conciliaçaoTeve abertura na manhã desta segunda-feira (5), a XIII Semana Nacional de Conciliação no auditório do Tribunal de Justiça do Piauí (TJPI). A solenidade foi conduzida pelo desembargador Erivan Lopes, presidente do TJPI e contou com a presença do advogado Chico Lucas, presidente da OAB-PI, na mesa de honra. O objetivo da Semana é evitar que mais processos cheguem ao Judiciário, promover a cultura e paz e mostrar que as partes podem resolver seus litígios amigavelmente por meio de um acordo.

Até sexta-feira (9), mais de 3 mil processos devem ser apreciados nas audiências de conciliação. A XIII Semana Nacional de Conciliação visa promover a cultura do diálogo entre as partes de um conflito, criado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ocorre, anualmente, desde 2006. O evento acontece em todos os Tribunais de Justiça do país e no TJ-PI, tem a frente o Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (NUPEMEC) e o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC).

Cerca de dois meses antes os juízes separam os processos em que se verifica a possibilidade maior de acordo. Estes processos são encaminhados para os profissionais que atuarão nas diversas salas de conciliação, fazem contato com as partes para, na semana, virem homologar o acordo. São processos referentes a ações do 1º grau.

“Todas as medidas que visam dar celeridade ao sistema de Justiça merecem o respeito e a colaboração da OAB. A mediação é a solução adequada e necessária dos conflitos, ela possibilita sentar e encontrar um ponto de equilíbrio em que as duas partes saiam ganhando. A mediação é isso, é a reconstrução dos laços sociais”, afirmou Chico Lucas, presidente da OAB-PI.

Por: Pedro Vitor Melo

Assessoria de Comunicação da OAB-PI

Na madrugada desta segunda-feira, 05, pelo menos cinco assaltantes fizeram um arrastão na Unidade Escolar Severiano Sousa, no bairro Acarape, zona Norte de Teresina.

O vigia foi rendido, agredido e vários pertences, tanto do vigia quanto da escola, foram levados. Armários também foram arrombados. Várias salas ficaram reviradas, com vários objetos espalhados pelo chão.

Dentre os objetos levados estão, televisões, computador e até parte dos alimentos que são utilizados para o preparo da merenda escolar. O vigia foi agredido e amarrado e só foi solto quando funcionários da escola chegaram pela manhã.

O vigia foi encaminhado para o hospital para tratar dos ferimentos provocados pelas agressões e depois deve prestar depoimento à polícia.

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informou através de nota que foram tomadas as providências cabíveis quanto ao caso do assalto e que um Boletim de Ocorrência foi registrado. A nota diz ainda que o agente de portaria agredido já se encontra sob cuidados médicos e recebendo toda a assistência. Veja abaixo a nota na íntegra:

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa que foram tomadas as providências cabíveis quanto ao caso do assalto à Unidade Escolar Severiano Sousa, localizada no bairro Acarape e jurisdicionada à 4ª Gerência Regional de Educação (GRE). A direção informa que foi registrado o Boletim de Ocorrência e que o agente de portaria agredido durante a ação dos bandidos já se encontra sob cuidados médicos e recebendo toda a assistência desta Secretaria. Para oferecer maior tranquilidade à comunidade escolar, a Seduc solicitou à Companhia Independente de Policiamento Escolar (CIPE) rondas frequentes à unidade escolar. A Seduc informa, ainda, que os itens que foram furtados, eletrônicos e alguns perecíveis da merenda escolar, serão repostos por esta secretaria a fim de que não haja prejuízo aos alunos.

 

180 graus

ruamortePor volta das 19:20h, deste domingo, 04, uma mulher, que ainda não teve a identidade revelada, foi assassinada no bairro Parque Piauí, zona Sul de Teresina. De acordo com informações colhidas pela polícia, a mulher estava realizando, junto com um comparsa, assaltos a transeuntes. Ela foi alvejada com um tiro nas costas.

Ainda não há informações sobre o autor do crime. Após a jovem ser assassinada, o seu comparsa fugiu em uma motocicleta. Com a vítima a polícia encontrou um revólver calibre 38 artesanal.

Até a manhã desta segunda-feira, 05, ninguém da família da vítima procurou o Departamento de Homicídio e Proteção a Pessoas (DHPP). Testemunhas contaram à imprensa que a vítima aparentava ter entre 14 e 15 anos de idade. A moça foi morta após supostamente roubar um celular.

Moradores da rua onde a moça foi baleada afirmam que seu comparsa “gritou muito” por socorro e ainda tentou colocá-la na moto. “Ele gritava muito, tentou colocar na moto mas não conseguiu. Quando ele fugiu a moto nem pegou e teve sair empurrando”, conta um morador que prefere não ser identificado.

Na manhã desta segunda-feira equipes da Delegacia de Homicídios estiveram no local.

Segundo os moradores do Parque Piauí, os assaltos na região são frequentes. A aposentada Irenise Ferreira conta que seu filho já teve uma arma apontada na cabeça durante um roubo no bairro.

“Aqui é frequente assalto. Ninguém mais pode sentar na porta de casa. Assalto de dia e de noite. Nós temos que ficar presos em casa”, reclama.

 

cv

A Força Tática de Valença em conjunto com a Polícia Militar do estado de São Paulo, após meses de levantamentos, conseguiu na tarde deste domingo (04) efetuar a prisão de Laìlson Vieira Barbosa (30).

forte Copy

O foragido, em junho de 2012 assassinou com um tiro de espingarda o menor Nilo Vieira de Sousa Neto, à época com 17 anos em  Valença. Após receber o tiro, a vítima ainda gritou o nome do acusado, tendo o mesmo falecido antes de chegar ao hospital.

Momentos após o crime, Laílson Vieira foi preso pela Polícia Militar, porém foi colocado em liberdade e, posteriormente, foi submetido a julgamento pelo Tribunal do Júri, tendo sido condenado à 13 anos e 08 meses de reclusão.

Depois da sentença, o homicida fugiu da cidade para destino, até então ignorado. Após meses de monitoramento e troca de informações com a inteligência da PMESP, Laílson Vieira foi localizado, juntamente com a esposa e demais familiares na cidade de São Bernardo do Campo, ocasião em que foi preso e conduzido para o Distrito da área.

 

portalv1