar de uma Junta completamente digital. Com isso conseguiremos ter uma celeridade ainda maior dos processos. Por isso que buscamos esse diálogo com a diretoria do Sebrae”, destaca a presidente da Jucepi, Alzenir Porto.

Entre as ações pleiteadas pela Junta para dar continuidade à melhoria do órgão estão capacitações, consultorias e realização de eventos, como é o caso do Seminário Piauí Mais Simples, que deve acontecer como parte da programação do Congresso das Cidades, evento do Sebrae que está previsto para maio deste ano.

Serviço:
Unidade de Marketing e Comunicação do Sebrae no Piauí: (86) 3216-1356
Agência Sebrae de Notícias Piauí: (86) 3216-1325